Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

27 outubro 2014 23:09

por: Patricia Moura

U2 & Eu: Alexandre

2 comentários
1583 visitas
U2 e Eu

“Sou o Alexandre, tenho 41 anos de idade, sou biólogo e segundo minha esposa, sou doido por gostar do U2… E sou doido pelo U2 mesmo!”

20140126_185525

Estava eu, no distante ano de 1985 vendo pela TV um show para ajudar a África, quando um cabeludo desce do palco e dança com duas garotas… Ai começava a minha história com o U2!

Passei a minha adolescência ouvindo essa banda no meu quarto sozinho, com meus discos de vinil em meu 3 em 1, CCE. E com o sonho de um dia conseguir vê-los ao vivo. Sonho que se realizou em 1998, exatos 13 anos depois da minha primeira audição da banda! O U2 viria ao Brasil e eu estava pronto para ir de qualquer maneira, já que não conhecia ninguém nas cidades aonde a banda iria se apresentar.

206935_211778735499572_4277077_nMinha primeira preocupação: conseguir o ingresso. Comprei num shopping daqui de Fortaleza, mesmo o preço sendo salgado na época: 50 reais! Mas a garantia do ingresso não queria dizer que eu iria ao show, pois era longe de minha cidade. Pelo menos eu teria uma lembrança do show dos irlandeses. Tentei até entrar em contato com alguns fãs aqui da cidade, em vão.

Os dias iam passando e meu consolo era gravar tudo o que passava sobre a vinda deles. Devo ter gastado umas 5 fitas VHS. Tentei até participar de uma promoção para levar duas pessoas ao show, coisa que eu nunca tinha feito antes. Mas não tive sorte! Estava pronto para acompanhar o show pela TV (com meu ingresso na mão), quando ao olhar um jornal , na parte de classificados me deparei: SHOW DO U2 EM SÃO PAULO! INGRESSO, TRANSLADO, PASSAGENS!

Era a minha chance de ir! Liguei para lá  e o valor do pacote me desanimou um pouco: 800 reais!  Em 1998, isso era dinheiro para caramba! Tive que recorrer aos meus “paitrocinadores”, já que o que eu ganhava na época como estagiário não dava nem para sonhar. Adquiri o pacote e as malas! Agora estava com dois ingressos do mesmo dia. Mas o outro ingresso, que comprei no shopping, esta guardado até hoje…

Cheguei em Sampa na quinta à noite e na sexta já era o show. Acordei e fiz um lanche reforçado. Peguei uma van e rumei para o estádio. Quando cheguei no Morumbi e vi aquela fila enorme, acabei topando com um guarda que me ajudou a entrar (furar a fila mesmo), pois eu o perturbava muito. Era mais ou menos duas horas da tarde.

d

Dentro do estádio, me deparei com aquele arco gigantesco, o limão, o telão, tudo do tour POP MART… Eu já sabia que era grande, mas nem tanto. Já tinha muita gente lá dentro e acabei ficando bem perto do palco B. O calor era infernal, mas a vontade de ver a banda era maior. Agora era só esperar…

O tema de Missão Impossível ecoava pela caixas de som! Chegou o momento tão esperado: U2 AO VIVO! Para mim, nada de tecnologia importava, só queria ver a banda. Quando percebi que eram os caras de verdade e que eu não estava vendo um vídeo, nem fotos em revistas, acabei liberando umas lágrimas… Bono falou: “….suas vozes são lindas!! Nunca esqueceremos vocês…”. Eu também não…

Em 2006, a história ia se repetir. U2 no Brasil! Depois da confirmação do show, datas, locais de vendas de ingressos, forma de comprar pela internet e telefone, começou a minha luta pelos ingressos, foi muito sofrimento, guerra de nervos e psicológica. Mas conseguir juntar um grupo de fãs do U2 aqui na cidade (20 pessoas) e todos foram para internet e telefone, tentar conseguir os tais desejados ingressos.

O legal é que nesse grupo que se formou, todos se ajudaram! Sem eles, eu não teria ido ao show! Bom, ido eu teria, só não saberia se ia entrar no estádio e ver a banda, ao vivo. E ainda sobraram ingressos!!! Na época, eu tinha 32 anos, e meus pais diziam: “Para com isso de U2! Você já tem 32 anos!” Isso não é nada, pois um amigo meu terminou o namoro para ir ver a banda!

Chegando em São Paulo, tentamos ver a banda no hotel. Acabamos pegando o ônibus errado e paramos no outro lado da cidade, distantes uns 60km! Depois de rodar muito de ônibus em ônibus, conseguimos chegar aonde eles estavam hospedados. Depois de alguma espera, vimos o Bono chegando de Brasília. Sensacional!

fot_show_1No show, pensei que eu iria estar mais concentrado, já que tinha visto a banda, em 1998. Que nada! Chorei, mas chorei mesmo ao ver “aqueles caras” a cerca de 2 metros de mim! Ver o suor pingando de suas mãos, as artérias da garganta do Edge e do Bono “saltarem”, o modo de cada um cantar… Emoção maior, só quando meu primeiro filho nascer!

Depois do show, o grupo que reuni não se desfez. Criamos o fã-clube U2FORTALEZA! Resolvemos, a cada dois meses, promover festas e encontros aqui em Fortaleza, onde sempre curtimos uma banda cover! E inspirados pelas atitudes de Bono, em prol dos menos favorecidos, nós também (you too) arrecadamos alimentos, nesses encontros, e doamos para instituições carentes daqui de nossa cidade. Já ajudamos asilos, creches, casa de doentes, etc…

Mas de 20 anos depois, é incrível como várias músicas do U2 ainda me emocionam. E por causa da banda me tornei uma pessoa melhor! E quero passar isso a outras pessoas. Daí a minha ideia de criar um grupo de fãs e promover os encontros e arrecadar alimentos. Ideia tão boa que outras pessoas de fora, agora, fazem o mesmo.

Não ganho nada financeiro com isso, com os encontros ou com o site que mantenho. E nem quero ganhar, pois o maior presente já recebi foram os amigos que fiz (e ainda faço). Isto faz seu coração bater mais forte e lembrar que quem plantou isso em seu coração foi uma banda da uma terra longe, a Irlanda. É por isso e por outras coisas que tenho orgulho de ser fã destes irlandeses, o U2! E você?

20140219_222232

Alexandre – U2 FORTALEZA  (ao som de WALK ON)

Comentários

Adorei Alexandre!! Na Pop Mart pra mim foi bem parecido, não conhecia ninguém na época que gostasse de U2 tanto pra querer sair de Salvador e ir a outro estado assistir um show. Menina maluca, me chamavam. Tinha 15 anos. Acabei conseguindo ir também em uma excursão que ouvi no rádio. Foi lindo, todos “moluscos”!! : ) Só bons sentimentos, pessoas e emoções o U2 trás pra gente…

Erika, até hoje tem gente que me acha doido por causa disso..e adoro essa “loucura”!

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet