Nobel da Paz birmanesa será libertada em alguns dias

Nobel da Paz birmanesa será libertada em alguns dias

Um porta-voz do governo da Birmânia informou hoje que a dissidente Aung San Suu Kyi, que está em prisão domiciliar há 18 meses, será colocada em liberdade dentro de um ou dois dias. O emissário da ONU, Razali Ismail, que fez uma visita de quatro dias à Birmânia, disse que a libertação de Aung San era uma questão de dias.

A dissidente é líder da Liga Nacional para a Democracia (LDN) e Prêmio Nobel da Paz. Aung San se converteu em um símbolo da democracia por causa da luta de 14 anos contra o regime militar da Birmânia.

JB Online

Os comentários estão encerrados.