Courtney Love planeja uma união de artistas

Courtney Love planeja uma união de artistas

Comparando-se à atriz Olivia de Havilland (que abriu um processo contra a indústria dos filmes em 1945 e ganhou), Courtney Love enfatizou a necessidade de uma união de artistas, dizendo que nomes importantes como Bono (a quem ela chamou de “irlandês manipulador adorável”, mais manipulador do que ela mesma), Bruce Springsteen e Elton John juraram todos apoiá-la.

Falando sobre apoio, Courtney Love afirmou que um de seus maiores arrependimentos foi não se unir ao Pearl Jam contra a Ticketmaster.

Ela também contou uma história sobre como os executivos da Universal/Interscope não queriam gastar o dinheiro necessário para comercializar o álbum do U2 All That You Can’t Leave Behind. Love explicou que “eles não queriam gastar mais do que 70 centavos por álbum. E o álbum do U2 iria custar 2 ou 3 dólares para comercializar. […] Se [o empresário do U2] não tivesse defendido a banda, o All That You Can’t Leave Behind poderia ter se tornado um fracasso.”

Os comentários estão encerrados.