Eu usava a bebida para combater a depressão, diz Adam Clayton

Eu usava a bebida para combater a depressão, diz Adam Clayton

Adam identificou seu hábito de beber como a principal causa dos ‘pensamentos suicidas’ com os quais ele lutou durante seus primeiros anos com a banda.

O baixista do U2 falou aos jovens a não ignorar a depressão e buscar ajuda se eles estão se sentindo para baixo.

Ele revelou que, apesar de sua situação confortável e anos de estrelato com o U2, ele estava propenso a pensamentos suicidas e depressão.

Eu sou um ex-bebedor e estou muito feliz com isso, mas antes de chegar a esse ponto eu passei por todo um processo de pensamentos suicidas”, confessou Clayton no Ray D’Arcy Show.
Adam também fez comentários sobre o “National Walk in My Shoes Day” – um evento para conscientizar e angariar fundos para o St Patrick’s University Hospital em Dublin. O dinheiro arrecadado irá para a prestação de serviços de saúde mental para os jovens adultos vulneráveis.

O baixista, que atualmente está de férias no Brasil, falou também sobre a banda e a esperança de ter um novo álbum antes do final do ano.

Este é certamente o plano. Eu gostaria de afirmar isso, mas eu realmente não posso dizer isso neste momento. Nossa intenção é ter um registro antes do final do ano. ”

O áudio da entrevista está disponível aqui: http://media.todayfm.com/podcast/72939/?uniqueID=40399

Fonte: Independent.ie e Irish Examiner

UltraViolet-U2 no Twitter: https://twitter.com//ultravioletu2
UltraViolet-U2 no Facebook: https://www.facebook.com/UltravioletU2Brasil

“É permitida a reprodução total ou parcial deste texto desde que obrigatoriamente citada a fonte.”

3 Respostas a “Eu usava a bebida para combater a depressão, diz Adam Clayton”

  1. Eu estou feliz e orgulhosa por ele ter conseguido superar a depressão,o vício e tudo que o atormentava e ter se tornado esse Lord e essa pessoa iluminada que ele é hojesorrisoapaixonado. Parabéns pela matéria,Ricardo.sorriso

  2. Obrigado Natalia. sorriso

    O legal é o exemplo de superação que ele está dando.

    Pena a falta de certeza quando ao lançamento do disco. triste

Os comentários estão encerrados.