Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

19 fevereiro 2013 21:26

por: Márcio Guariba

Olá UV’s!
Vamos a mais um texto sobre as citações e covers feitas pelo U2 através dos anos.

Uma das canções mais tocadas (um total de 94 vezes, entre versões completas e citações) pela banda é ‘People Get Ready’, do grupo vocal de Soul The Impressions e gravada por vários outros artistas, como Aretha Franklin, Otis Redding e Bob Dylan. A versão original é de 1965 e foi eleita pela revista Rolling Stone a vigésima quarta dentre as quinhentas música de todos os tempos e foi escrita por Curtis Mayfield, gênio da Soul Music e membro dos Impressions naquela época.

A canção foi escrita no auge do movimento pelos direitos civis dos negros americanos e une a letra politizada a melodia gospel característica do estilo. Um clássico.

O U2 a tocou diversas vezes desde 1987, durante a ‘The Joshua Tree Tour’. A última execução foi na recente ‘360° Tour’, no show da Geórgia, dia seis de outubro de 2009. Aliás, nem um pouco acidental. A Geórgia é um dos estados americanos mais marcados pelo racismo. É lá que um dos ícones do Soul americano, Ray Charles, se recusou a tocar devido à separação de público por cor em seus shows.  Fato mostrado na cinebiografia do cantor, interpretado magistralmente por Jamie Foxx, lançada em 2004.

Mais tarde, como pedido de desculpas, o estado nomeou a canção de Charles ‘Georgia On My Mind’ como seu hino não oficial. Fato também mostrado no filme.

Um detalhe curioso é que a única canção do U2 a receber uma citação de ‘People Get Ready’ é ‘Sunday Bloody Sunday’, em 2009.

Mudando de assunto, mas continuando na música com ‘alma’.

Bob Marley é um dos artistas mais admirados por Bono. Já mencionei inclusive a citação frequente de ‘Exodus’ em ‘I Still Haven’t Found What I’m Looking For’ no texto anterior.

Mas o U2 já usou várias canções de Marley durante os anos. A primeira delas é ‘Get Up Stand Up’, que apareceu já em 1985, na ‘Unforgettable Fire Tour’, em uma citação durante ‘Out Of Control’.

Outras duas canções receberam sua companhia: ‘Party Girl’ e ‘Sunday Bloody Sunday’. Essa última, a mais frequente, e que ficou eternizada no DVD ‘Live In Boston’, da turnê ‘Elevation’, em 2001.

Outra canção de Bob Marley acompanhou ‘Get up Stand Up’ nas citações em ‘Sunday Bloody Sunday’ durante a ‘Elevation Tour’, inclusive no vídeo acima.‘Johnny Was a Good Man’, do álbum ‘Rastaman Vibration’, de 1976.

Outra canção clássica de Marley que foi muito tocada pela banda é a lindíssima ‘Redemption Song’, do álbum ‘Uprising’, de 1979.

A versão do U2 era também acústica e foi tocada por vinte vezes nos shows da ‘ZOO TV Tour’ entre 1992 e 93.

Além desta, Bono a executou outras vezes quase sempre quando acabava cantando algo em uma de suas participações políticas.
Outras três canções de Bob Marley foram utilizadas como snippets frequentes através dos anos; ‘Could You Be Loved’, utilizada em Beautiful Day, I Still Haven’t Found What I’m Looking For, Pride (In The Name Of Love)e Sunday Bloody Sunday.

‘One Love’, em ‘I Still Haven’t found What I’m Looking For’ e ‘One’.Infelizmente, não encontrei nem áudio nem vídeo de uma destas citações.

E por último, ‘Three Little Birds’, em ‘Mysterious Ways’, ‘Out Of Control’, ‘The Electric CO’ e, especialmente, em ‘I Still Haven’t Found What I’m Looking For’ e ‘Tryin’ To Throw Your Amrs Around The World’.

Além de todas essas referências, Bono ainda foi o responsável pelo discurso introdutório de Bob Marley no Hall da fama do Rock, em 1994. É de arrepiar.

Outro herói de Bono e da Soul Music é Marvin Gaye. Um dos ícones dos primeiros anos da Motown Records, gravadora de Detroit que revelou Michael Jackson.

Duas de suas canções foram frequentemente citadas e tocadas pelo U2. Primeiramente, ‘Sexual Healing’, último sucesso de Gaye, de 1983. Bono á utilizou várias vezes através dos anos, desde a ‘War Tour’, em 1983. Canções díspares como ‘Two Hearts Beat As One’, ‘Bad’, ‘Mysterious Ways’, ‘Discothéque’ e ‘All I Want Is You’, receberam a citação, que foi usada pela última vez em 2005, na ‘Vertigo Tour’.

Um detalhe particular. Sempre quando ouço ‘In a Little While’ não consigo deixar de imaginar o quanto as duas canções tem o mesmo feeling. Assim como ‘Let’s Stay Together’, outro clássico da Soul Music, de Al Green. Acho que caberiam perfeitamente como citações.

Outra canção de Gaye usada pela banda é ‘What’s Going On?’, que nunca foi usada como citação e sim tocada em trinta shows da ‘Elevation Tour’ em 2001.

A canção é a principal do álbum de mesmo nome de 1971, que elevou Marvin Gaye á um novo patamar, mais engajado politicamente. A canção é considerada a quarta melhor de todos os tempos pela revista Rolling Stone, principalmente, pela fusão definitiva da música negra americana aos temas políticos da época, como a guerra do Vietnã.  Considerado como um dos mais notáveis discos da história da Soul Music norte-americana, o álbum conceitual de Gaye foi um divisor de águas para esse gênero musical. Ele já foi chamado de “a mais importante e apaixonada gravação já lançada na música soul, entregue por uma de suas melhores vozes.”.


Outro fato em relação a essa canção, é que Bono participou de uma regravação em 2001 organizada pela sua organização RED com o título de ‘Artists Against AIDS World Wide’, lançada como single e com a participação de dezenas de artistas da música Pop, como Mary J. Blidge, Backstreet Boys, Christina Aguillera, Destiny’s Child, Michael Stipe (R.E.M.), Usher, Jennifer Lopez, Brittney Spears, Perry Farrel (Jane’s Addiction), Fred Durst (Limp Bizkit), Chris Martin (Coldplay), dentre outros.

Uma versão somente contendo os vocais de Bono e Chris Martin foi produzida por Brian Eno e batizada de ‘The London Version’ é uma das preferidas de muitos fãs do U2.

Pra fechar, uma das mais lindas e conectadas citações da banda, que remete não só a canção em si quanto à própria origem do U2.‘Love Will Tear Us Apart’, do Joy Division;

A canção, único hit reconhecido da banda, sempre foi utilizada ao final de ‘With or Without You’. Um casamento perfeito. A primeira vez, ainda em 1987, na época de seu lançamento, e atravessou todas as turnês da banda. Tendo sido citada pela última vez no derradeiro show da ‘360° Tour’ em Moncton, no Canadá.

Porém, a banda a tocou integralmente uma única vez, no dia vinte oito de novembro de 2005, em Montreal, no Canadá, quando dividiram o palco com os locais do Arcade Fire para uma versão espetacular, que conecta perfeitamente a influência que duas bandas de épocas distintas compartilham.

Arcade Fire, aliás, para quem não conhece, é uma das bandas mais importantes do momento. Bajulados por, além do U2, gente como Bruce Springsteen, Rolling Stones e R.E.M. Muitos os consideram a maior banda dos anos 2000. Eu me incluo na lista.

Pra quem não sabe, é deles a canção utilizada como introdução de todos os shows da ‘Vertigo Tour’, entre 2005/2006, conhecida entre os fãs como ‘Everyone’. Na verdade, trata-se da canção ‘Wake Up!’, hino que está no álbum ‘Funeral’, lançado em 2004.

Outro adendo sobre o Joy Division, é que após a morte do vocalista Ian Curtis por suicídio logo no inicia de sua carreira, a bandas e transformou no New Order, banda pioneira na fusão da música eletrônica e o rock, artificio que viria á ser muito usado pelo próprio U2 nos anos noventa.

E é isso. Como diria o meu herói Fábio Massari, ‘Logo mais tem mais… Até!’ 😉

UltraViolet-U2 no Twitter: https://twitter.com//ultravioletu2
UltraViolet-U2 no Facebook: https://www.facebook.com/UltravioletU2Brasil

Comentários

Não há comentários.

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet