Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

8 novembro 2011 17:37

por: febottini

20 anos de Achtung Baby (Parte 2)

0 comentários
824 visitas
Matérias

Dois meses depois da estréia de “The Fly”, o diretor Richie Smyth voltou ao Estúdio Windmill Lane, em Dublin, para gravar a quarta faixa do álbum Achtung Baby, “Until The End Of The World”. Como a música foi escrita para o filme de mesmo nome do cineasta alemão Win Wenders, Smyth colaborou também com Wenders.

O conteúdo da música ajudou Smyth a criar o pesadelo que ele apresentou no corte final do vídeo. Em “U2 by U2”, Bono disse: “Until The End Of The World era como uma visão, ela estava em êxtase num sentido religioso, uma música sobre tentação. A tentação não é óbvia. A tentação é qualquer coisa que vai te manter do seu destino.”

“Os caras estavam ansiosos pra trabalhar com Win de alguma forma, por causa do filme. No final, ele me mandou um monte de imagens que ele havia filmado e eu decidi tentar gravar um vídeo inspirado neste material, de modo que os dois juntos formam uma viagem visual única e a banda era o link. Eu decidi trabalhar no preto, onde as imagens passavam pelo quadro como se estivessem perdidas no escuro. Eu queria que fosse minha sequência sonho, me senti ansioso e como um pesadelo real, não um pesadelo de filme de terror.”

Não havia storyboard para o clipe; ao contrário, o U2 deu à Smyth a liberdade para criar o que ele quisesse. Trabalhando com uma equipe pequena de produção e tempo limitado, ele comparou as cenas da banda mais como uma sessão de fotos: “Aquilo foi gravado pouco mais de uma semana, baseado na disponibilidade deles. Eu os gravei todos separadamente.”

A seção rítmica estava tão pura que Smyth se inspirou nisso para filmar Adam e Larry desse jeito. “O nu é uma forma tão simples para enquadrar e as roupas apenas seguem o caminho. Eu estava pensando “Que tipo de roupa você usaria em um sonho? Nenhuma.”

Ele ficou um pouco receoso na performance do Edge, por assim dizer. Smyth não conseguia lembrar o quanto de fita foi usada com Edge. No entanto, ele lembrou que eles não conseguiram encontrar a tesoura rápido o suficiente. “Houve um momento engraçado quando nós tínhamos embrulhado-o completamente. Eu estava conversando e brincando com o estilista e por um minuto eu esqueci que Edge não podia respirar.Nós tivemos que procurar a tesoura e eu acho que nós corremos contra o tempo.Na verdade, é aí que esse momento na edição vem no final, onde você pode ver a respiração rápida do Edge. Essa foi a primeira coisa que filmamos porque parecia legal. ”

Foi ideia do Smyth, como Edge não tinha guitarra no vídeo.”Nós estávamos tentando empurrar coisas.  Edge disse: “Se você quiser fazer isso, OK, vamos fazer.” Assim, o filme lhe deu algo para trabalhar e isso criou uma dinâmica visual. ”

As cenas de Bono para o vídeo foram um pouco mais difíceis de obter.Smyth lembra isso muito carinhosamente: “Há uma história do Bono que foi um momento engraçado. Eu tinha filmado todos os outros. Era sexta à noite e estávamos esperando por Bono. Ele estava em um pub na estrada dando uma entrevista com a Rolling Stone. Eventualmente, eu disse, ‘F… isso, os jornalistas nunca sabem quando parar, nós vamos ficar aqui a noite toda. Apenas para ajudar o visual, eu estava dirigindo um Mustang. Não é algo que você veria na Irlanda. Eu cheguei e Bono saiu do bar. Ele viu o Mustang e correu e saltou sobre o capô do carro e eu engatei a primeira. Como eu mudei pra segunda, de repente eu pensei, “Ele parece que está explodindo lá fora, mas eu tenho uma indústria multi-milionária na frente do meu carro e se ele cai nós dois estamos f…, então, eu o puxei pra dentro. Ele caiu na risada e nós voltamos ao estúdio, e foi a melhor coisa que poderia ter acontecido. Nada como uma injeção de adrenalina para obter um desempenho legal. ”

Embora Smyth não possa dizer se o beijo do Bono no final foi o beijo de Judas, ele disse que essa era uma boa maneira de encerrar o vídeo. “Eu senti uma forte conexão com o espectador de todas as performances.” Por causa do tempo limitado que ele tinha, Smyth disse que quase todas as cenas com a banda entraram na edição final do clipe. Ele disse que a escuridão do vídeo pode ter sido a razão pela qual não foi liberado para MTV na época. O vídeo foi incluído no U2 “Achtung Baby: The Videos, The Cameos And A Whole Lot Of Interference From Zoo TV” lançado em 1992.

Fonte: @U2

Comentários

Não há comentários.

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet