Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

6 janeiro 2003 20:40

por: Mirrorball

Por Dean Goodman

LOS ANGELES (Reuters) – Artistas pop e veteranos como Paul McCartney, os Rolling Stones e Cher ajudaram a elevar as vendas de ingressos de shows na América do Norte para o valor recorde de 2,1 bilhões de dólares no ano passado, graças a fãs que desembolsaram até 350 dólares cada pelo privilégio de assistir a seus ídolos.

De acordo com dados recolhidos pela revista especializada Pollstar, as vendas atingiram um recorde pelo quarto ano consecutivo, tendo crescido cerca de 20 por cento em relação ao 1,75 bilhão de dólares de 2001.

Os preços dos ingressos para os 100 maiores grupos ou artistas atingiram a média de 46,56 dólares, contra a média de 43,86 em 2001.

Mas os grupos e artistas mais famosos cobraram muito mais do que isso. Em sua primeira turnê em nove anos, Paul McCartney foi quem ganhou mais: 103,3 milhões de dólares, segundo a Pollstar. O ex-Beatle cobrou em média 129,92 dólares por ingresso em seus 53 shows, sendo que o mais caro custou 250 dólares.

McCartney ocupa o quarto lugar no ranking histórico de shows nos EUA, atrás dos Rolling Stones (121 milhões de dólares em 1994), U2 (109,7 milhões em 2001) e Pink Floyd (103,5 milhões em 1994).

Os Rolling Stones foram o número 2 em termos de dinheiro ganho em 2002: 87,9 milhões de dólares, cobrando em média 119,20 por ingresso. Nas cidades maiores, porém, os ingressos para seus shows chegaram a custar 350 dólares.

A suposta turnê de despedida da diva pop Cher ficou em terceiro lugar na lista, com vendas totais de 73,6 milhões de dólares e preço médio de ingresso de 71,89 dólares. O preço máximo de seus ingressos foi de mais ou menos 80 dólares.

O duo formado por Billy Joel e Elton John arrecadou 65,5 milhões de dólares, sendo que seus ingressos custaram em média 107,88 dólares.

A Dave Matthews Band ficou em quinto lugar, com 60 milhões de dólares. Seus ingressos custaram em média apenas 39,84 dólares, e mais de 1,5 milhão de fãs pagaram para assistir a seus 77 concertos.

Para 2003, há shows previstos de outros grupos veteranos dos anos 1970, como Fleetwood Mac e The Eagles. Além disso, circulam informações não confirmadas sobre um suposto reencontro dos três membros sobreviventes do grupo de rock inglês Led Zeppelin, que se desfez após a morte do baterista John Bonham, em 1980.

Completaram os Top 10 do ano em termos de receitas de shows Bruce Springsteen e a E Street Band, na sexta colocação, Aerosmith na sétima, Creed na oitava, Neil Diamond na nona e The Eagles na décima.

Comentários

Não há comentários.

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet