ATENÇÃO! Este fórum encontra-se desativado. Por favor, leia o anúncio.

Voltar   Fóruns da Ultraviolet > Outros Assuntos > Pub
Esqueci meu nome ou senha
Perguntas Freqüentes Membros Calendário Busca Mensagens de Hoje Marcar Fórums como Lidos

 
 
Ferramentas do Tópico
  #1  
Velha 03/05/2005, 19h17
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

Muita gente acha um porre ficar lendo textos no pc, mas quem gosta e tem bons textos coloquem aqui.


Aqui estão alguns conceitos que Bill Gates recentemente ditou em conferencia em uma escola secundaria sobre 11 coisas que estudantes não aprenderiam na escola.E como esta política tem levado as pessoas a falharem em suas vidas posteriores a escola.
Muito conciso, todos esperavam que ele fosse fazer um discurso de uma hora ou mais... ele falou por menos de 5 minutos, foi aplaudido por mais de 10 minutos sem parar, agradeceu e foi embora em seu helicóptero...

Regra 1
A vida não é fácil. Acostume-se com isso.
Regra 2
O mundo não esta preocupado com a sua auto estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele ANTES de sentir-se bem com você mesmo.
Regra 3
Você não ganhara R$ 20.000 por mês assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone a disposição antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.
Regra 4
Se você acha seu professor rude, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.
Regra 5
Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não esta abaixo de sua posição social. Seus avós tem uma palavra diferente para isso: eles chamam de oportunidade.
Regra 6
Se você fracassar, não é culpa de seus pais. Então não lamente seus erros, aprenda com eles.
Regra 7
Antes de você nascer, seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as suas contas, lavar suas roupas e ouvir voce dizer que eles são " ridículos". Então antes de salvar o planeta para a próxima geração querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente limpar seu próprio quarto.
Regra 8
Sua escola pode ter eliminado a distancia entre vencedores e perdedores, mas, a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente NADA na vida real. Se pisar na bola, esta despedido, RUA !!!!!! faça certo da primeira vez.


Regra 9
A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que os outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período.
Regra 10
Televisão NÃO é vida real. Na vida real, as pessoas tem que deixar o barzinho ou a boate e ir trabalhar.
Regra 11
Seja legal com os CDFs ( aqueles estudantes que os demais julgam que são retículos). Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar PARA um deles.

Última edição feita por perilima em 03/05/2005 às 19h20.
  #2  
Velha 04/05/2005, 01h13
Avatar de MOSQUINHA
MOSQUINHA MOSQUINHA está offline
Bassists do it better
 
Data de Registro: abril de 2004
Local: brasileira, morei em buenos aires, e agora estou morando em Montreal.
Mensagens: 4.396
Padrão

Esse ta muito bom, gostei.
  #3  
Velha 04/05/2005, 13h12
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

O texto é meio grande mas vale a pena


CRISTÓVÃO BUARQUE E A AMAZÔNIA

Durante debate em uma Universidade, nos Estados Unidos, o ex-governador do Distrito Federal, CRISTOVÃO BUARQUE, foi questionado sobre o que pensava da internacionalização da Amazônia. O jovem americano introduziu sua pergunta dizendo que esperava a resposta de um humanista e não de um brasileiro. Esta foi a resposta do Sr. Cristovão Buarque:

"De fato, como brasileiro eu simplesmente falaria contra a internacionalização da Amazônia. Por mais que nossos governos não tenham o devido cuidado com esse patrimônio, ele é nosso. Como humanista, sentindo o risco da degradação ambiental que sofre a Amazônia, posso imaginar a sua internacionalização, como também de tudo o mais que tem importância para a humanidade.
Se a Amazônia, sob uma ética humanista, deve ser internacionalizada, internacionalizemos também as reservas de petróleo do mundo inteiro. O petróleo é tão importante para o bem-estar da humanidade quanto a Amazônia para o nosso futuro. Apesar disso, os donos das reservas sentem-se no direito de aumentar o diminuir a extração de petróleo e subir ou não o seu preço.
Da mesma forma, o capital financeiro dos países ricos deveria ser internacionalizado Se a Amazônia é uma reserva para todos os seres humanos, ela não pode ser queimada pela vontade de um dono, ou de um país. Queimar a Amazônia é tão grave quanto o desemprego provocado pelas decisões arbitrárias dos especuladores globais. Não podemos deixar que as Reservas financeiras sirvam para queimar países inteiros na volúpia da especulação.
Antes mesmo da Amazônia, eu gostaria de ver a internacionalização de todos os grandes museus do mundo. O Louvre não deve pertencer apenas à França. Cada museu do mundo é guardião das mais belas peças produzidas pelo gênio humano.
Não se pode deixar esse patrimônio cultural, como o patrimônio natural amazônico, seja manipulado e destruído pelo gosto de um proprietário ou de um país. Não faz muito, um milionário japonês, decidiu enterrar com ele, um quadro de um grande mestre. Antes disso, aquele quadro deveria ter sido internacionalizado.
Durante este encontro, as Nações Unidas estão realizando o Fórum do Milênio, mas alguns presidentes de países tiveram dificuldades em comparecer por constrangimentos na fronteira dos EUA.
Por isso, eu acho que Nova York, como sede das Nações Unidas, deve ser internacionalizada. Pelo menos Manhatan deveria pertencer a toda a Humanidade. Assim como Paris, Veneza, Roma, Londres, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, cada cidade, com sua beleza específica, sua historia do mundo, deveria pertencer ao mundo inteiro.
Se os EUA querem internacionalizar a Amazônia, pelo risco de deixá-la nas mãos de brasileiros, internacionalizemos todos os arsenais nucleares dos EUA. Até porque eles já demonstraram que são capazes de usar essas armas, provocando uma destruição milhares de vezes maior do que as lamentáveis queimadas feitas nas florestas do Brasil.
Nos seus debates, os atuais candidatos a presidência dos EUA tem defendido a idéia de internacionalizar as reservas florestais do mundo em troca da dívida. Comecemos usando essa dívida para garantir que cada criança do Mundo tenha possibilidade de COMER e de ir a escola. Internacionalizemos as crianças tratando-as, todas elas, não importando o país onde nasceram, como patrimônio que merece cuidados do mundo inteiro. Ainda mais do que merece a Amazônia. Quando os dirigentes tratarem as crianças pobres do mundo como um patrimônio da Humanidade, eles não deixarão que elas trabalhem quando deveriam estudar, que morram quando deveriam viver.
Como humanista, aceito defender a internacionalização do mundo.
Mas, enquanto o mundo me tratar como brasileiro, lutarei para que a Amazônia seja nossa. Só nossa!".
Cristóvão Buarque
_____
OBS: Esta matéria foi publicada no New York Times/Washington Post, Today e nos maiores jornais da Europa e Japão. No Brasil ela não foi publicada...

Última edição feita por perilima em 04/05/2005 às 13h17.
  #4  
Velha 05/05/2005, 11h12
Avatar de Trampoline
Trampoline Trampoline está offline
Too much is not enough!
 
Data de Registro: setembro de 2003
Local: Pindamonhangaba - SP
Mensagens: 1.241
Padrão

É um texto muito bom, mas eu já o li a alguns anos, sendo sua autoria atribuída a um índio.
Isso me parece hoax.
  #5  
Velha 06/05/2005, 20h09
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

trampoline, esta é mesmo do Cristovão Buarque, tenho aqui uma carta de um indio que vc pode estar confundino:


CARTA DO ÍNDIO
Chefe Seatle

No ano de 1854, o presidente dos Estados Unidos fez a uma tribo indígena a proposta de comprar grande parte de suas terras, oferecendo, em contrapartida, a concessão de uma outra reserva. A CARTA DO ÍNDIO é a resposta dada pelo Chefe Seatle a essa proposta. Posteriormente foi distribuída pela ONU em todo o mundo e é considerada um dos mais belos e profundos pronunciamentos já feitos a respeito do Meio Ambiente.

“ Como é que se pode comprar ou vender o céu, o calor da terra ? Essa idéia nos parece estranha. Se não possuímos o frescor do ar e o brilho da água, como é possível comprá-los ?

Cada pedaço desta terra é sagrada para meu povo. Cada ramo brilhante de um pinheiro, cada punhado de areia das praias, a penumbra da floresta densa, cada clareira e inseto a zumbir são sagrados na memória e experiência de meu povo. A seiva que percorre o corpo das árvores carrega consigo as lembranças do homem vermelho.

Os mortos do homem branco esquecem sua terra de origem quando vão caminhar entre as estrelas. Nossos mortos jamais esquecem esta bela terra, pois é a mãe do homem vermelho. Somos parte da terra e ela faz parte de nós. As flores perfumadas são nossas irmãs; o cervo, o cavalo, a grande águia, são nossos irmãos. Os picos rochosos, os sulcos úmidos nas campinas, o calor do corpo do potro, e o homem – todos pertencem à mesma família.

Portanto, quando o Grande Chefe em Washington manda dizer que deseja comprar nossa terra, pede muito de nós. O Grande Chefe diz que nos reservará um lugar onde possamos viver satisfeitos. Ele será nosso pai e nós seremos seus filhos. Portanto, nós vamos considerar sua oferta de comprar a nossa terra. Mas isso não será fácil. Esta terra é sagrada para nós.

Essa água brilhante que escorre nos riachos e rios não é apenas água, mas o sangue de nossos antepassados. Se lhe vendermos a terra, vocês devem lembrar-se de que ela é sagrada, e devem ensinar as suas crianças que ela é sagrada e que cada reflexo nas águas límpidas dos lagos fala de acontecimentos e lembranças da vida do meu povo. O murmúrio das águas é a voz de meus ancestrais.

Os rios são nossos irmãos, saciam nossa sede. Os rios carregam nossas canoas e alimentam nossas crianças. Se lhes vendermos nossa terra, vocês devem lembrar e ensinar a seus filhos que os rios são nossos irmãos e seus também. E, portanto, vocês devem dar aos rios a bondade que dedicam a qualquer irmão.

Sabemos que o homem branco não compreende nossos costumes. Uma porção da terra, para ele, tem o mesmo significado que qualquer outra, pois é um forasteiro que vem à noite e extrai da terra aquilo de que necessita. A terra não é sua irmã, mas sua inimiga, e quando ele a conquista, prossegue seu caminho. Deixa para trás os túmulos de seus antepassados e não se incomoda. Rapta da terra aquilo que seria de seus filhos e não se importa. A sepultura de seu pai e os direitos de seus filhos são esquecidos. Trata sua mãe, a terra, e seu irmão, o céu, como coisas que possam ser compradas, saqueadas, vendidas como carneiros ou enfeites coloridos. Seu apetite devorará a terra, deixando somente um deserto.

Eu não sei, nossos costumes são diferentes dos seus. A visão de suas cidades fere os olhos do homem vermelho. Talvez seja porque o homem vermelho é um selvagem e não compreenda.

Não há lugar quieto nas cidades do homem branco. Nenhum lugar onde se possa ouvir o desabrochar de folhas na primavera ou o bater das asas de um inseto. Mas talvez seja porque eu sou um selvagem e não compreendo. O ruído parece somente insultar os ouvidos. E o que resta da vida se um homem não pode ouvir o choro solitário de uma ave ou o debate dos sapos ao redor de uma lagoa, à noite? Eu sou um homem vermelho e não compreendo. O índio prefere o suave murmúrio do vento encrespando a face do lago, e o próprio vento, limpo por uma chuva diurna ou perfumado pelos pinheiros.

O ar é precioso para o homem vermelho, pois todas as coisas compartilham o mesmo sopro – o animal, a árvore, o homem, todos compartilham o mesmo sopro. Parece que o homem branco não sente o ar que respira. Como um homem agonizante há vários dias, é insensível ao mau cheiro. Mas se vendermos nossa terra ao homem branco, ele deve lembrar que o ar é precioso para nós, que o ar compartilha seu espírito com toda vida que mantém. O vento que deu a nosso avô seu primeiro inspirar também receber seu último suspiro. Se lhe vendermos nossa terra, vocês devem mantê-la intacta e sagrada, como um lugar onde até o homem branco possa ir saborear o vento açucarado pelas flores dos prados.

Portanto, vamos meditar sobre sua oferta de comprar nossa terra. Se decidirmos aceitar, imporei uma condição : o homem branco deve tratar os animais desta terra como seus irmãos.

Sou um selvagem e não compreendo qualquer outra forma de agir. Vi um milhar de búfalos apodrecendo na planície, abandonados pelo homem branco que os alvejou de um trem ao passar. Eu sou um selvagem e não compreendo como é que o fumegante cavalo de ferro pode ser mais importante que o búfalo, que sacrificamos somente para permanecer vivos.

O que é o homem sem os animais? Se todos os animais se fossem, o homem morreria de uma grande solidão de espírito. Pois o que ocorre com os animais, breve acontece com o homem. Há uma ligação em tudo.

Vocês devem ensinar às suas crianças que o solo a seus pés é a cinza de nossos avós. Para que respeitem a terra, digam a seus filhos que ela foi enriquecida com as vidas de nosso povo. Ensinem as suas crianças o que ensinamos às nossas, que a terra é nossa mãe. Tudo que acontecer à terra, acontecerá aos filhos da terra. Se os homens cospem no solo, estão cuspindo em si mesmos.

Isto sabemos : a terra não pertence ao homem; o homem pertence à terra. Isto sabemos : todas as coisas estão ligadas como o sangue que une uma família. Há uma ligação em tudo.

O que ocorrer com a terra recairá sobre os filhos da terra. O homem não tramou o tecido da vida; ele é simplesmente um de seus fios. Tudo que fizer ao tecido, fará a si mesmo.

Mesmo o homem branco, cujo Deus caminha e fala com ele de amigo para amigo, não pode estar isento do destino comum. É possível que sejamos irmãos, apesar de tudo. Veremos. De uma coisa estamos certos – e o homem branco poderá vir a descobrir um dia: nosso Deus é o mesmo Deus. Vocês podem pensar que O possuem, como desejam possuir nossa terra; mas não é possível. Ele é o Deus do homem, e Sua compaixão é igual para o homem vermelho e para o homem branco. A terra lhe é preciosa, e feri-la é desprezar seu criador. Os brancos também passarão; talvez mais cedo que todas as outras tribos. Contaminem suas camas, e uma noite serão sufocados pelos próprios dejetos.

Mas quando de sua desaparição, vocês brilharão intensamente, iluminados pela força de Deus que os trouxe a esta terra e por alguma razão especial lhes deu o domínio sobre a terra e sobre o homem vermelho. Esse destino é um mistério para nós, pois não compreendemos que todos os búfalos sejam exterminados, os cavalos bravios sejam todos domados, os recantos secretos da floresta densa impregnada do cheiro de muitos homens, e a visão dos morros obstruída por fios que falam. Onde está o arvoredo? Desapareceu. É o final da vida e o começo da sobrevivência.
  #6  
Velha 07/05/2005, 03h15
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

DESEJO



Desejo primeiro que você ame e que, amando, também seja amado.
E que se não for, que seja breve em esquecer, e esquecendo não guarde mágoa.
Desejo pois que não seja assim, mas se for, saiba ser sem desesperar.
Desejo também que tenha amigos, que mesmo maus e inconseqüentes sejam corajosos e fiéis, e que em pelo menos um deles você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim, desejo ainda que você tenha inimigos. Nem muitos, nem poucos, mas na medida exata para que, algumas vezes, você se interpele a respeito de suas próprias certezas. E que entre eles haja pelo menos um que seja justo, para que não se sinta demasiado seguro.
Desejo depois que você seja útil, mas não insubstituível. E que nos maus momentos, quando não restar mais nada, essa utilidade seja suficiente para manter você em pé.
Desejo ainda que você seja tolerante, não com os que erram pouco, porque isso é fácil, mas com os que erram muito e irremediavelmente, e que fazendo bom uso dessa tolerância, você sirva de exemplo aos outros.
Desejo que você, sendo jovem, não amadureça depressa demais, e que sendo maduro, não insista em rejuvenescer, e que sendo velho não se dedique ao desespero. Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor, e é preciso deixar que eles escorram entre nós.
Desejo que você seja triste, não o ano todo, mas apenas um dia, mas que, nesse dia, descubra que o riso diário é bom; o riso habitual é insosso e o riso constante é insano.
Desejo que você descubra, com o máximo de urgência, acima e a despeito de tudo, que existem oprimidos, injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.
Desejo ainda que você afague um gato, alimente um cuco e ouça o joão-de-barro erguer triunfante o seu canto matinal; porque assim você se sentirá bem por nada.
Desejo que você plante uma semente, por mais minúscula que seja, e acompanhe o seu crescimento, para que você saiba de quantas muitas vidas é feita uma árvore.
Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro, porque é preciso ser prático. E que pelo menos uma vez por ano coloque um pouco dele na sua frente e diga: isso é meu, só para que fique bem claro quem é dono de quem.
Desejo também que nenhum dos seus afetos morra, por eles e por você, mas que, se morrer, você possa chorar sem se lamentar e sofrer sem se culpar.
Desejo, por fim, que você, sendo um homem, tenha uma boa mulher, e que, sendo mulher, tenha um bom homem, e que se amem hoje, amanhã e no dia seguinte, e quando estiverem exaustos e sorridentes, ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer, não tenho mais nada a te desejar.

Victor Hugo

O frejat já musicou uma parte deste poema.
  #7  
Velha 07/05/2005, 17h07
Avatar de The_Passenger
The_Passenger The_Passenger está offline
MISS SARAJEVO!!
 
Data de Registro: setembro de 2004
Local: Sp capital
Mensagens: 1.351
Padrão

Lindo esse texto do Victor Hugo...
  #8  
Velha 07/05/2005, 18h36
Avatar de Sami
Sami Sami está offline
Passenger
 
Data de Registro: novembro de 2004
Mensagens: 233
Padrão

Talvez muitos já tenham lido, mas não deixa de ser bom

Manual Da Sobrevivencia

”Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e bem promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanha pelo incerto demais para os planos e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoa-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva um certo tempo para construir confiança e apenas segundos para destruí-la e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá peço resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem tem da vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar os amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa ou nada e teremos bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com que você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa... Por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a ultima vez que a vejamos. Aprende que as circunstâncias se os ambientes têm influencia sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo e se você não sabe onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita pratica. Descobre que algumas vezes as pessoas que você espera que o chute quando você cria, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a se perdoar. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento coordenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára pra que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... Que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe... Depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante a vida!”

W. Shakespeare
  #9  
Velha 07/05/2005, 19h16
Avatar de Lara Hewson
Lara Hewson Lara Hewson está offline
"I...I don't care."
 
Data de Registro: outubro de 2003
Local: Paulista - Pernambuco
Mensagens: 7.989
Padrão

Um trecho do livro "O dia do Curinga"

Riqueza, prestígio, tudo pode ser perdido, a felicidade em seu coração pode ser diminuída, mas estará sempre lá enquanto você viver, para torná-lo feliz de novo.

Sempre que estiver sozinho ou triste, tente ir para o sótão num dia lindo e olhar para fora, não para as casas e os telhados, mas para o céu.
Enquanto puder olhar sem medo para o céu, saberá que é puro por dentro, e encontrará a felicidade outra vez.


Muito bons os textos que vocês botaram
  #10  
Velha 08/05/2005, 10h05
Avatar de Nani Violet
Nani Violet Nani Violet está offline
Babyface Mullen
 
Data de Registro: março de 2004
Local: São Paulo
Mensagens: 2.804
Padrão

"It is absurd to divide people into good and bad. People are either charming or tedious." Oscar Wilde

Aliás, tô lendo O Retrato de Dorian Gray. Fantástico!

Última edição feita por Nani Violet em 08/05/2005 às 10h09.
  #11  
Velha 11/05/2005, 18h48
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

RECADO AO SENHOR 903

Vizinho
Quem fala aqui é o homem do 1003. Recebi outro dia, consternado, a visita do zelador, que me mostrou a carta em que o senhor reclamava contra o barulho em meu apartamento. Recebi depois a sua própria visita pessoal - devia ser meia noite - e a sua veemente reclamação verbal. Devo dizer que estou desolado com tudo isso, e lhe dou inteira razão. O regulamento do prédio e explícito e, se não o fosse, o senhor ainda teria ao seu lado a Lei e a Polícia. Quem trabalha o dia inteiro tem direito ao repouso noturno e é impossível repousar no 903 quando há vozes, passos e músicas no 1003. Ou melhor: é impossível ao 903 dormir quando o 1003 se agita; pois como não sei o seu nome nem o senhor sabe o meu, ficamos reduzidos a ser dois números empilhados entre dezenas de outros. Eu, 1003, me limito a Leste pelo 1005, a Oeste pelo 1001, ao Sul pelo Oceano Atlântico, ao Norte pelo 1004, ao alto pelo 1103 e embaixo pelo 903- que é o senhor. Todos esses números são comportados e silenciosos; apenas eu e o oceano Atlântico fazemos algum ruído e funcionamos fora dos horários civis; nós dois apenas nos agitamos e bramimos ao sabor da maré, dos ventos e da lua. Prometo sinceramente adotar, depois das 22 horas, de hoje em diante, um comportamento de manso lago azul. Prometo. Quem vier à minha casa ( perdão: ao meu número ) será convidado a se retirar às 21:45, e explicarei: o 903 precisa repousar das 22 às 7 pois às 8:15 deve deixar o 783 para tomar o 109 que o levará até o 527 de outra rua, onde ele trabalha na sala 305. Nossa vida, vizinho, está toda numerada: e reconheço que ela só pode ser tolerável quando um número não incomoda outro número, mas o respeita, ficando dentro dos limites de seus algarismos. Peço-lhe desculpas - e prometo silêncio.
• . . . Mas que me seja permitido sonhar com outra vida e outro mundo, em que um homem batesse à porta do outro e dissesse: "Vizinho, são 3 horas da manhã e ouvi música em tua casa. Aqui estou". E o outro respondesse: "Entra, vizinho, e come de meu pão e bebe de meu vinho. Aqui estamos todos a bailar e cantar, pois descobrimos que a vida é curta e a lua é bela".
• E o homem trouxesse sua mulher, e os dois ficassem entre os amigos e amigas do vizinho entoando canções para agradecer a Deus o brilho das estrelas e murmúrio da brisa nas árvores, e o dom da vida, e a amizade entre os humanos, e o amor e a paz.
•
• ( BRAGA, Rubem. In: Para gostar de ler.)
  #12  
Velha 11/05/2005, 20h12
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

Citação:
Originalmente Escrito por Sami
Talvez muitos já tenham lido, mas não deixa de ser bom

Manual Da Sobrevivencia

”Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e bem promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanha pelo incerto demais para os planos e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoa-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva um certo tempo para construir confiança e apenas segundos para destruí-la e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá peço resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem tem da vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar os amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa ou nada e teremos bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com que você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa... Por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a ultima vez que a vejamos. Aprende que as circunstâncias se os ambientes têm influencia sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo e se você não sabe onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita pratica. Descobre que algumas vezes as pessoas que você espera que o chute quando você cria, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a se perdoar. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento coordenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára pra que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... Que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe... Depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante a vida!”

W. Shakespeare
Belíssimo!! Já tinha lido uma parte, mas não tudo.
  #13  
Velha 12/05/2005, 19h35
Avatar de PCALIFORNIA
PCALIFORNIA PCALIFORNIA está offline
VOVÓ SIMPATIA![Mafia's member]
 
Data de Registro: setembro de 2003
Local: Longe pra caralho! LOST
Mensagens: 4.374
Padrão

meu texto é curto e singelo...

" era uma vez uma vaca vitória soltou um pum e acabou a história!"
  #14  
Velha 16/05/2005, 01h12
Avatar de Dany Hewson
Dany Hewson Dany Hewson está offline
Passenger
 
Data de Registro: janeiro de 2005
Mensagens: 199
Padrão

Lenda judaica

Deus convidou um Rabino para conhecer o céu e o inferno.

Ao abrirem a porta do inferno viram uma sala. No centro dela havia um caldeirão onde se cozinhava uma suculenta sopa. Em volta, estavam sentadas pessoas famintas e desesperadas.

Cada uma delas segurava uma colher de cabo tão comprido, que lhes permitia alcançar o caldeirão, mas não suas próprias bocas. O sofrimento era imenso.

Em seguida, Deus levou o Rabino para conheceer o céu.

Entraram em uma sala idêntica à primeira: havia o mesmo caldeirão, as pessoas em volta, as colheres de cabo comprido. A diferença é que todos estavam saciados.

Disse o Rabino: "Eu não compreendo, por que aqui as pessoas estão felizes, enquanto na outra sala morrem de aflição, se tudo é igual?".

Deus sorriu e respondeu: "Você não percebeu?
É porque aqui eles aprenderam a dar comida uns aos outros".
  #15  
Velha 12/06/2005, 20h40
Avatar de Dany Hewson
Dany Hewson Dany Hewson está offline
Passenger
 
Data de Registro: janeiro de 2005
Mensagens: 199
Padrão

Faça valer a pena !!!

O grande barato da vida é olhar pra trás e sentir orgulho da sua história. O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e AGORA! Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o bolo sola, o pneu fura, chove demais. Mas... Pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia? Às vezes se espera demais das pessoas... Normal. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou... Normal. Todos nós devemos transformar tudo em uma boa experiência. O nosso desejo não se realizou? Beleza, não tava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento (me lembro de uma frase): "Cuidado com seus desejos, eles podem se tornar realidade". Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Acredito que ou nos conformamos com a falta de algumas coisas, ou não esforçamos para realizar todas as nossas loucuras...seu eu fosse vc...tentaria realizá-las. + seja forte o suficiente para enfrentar os obstáculos; paciente para saber esperar o resultado; e capaz de reconhecer, no final de tudo, seu esforço e ver que ele não foi em vão. No final de cada jornada (a vida é cheia delas) olhe pra trás e enxergue uma vida maravilhosa, cheia de alegrias, viagens, sorrisos, amores, paixões, beijos, abraços, amigos, realizações, conquistas. Tenha inúmeros bons momentos dos quais relembrar; veja o por do sol e o seu nascer; tenha também momentos difíceis (eles nos ensinam a crescer). Tenha noites de insônia, daquelas que acabam virando momentos refletores da nossa vida. Tenha noites de poucas horas de sono, por causa daquela tão esperada balada. Ao olhar pra trás veja que cometeu loucuras em certos momentos, mas que também tenha agido com consciência em outros... A vida precisa de um pouco de equilíbrio, afinal, quanto mais tempo passa, mais problemas temos que enfrentar... Chore quando for precisou desabafar aquela agonia incontrolável. Se sinta cansado, exausto de tanto pular, gritar, dançar e cantar.... E que no fim da noite vc pense: VALEU A PENA!!!!!
  #16  
Velha 22/07/2005, 00h29
Avatar de Sami
Sami Sami está offline
Passenger
 
Data de Registro: novembro de 2004
Mensagens: 233
Padrão

Ressucitando esse tópico, q é mega legal, com um texto muuito bom, LEIAM E PRATIQUEM

Insanidade Construtiva
- No seu horário de almoço, sente-se no seu carro estacionado, coloque seus óculos escuros e aponte um secador de cabelos para os carros que passam. Veja se eles diminuem a velocidade.
- Insista que o seu e-mail é: Xena.Princesa.Guerreira@nomedaempresa.com.br ou ..... Elvis.O.Rei@nomedaempresa.com.br .
- Encorage seus colegas de sala para fazer uma dança de cadeiras sincronizada com você.
- Desenvolva um estranho medo de grampeadores.
- Coloque café descafeinado na máquina de café por três semanas. Quando todos tiverem superado o vício à cafeína, mude para expresso.
- No canhoto de todos os seus cheques escreva "Ref. favores sexuais".
- Sempre que alguém lhe falar alguma coisa, responda com... "isso é o que você pensa".
- Termine todas as suas frases com ...."de acordo com a profecia".
- Ajuste a brilho do seu monitor para o que o nível dele ilumine toda a área de trabalho. Insista com os outros que você gosta desse jeito.
- Não use pontuações.
- Sempre que possível, pule ao invés de andar.
- Pergunte às pessoas de que sexo elas são. Ria histericamente depois que elas responderem.
- Quando estiver em um "drive-thru", especifique que o pedido é para viagem.
- Cante junto na ópera.
- Mande e-mails para o resto da empresa para dizer o que você está fazendo. Por exemplo: "Se precisarem de mim, estarei no banheiro, cabine 3".
- Coloque uma tela de mosquitos ao redor do seu cubículo. Toque um CD com sons da floresta durante o dia inteiro.
- Com cinco dias de antecedência, avise seus amigos que você não pode ir à festa deles porque não está no clima.
- Quando sair dinheiro do caixa eletrônico, grite.
- Ao sair do Zoo, corra na direção do estacionamento gritando: "Salve-se quem puder, eles estão soltos!".
- Fale para o seu chefe... "são as vozes na minha cabeça".
- Na hora do jantar, anuncie para os seus filhos: "Devido à nossa situação econômica, teremos de mandar um de vocês embora".
- A última coisa pra um nível de insanidade perfeito é: espalhe, prolifere, dissemine essas idéias!!!!
  #17  
Velha 22/07/2005, 11h40
Avatar de The_Passenger
The_Passenger The_Passenger está offline
MISS SARAJEVO!!
 
Data de Registro: setembro de 2004
Local: Sp capital
Mensagens: 1.351
Padrão

Citação:
Originalmente Escrito por Sami
- Ao sair do Zoo, corra na direção do estacionamento gritando: "Salve-se quem puder, eles estão soltos!".
Talvez eu tente fazer isso

Muito legal o texto Sami, valeu

Última edição feita por The_Passenger em 22/07/2005 às 11h40.
  #18  
Velha 24/07/2005, 11h42
Avatar de husky
husky husky está offline
Ultraviolet
 
Data de Registro: julho de 2004
Mensagens: 1.462
Padrão

ai vai um texto sobre desarmamento!!rs

Para refletir !


História para quem esqueceu, ou nunca soube:
- Em 1929, a União Soviética desarmou a população ordeira. De 1929 a 1953,
cerca de 20 milhões de dissidentes, impossibilitados de se defenderem, foram
caçados e exterminados;

Pessoas indefesas caçadas e exterminadas nos países acima, no século XX,
após o desarmamento da população ordeira, sem que pudessem se defender: 56
milhões.

Há doze meses o governo da Austrália editou uma lei obrigando o
proprietários de armas a entregá-las para destruição. 640.381 armas foram
entregues e destruídas, num programa que custou aos contribuintes mais de
US$ 500 milhões. Os resultados, no primeiro ano, foram os seguintes: Os
homicídios subiram 3.2%, as agressões 8.6%, os assaltos a mão armada 44%.
Somente no estado de Victoria, os homicídios subiram 300%. Houve ainda um
dramático aumento no número de invasões de residências e agressões a idosos.
Os políticos australianos estão perdidos, sem saber como explicar aos
eleitores a deterioração da segurança pública, após os esforços e gastos
monumentais destinados a
"livrar das armas a sociedade australiana". Naturalmente, a população
ordeira entregou suas armas, enquanto os criminosos ignoraram essa lei, como
já ignoravam as demais.

O mesmo está acontecendo no Reino Unido. País tradicionalmente tranquilo,
onde até a polícia andava desarmada, adotou o desarmamento da população
ordeira. Pesquisa realizada pelo Instituto Inter-regional de Estudos de
Crime e Justiça das Nações Unidas revela que
Londres hoje é considerada a capital do crime na Europa. Os índices de
crimes a mão armada na Inglaterra e no País de Gales cresceram 35% logo no
primeiro ano após o
desarmamento. Segundo o governo, houve 9.974 crimes envolvendo armas entre
abril de 2001 e abril de 2002. No ano anterior, haviam sido 7.362 casos.
Os assassinatos com armas de fogo registraram aumento de 32%.
A polícia já está armada.

Nos Estados Unidos, onde a decisão de permitir o porte de armas é adotada
independentemente por cada estado, todos os estados com leis liberais quanto
ao porte de armas pela população ordeira têm índices de crimes violentos em
muito inferiores à média nacional, enquanto os estados com maiores
restrições ostentam índices de crimes violentos expressivamente superiores à
média nacional.
Washington, onde a proibição é total, é a cidade mais violenta dos EUA.

Você não verá as informações acima disseminadas na imprensa local. Com
honrosas exceções, a imprensa está fechada com as ONGs internacionais que
pregam o desarmamento, por mais perigoso e ineficaz, Deus sabe com que
propósitos.

Leis de desarmamento afetam somente a população ordeira.
Em 2003, com a aprovação do absurdo Estatuto do Desarmamento, o Brasil
iniciou o processo de desarmar a população ordeira. Salvo engano, isso quer
dizer Você.
E se você não lutar contra isso, você ou sua família poderão ser as próximas
vítimas indefesas.

Sem armas, somos súditos. Quem desarma a vítima fortalece o agressor.
Na hora do perigo, será que a polícia vai estar lá?
Chamar a polícia pode levar alguns segundos, esperar por ela pode levar o
resto da sua vida. Uma arma na mão é melhor que um policial ao telefone.

O Brasil tem a mania de andar na contra-mão da história.
E aqueles que tomam, por nós, as decisões, estão confortavelmente protegidos
pelo aparato de segurança do Estado, circulando em carros blindados, tudo
pago pelo nosso
dinheiro. A única coisa que temem é o uso consciencioso do voto. Do nosso
voto.

Quem não luta pelos seus direitos, não tem direitos.
Escolha bem na hora de votar, exija o compromisso de cada candidato com a
sua segurança.

Não atire para matar, mas atire para ficar vivo.
Criminosos adoram o desarmamento das vítimas. Faz a atividade deles muito
mais segura
  #19  
Velha 24/07/2005, 14h53
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

Citação:
Originalmente Escrito por husky
ai vai um texto sobre desarmamento!!rs

Para refletir !


História para quem esqueceu, ou nunca soube:
- Em 1929, a União Soviética desarmou a população ordeira. De 1929 a 1953,
cerca de 20 milhões de dissidentes, impossibilitados de se defenderem, foram
caçados e exterminados;

Pessoas indefesas caçadas e exterminadas nos países acima, no século XX,
após o desarmamento da população ordeira, sem que pudessem se defender: 56
milhões.

Há doze meses o governo da Austrália editou uma lei obrigando o
proprietários de armas a entregá-las para destruição. 640.381 armas foram
entregues e destruídas, num programa que custou aos contribuintes mais de
US$ 500 milhões. Os resultados, no primeiro ano, foram os seguintes: Os
homicídios subiram 3.2%, as agressões 8.6%, os assaltos a mão armada 44%.
Somente no estado de Victoria, os homicídios subiram 300%. Houve ainda um
dramático aumento no número de invasões de residências e agressões a idosos.
Os políticos australianos estão perdidos, sem saber como explicar aos
eleitores a deterioração da segurança pública, após os esforços e gastos
monumentais destinados a
"livrar das armas a sociedade australiana". Naturalmente, a população
ordeira entregou suas armas, enquanto os criminosos ignoraram essa lei, como
já ignoravam as demais.

O mesmo está acontecendo no Reino Unido. País tradicionalmente tranquilo,
onde até a polícia andava desarmada, adotou o desarmamento da população
ordeira. Pesquisa realizada pelo Instituto Inter-regional de Estudos de
Crime e Justiça das Nações Unidas revela que
Londres hoje é considerada a capital do crime na Europa. Os índices de
crimes a mão armada na Inglaterra e no País de Gales cresceram 35% logo no
primeiro ano após o
desarmamento. Segundo o governo, houve 9.974 crimes envolvendo armas entre
abril de 2001 e abril de 2002. No ano anterior, haviam sido 7.362 casos.
Os assassinatos com armas de fogo registraram aumento de 32%.
A polícia já está armada.

Nos Estados Unidos, onde a decisão de permitir o porte de armas é adotada
independentemente por cada estado, todos os estados com leis liberais quanto
ao porte de armas pela população ordeira têm índices de crimes violentos em
muito inferiores à média nacional, enquanto os estados com maiores
restrições ostentam índices de crimes violentos expressivamente superiores à
média nacional.
Washington, onde a proibição é total, é a cidade mais violenta dos EUA.

Você não verá as informações acima disseminadas na imprensa local. Com
honrosas exceções, a imprensa está fechada com as ONGs internacionais que
pregam o desarmamento, por mais perigoso e ineficaz, Deus sabe com que
propósitos.

Leis de desarmamento afetam somente a população ordeira.
Em 2003, com a aprovação do absurdo Estatuto do Desarmamento, o Brasil
iniciou o processo de desarmar a população ordeira. Salvo engano, isso quer
dizer Você.
E se você não lutar contra isso, você ou sua família poderão ser as próximas
vítimas indefesas.

Sem armas, somos súditos. Quem desarma a vítima fortalece o agressor.
Na hora do perigo, será que a polícia vai estar lá?
Chamar a polícia pode levar alguns segundos, esperar por ela pode levar o
resto da sua vida. Uma arma na mão é melhor que um policial ao telefone.

O Brasil tem a mania de andar na contra-mão da história.
E aqueles que tomam, por nós, as decisões, estão confortavelmente protegidos
pelo aparato de segurança do Estado, circulando em carros blindados, tudo
pago pelo nosso
dinheiro. A única coisa que temem é o uso consciencioso do voto. Do nosso
voto.

Quem não luta pelos seus direitos, não tem direitos.
Escolha bem na hora de votar, exija o compromisso de cada candidato com a
sua segurança.

Não atire para matar, mas atire para ficar vivo.
Criminosos adoram o desarmamento das vítimas. Faz a atividade deles muito
mais segura
Esta discussão é muito válida, é muito bom ouvir pontos de vista, mesmo que diferentes do nosso.
Gostaria de saber qual a fonte deste texto, pois recebi um texto pela internet parecidissimo com este como se fosse de uma fonte e quando fui pesquisar para um trabalho de faculdade constatei que aquela fonte era falsa.
Antes de acreditar em emails ou correspondencias a respeito do assunto o melhor que podemos fazer é pesquisar, pois como sabemos de um lado a indústria de armas de fogo investe pesado para que a lei não seja aprovada, de outro as ONGs fazem o mesmo para que sejam aprovadas.

Na minha opinião, do jeito que está é que não pode ficar, toda mudança nos traz um pouco de medo, pode ser que a proibição das armas de fogo para todos aumente a violencia, é um risco que corremos, mas eu acredito que uma arma dentro de casas não diminuirá violencia, pois como sabemos um ladrão quando entra em uma casa faz da surpresa a sua maior arma e desta forma nada adiantará uma arma escondida dentro de um guarda-roupas, pois nem a oportunidade de pegá-la o ofendido terá, e mais, a probabilidade do bandido ser mais astuto com uma arma na mão é bem maior que a de uma pessoa de bem, pode ser que a pessoa seja morta justamente por portar uma arma de fogo, por exemplo eu pensaria mil vezes antes de dar um tiro, mas um bandido não, tornando-se assim a "arma do bem" muitas vezes a causa de uma morte. E o mais importante na minha opinião é que com a proibição tornará mais dificil uma arma chegar as mãos dos bandidos, claro que a maioria das armas chegam as mãos deles de forma ilicita, mas uma grnade parcela não, também ficaria mais fácil prender alguem que esteja com uma arma, pois não haveriam argumentos do tipo "mas esta arma é legal". Pode ser que eu esteja errado e um dia me arrependa de defender este ponto de vista, mas eu vejo mais casos de pessoas que perderam a vida devido a uma arma que tinha em casa do que pessoas que salvaram suas vidas com as mesmas.
O importante é que haja um estudo sério a respeito do problema e que discussões como esta sejam abertas e sensatas, sem demagogia ou cinismo.

Valeu Husky!! Este assunto é do interesse de todos

Última edição feita por perilima em 24/07/2005 às 14h58.
  #20  
Velha 24/07/2005, 16h42
Avatar de husky
husky husky está offline
Ultraviolet
 
Data de Registro: julho de 2004
Mensagens: 1.462
Padrão

recebi de um email vo ver se consigo a fonte!! >.<

bem...pra mim nao adianta de nada desarmar o povo se nao desarmar os bandidos!...nao sou a favor de armas em casa nem nada,mas tem gente que se sente mais seguro desta forma, assim comos o bandido pensa duas vezes antes de tentar algo, agora ele sabendo que nao vai ter nada do q se preocupar, ele nem pensar 2 vezes vai!!...se junto com o estatuto tivesse uma grande operacao com quem sabe ateh reformulação das policias e do sistema de seguranca com grandes buscas e investigacoes sobre trafico de armar seria muito mais valido!!
  #21  
Velha 26/07/2005, 16h26
Avatar de Boninha Love
Boninha Love Boninha Love está offline
Do you feel loved
 
Data de Registro: novembro de 2004
Local: Jaraguá do Sul - SC
Mensagens: 1.739
Padrão

Achei um texto bem engraçado do Luis Fernado Verissimo

UM DIA DE MODESS NA VIDA DE UM HOMEM

Passei por duras provas para conseguir meu diploma na escola da vida. Mas
para entender as mulheres é preciso um estágio. Nesse quesito, eu sou um
entusiasta da filosofia gelol: "Não basta ter pau, tem que participar!!!"
Por isso, aceitei o desafio de passar um dia com um modess na cueca.

A primeira menção do assunto modess me causa uma vontade de gargalhar
irracional. Pois eu resolvi que já era hora de encarar esse trauma de forma
mais íntima. O primeiro passo foi comprar a pequena fralda na farmácia. Isso
foi fácil. Na verdade, foi até divertido. Fiquei torcendo pra mulher do
caixa perguntar, e eu responder de forma bem "casual":

"É pra sua namorada??? "Não. É pra mim!!!" Só que ninguém nem tchuns, o que
prova que as meninas ficam constrangidas à toa. Na verdade, menstruar é uma
parada normal.

Acontece nas melhores famílias. Comprei um não-sei-o-que "mini". Não ligo
pra grifes, ainda mais de modess. Mas nesse caso, o que importava era o
tamanho. E era mini. Porque, se é pra eu fazer esse papel de usuário de
absorventes, pelo menos que eu não passe por arrombado. E a diferença de
bitola entre o mini e o super é significativa, o que me fez pensar sobre
como algumas mulheres são maiores que as outras...bom.

Comprei também um tablete Valda pra dar uma dechavada básica e fui pra casa
realizar o sacrifício que me tornaria um membro da classe masculina mais
compreensiva com o sexo oposto.

Chegando em casa, fui tentar abrir o pacote. Impulsivo por natureza, homem
não se dá ao trabalho de procurar linhas pontilhadas e, assim sendo, comecei
abrindo errado. A abertura na horizontal tem um porquê, se adapta melhor à
bolsa e deixa o absorvente mais à mão no caso de uma enxurrada inesperada.

Mas eu ignorei, pois não uso bolsa. Ao retirar a peça do invólucro, você tem
que descolar uma abinha para grudar na roupa íntima. Se a menstruação em si
não lhe deixar "incomodada", essa almofada intrusa no seu chakra genital com
certeza vai. Calculei que o centro do modess ficasse na altura da "terra de
ninguém", de forma que ele não invadisse o território peniano. O saco
reclamou um pouco, já que não se tratava de uma cueca duplex com teto solar.

Um pouco de paciência e um pequeno remanejamento espacial e tudo estava
resolvido. A primeira coisa que se pensa ao compor o modelão usando
absorventes externos é: "Será que está marcando?". Por isso é essencial que
você faça tudo com a companhia de um aliado. Assim, você vai poder contar
com um correspondente nos países baixos, que vai lhe avisar caso o modess
cisme em querer se destacar na sua bunda.

Ao sair de casa, fingi que não tinha um objeto parasitário ultrajando a
minha intimidade. Mas parece que está piscando um outdoor na sua testa
avisando "estou de chico". E eu nem tava!!! Que absurdo...

Até encontrar seu aliado(a), é sempre bom dar uma conferida nos reflexos
que você encontrar pelo caminho, como espelhos e vitrines, pra ver se está
marcando. Foda-se a queda na bolsa de Tóquio ou a reforma ministerial. O
que importa é que ninguém perceba que você está naqueles dias. E preocupação
é uma constante. Não dá pra esquecer que seu fundilho está acolchoado.

Ao final de minha jornada, foi um alívio tirar o cuecão e zunir o modess no
lixo. Claro que eu tive o cuidado de dobrá-lo e escondê-lo no canto do lixo,
antes, envolvendo com muito papel higiênico para que ninguém se deparasse
com aquele objeto indesejável depois do almoço. Daí eu entendi por que às
vezes tem um montinho de papel enrolado num canto da cestinha do banheiro.

Iuch! Se eu tivesse que usar isso a cada ciclo, ia ter uma crise
pré-menstrual que ia durar uns trinta dias por mês. E as mulheres nem ganham
adicional por insalubridade.

VOCS SÃO HEROÍNAS...AMO, ADORO VOCS MULHERES MARAVILHOSAS!

Agora dá para entender um "pouco" essa tal de TPM!!!!! Aprendi a ser MAIS
compreensivo.......com vocês. Sintam-se todas acariciadas por mim nestes períodos...

Luis Fernando Verissimo
  #22  
Velha 28/07/2005, 01h50
Avatar de Elise
Elise Elise está offline
Devota de São Bono!...(Take Me Higher)
 
Data de Registro: dezembro de 2004
Local: Belo Horizonte
Mensagens: 1.305
Padrão

Pra falar a verdade acho que nunca nem abri esse top, mas minha prima me mandou esse texto e disse que eu ia ficar no minimo intrigada, e realmente fiquei, e (é claro) lembrei do U2 (na verdade foi do Cd October) :

AGNOSTICISMO
Agnóstico é aquele que não sabe. Eu quando me tornei ateu antes era um cristão protestante. Depois de ser ateu, me tornei agnóstico. Passei de agnóstico passei a teísta e deste a cristão. Não é comum alguém deixar de ser ateu para virar agnóstico. A mudança a partir do teísmo inocente (como o protestantismo puritano, por exemplo) se dá diretamente para o extremo oposto, o do ateísmo convicto. Sendo uma passagem, o agnosticismo é uma conquista do ateu, é quando a pessoa dá um passo rumo à sabedoria socrática. Em seguida, com perseverança, honestidade e alguma sorte, dará outro passo rumo à santidade cristã. E é comum ver agnósticos se tornarem cristãos, como é comum ver agnósticos se interessando pela poesia e sabedoria das religiões. Pessoas assim são os verdadeiros agnósticos. Porém, há falsos agnósticos e há aqueles que nem sabem o que significa o termo (seria o agnosticismo apenas o medo do ridículo?). E desse equívoco [sobre a verdadeira natureza do agnosticismo] surgem as relações equivocadas do agnosticismo com o ateísmo e do agnosticismo com a dúvida, eu inclusive já me equivoquei bastante sobre isto. Ora, para duvidar é preciso saber algo. O agnóstico não sabe, como poderia duvidar? Não saber, porém, não significa "não querer saber", todo mundo quer saber e eis a porta por onde o agnóstico encontrará sua saída (quando se dispuser a sair). O agnóstico como T. H. Huxley definia é um ser anódino, que nada mais é do que um radical cientificista. É, pois, um escravo de sua crença agnóstica. Está piamente convicto de que não se deve seguir doutrina nenhuma, se esquecendo de que isto se constitue em uma doutrina. O agnóstico de Huxley abre mão da pretensão de querer saber. Ora, esta despretensão é totalmente pretensiosa e se constitui também em um suicídio típico das religiões orientais que instituem o nada como a bem-aventurança ou crêem em ciclos eternos de repetições de uma mesma vida ou simplesmente nada falam sobre o sobrenatural. Evidentemente esse modo agnóstico de ser não funciona muito tempo na vida de um ocidental. Nós ocidentais gostamos de algo, fugimos do nada. O ocidental pode até ignorar a própria realidade e tudo o que o cerca, mas jamais ignorará a si mesmo. "Penso, logo existo", cremos muito nisto. Veja bem, o agnóstico crê demais na existência do incognoscível. Ora, isto aí já é o princípio da dúvida. Ele crê que algo há, porém esse algo não seria acessível a ele. Mas não diz que não gostaria que assim o fosse. Evidentemente se se lhe fosse permitido conhecer, ele quereria conhecer e... pronto, foi por água abaixo sua neutralidade. Soma-se a isto, o fato de que agnóstico também é gente, que sente, ama, sofre e deseja. Daí surge uma busca de sentido que no ateísmo até pode ser interditada assumindo-se uma visão cínica e niilista da vida, mas é um sentido que é impossível ser encontrado sem sair por aquela porta do "querer saber" e desvencilhar-se um pouco da própria crença de que é impossível saber. E o agnóstico vê que seu agnosticismo é um estágio legítimo, porém insatisfatório, pois há coisas não-racionais que ele sente e sabe com a mesma certeza de que existe e são coisas que não lhe entraram pelos cinco sentidos nem pela razão. Será que alguém é agnóstico a ponto de não meditar e será que recusa radicalmente qualquer exercício contemplativo? Será que alguém passa a vida a fugir da procura por respostas? E se as perguntas se tornarem cada vez mais altas e resignadamente, se não quiser ficar louco, o agnóstico ouvir a resposta e a resposta certamente será aquela palavrinha bem brega que todos sabemos. "É só isto?" Indagará o agnóstico à voz do Amor. E a resposta virá: "Sou".
ps - post à Dani e à Meg, minhas agnósticas favoritas.

Interessante né??? Eu tô mais pra agnóstica do que pra cristã (ou atéia)....AQUI tem o link do texto e logo depois alguns comentarios de quem leu....
  #23  
Velha 28/07/2005, 02h48
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

Citação:
Originalmente Escrito por Elise
Pra falar a verdade acho que nunca nem abri esse top, mas minha prima me mandou esse texto e disse que eu ia ficar no minimo intrigada, e realmente fiquei, e (é claro) lembrei do U2 (na verdade foi do Cd October) :

AGNOSTICISMO
Agnóstico é aquele que não sabe. Eu quando me tornei ateu antes era um cristão protestante. Depois de ser ateu, me tornei agnóstico. Passei de agnóstico passei a teísta e deste a cristão. Não é comum alguém deixar de ser ateu para virar agnóstico. A mudança a partir do teísmo inocente (como o protestantismo puritano, por exemplo) se dá diretamente para o extremo oposto, o do ateísmo convicto. Sendo uma passagem, o agnosticismo é uma conquista do ateu, é quando a pessoa dá um passo rumo à sabedoria socrática. Em seguida, com perseverança, honestidade e alguma sorte, dará outro passo rumo à santidade cristã. E é comum ver agnósticos se tornarem cristãos, como é comum ver agnósticos se interessando pela poesia e sabedoria das religiões. Pessoas assim são os verdadeiros agnósticos. Porém, há falsos agnósticos e há aqueles que nem sabem o que significa o termo (seria o agnosticismo apenas o medo do ridículo?). E desse equívoco [sobre a verdadeira natureza do agnosticismo] surgem as relações equivocadas do agnosticismo com o ateísmo e do agnosticismo com a dúvida, eu inclusive já me equivoquei bastante sobre isto. Ora, para duvidar é preciso saber algo. O agnóstico não sabe, como poderia duvidar? Não saber, porém, não significa "não querer saber", todo mundo quer saber e eis a porta por onde o agnóstico encontrará sua saída (quando se dispuser a sair). O agnóstico como T. H. Huxley definia é um ser anódino, que nada mais é do que um radical cientificista. É, pois, um escravo de sua crença agnóstica. Está piamente convicto de que não se deve seguir doutrina nenhuma, se esquecendo de que isto se constitue em uma doutrina. O agnóstico de Huxley abre mão da pretensão de querer saber. Ora, esta despretensão é totalmente pretensiosa e se constitui também em um suicídio típico das religiões orientais que instituem o nada como a bem-aventurança ou crêem em ciclos eternos de repetições de uma mesma vida ou simplesmente nada falam sobre o sobrenatural. Evidentemente esse modo agnóstico de ser não funciona muito tempo na vida de um ocidental. Nós ocidentais gostamos de algo, fugimos do nada. O ocidental pode até ignorar a própria realidade e tudo o que o cerca, mas jamais ignorará a si mesmo. "Penso, logo existo", cremos muito nisto. Veja bem, o agnóstico crê demais na existência do incognoscível. Ora, isto aí já é o princípio da dúvida. Ele crê que algo há, porém esse algo não seria acessível a ele. Mas não diz que não gostaria que assim o fosse. Evidentemente se se lhe fosse permitido conhecer, ele quereria conhecer e... pronto, foi por água abaixo sua neutralidade. Soma-se a isto, o fato de que agnóstico também é gente, que sente, ama, sofre e deseja. Daí surge uma busca de sentido que no ateísmo até pode ser interditada assumindo-se uma visão cínica e niilista da vida, mas é um sentido que é impossível ser encontrado sem sair por aquela porta do "querer saber" e desvencilhar-se um pouco da própria crença de que é impossível saber. E o agnóstico vê que seu agnosticismo é um estágio legítimo, porém insatisfatório, pois há coisas não-racionais que ele sente e sabe com a mesma certeza de que existe e são coisas que não lhe entraram pelos cinco sentidos nem pela razão. Será que alguém é agnóstico a ponto de não meditar e será que recusa radicalmente qualquer exercício contemplativo? Será que alguém passa a vida a fugir da procura por respostas? E se as perguntas se tornarem cada vez mais altas e resignadamente, se não quiser ficar louco, o agnóstico ouvir a resposta e a resposta certamente será aquela palavrinha bem brega que todos sabemos. "É só isto?" Indagará o agnóstico à voz do Amor. E a resposta virá: "Sou".
ps - post à Dani e à Meg, minhas agnósticas favoritas.

Interessante né??? Eu tô mais pra agnóstica do que pra cristã (ou atéia)....AQUI tem o link do texto e logo depois alguns comentarios de quem leu....
Agnosticismo na minha opinião é alguem que acredita na impossibilidade de se conhecer algo. Nada nega, pois não se sente capaz de julgar das várias crenças qual é a pertinente, pois para ele, um simples descendente de macacos, impossível seria conhecer de algo que é tão mais amplo (não estou falando de Deus). Têm agnósticos que gostam de estudar sobre as religiões pelo simples fato de serem envoltos por estas crenças, sem a pretenção de desmerecer ou procurar algo útil para si nas mesmas, como tambem têm católicos que estudam sobre o islamismo por exemplo. Na minha concepção agnosticismo merece toda consideração possível, pois se refere a alguém que se assume um verdadeiro ignorante. Aliás quanto mais se lê e estuda mais percebe-se que nada sabe.

"A quantidade de certezas que o homem tem é inversamente proporcional à quantidade de livros que lê"

esta frase diz tudo!!

PS:Não sou ateu nem agnóstico pois acredito em Deus, só não encontrei uma religião que compartilhe com minhas crenças, e diante de tamanha diversidade a respeito da matéria não ousem dizer que estou errado, apenas façam como eu, respeitem, pois talvez com mais leitura eu desvie o meu caminho, portanto não seria nem racional eu faltar com respeito a alguma crença ou a falta dela sendo que um dia poderei ser um deles!!

Última edição feita por perilima em 28/07/2005 às 02h53.
  #24  
Velha 05/10/2005, 22h34
Avatar de Elise
Elise Elise está offline
Devota de São Bono!...(Take Me Higher)
 
Data de Registro: dezembro de 2004
Local: Belo Horizonte
Mensagens: 1.305
Padrão

Hoje eu tirei o dia pra ressucitar...... Mas é esse é legalzinho, me identifiquei porque eu não tenho o menor problema em falar mal do U2.......

Você ama uma banda?

Imagino que sim, uma vez que você tá por aqui. Mais ainda, ESPERO que sim.

Agora você ama uma banda o suficiente para registrar todos os defeitos, falhas, erros que a banda faça?

Marcus Gray é fã do The Clash. Tão fã, tão fã, que ele escreveu um livro detonando o Clash.
Um livro pra contar TODA a história do Clash, não só as fotos bem-tiradas, ou as melhores frases ou os momentos mais confortáveis.
Mas toda a realidade de pessoas tentando fazer música. E criando um mito em torno de sua história.
Porque o Clash é a terceira banda na trinidade do punk, mas não por acaso: muito esforço foi feito pelos membros da banda para conseguirem alcançar a credibilidade necessária durante aquele período confuso.
E, presenciando a história de várias bandas acontecendo, como o Leela, o ira!, o autoramas, a pitty, conquistando degraus importantes no vmb, e mesmo todas as outras bandas que a gente cruza no dia-a-dia, cada uma se desenvolvendo com o seu ritmo, e mesmo com as suas dificuldades, como a minha própria banda em uma fase difícil, é inspirador ler essa história.
Mesmo pra saber que, no final das contas, mesmo a estrela mais brilhante tem mêdo e insegurança à ponto de paralisar e não saber como reagir.
Acabo de ler essa que é a melhor biografia de uma banda que já li pra ficar com uma certeza:
ROCK É FODA.
Porque fazer música não é só ir lá e compor uma coisa pra ser cantada e esquecida. Fazer música é fazer parte da nossa alma coletiva, da nossa cultura, da NOSSA história.
E, o melhor de tudo, é só começar: por quê não agora?

Adivinhem quem escreveu isso???? O pior VJ da MTV....o Rafa...
  #25  
Velha 06/10/2005, 04h14
Avatar de Carol Morrison Hewson
Carol Morrison Hewson Carol Morrison Hewson está offline
Mofo
 
Data de Registro: setembro de 2005
Local: Santos
Mensagens: 351
Padrão

ADOREi este tópico!!!!! noussa muitos txt´s bons!!! peguei tds!!
vou passar um do LFV

O qUe FaZ BEM PRa SaúDe?


Cada semana, uma novidade. A última foi que pizza previne câncer do esôfago.

Acho a maior graça. Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas peraí, não exagere...
Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.
Prazer faz muito bem.

Dormir me deixa 0 km.

Ler um bom livro faz eu me sentir novo em folha.

Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois eu rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas, me incham o cérebro, volto cheio de idéias.

Brigar me provoca arritmia cardíaca.

Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.

E telejornais os médicos deveriam proibir - como doem!
Essa história de que sexo faz bem pra pele acho que é conversa, mas mal tenho certeza de que não faz, então, pode-se abusar.
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo faz muito bem: você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde.

E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda.
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.

Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau! Cinema é melhor pra saúde do que pipoca.
Conversa é melhor do que piada.

Beijar é melhor do que fumar.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada.



... Luis Fernando Veríssimo!
  #26  
Velha 06/10/2005, 09h38
Avatar de Boninha Love
Boninha Love Boninha Love está offline
Do you feel loved
 
Data de Registro: novembro de 2004
Local: Jaraguá do Sul - SC
Mensagens: 1.739
Padrão

Citação:
Beijar é melhor do que fumar.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada.
Disse tudo!!!

Amei Carol!!! adoro os textos do Luis Fernando Veríssimo
  #27  
Velha 08/10/2005, 03h41
Avatar de Carol Morrison Hewson
Carol Morrison Hewson Carol Morrison Hewson está offline
Mofo
 
Data de Registro: setembro de 2005
Local: Santos
Mensagens: 351
Padrão

eee amei este tópico!! vamos lah meninas!! coloquem mais TXT´s!!
bom eu vou po um do Arnaldo Jabor mui bom pros dias d hj....

A Bunda Dura (Arnaldo Jabor)

Tenho horror a mulher perfeitinha. Sabe aquele tipo que faz escova toda
manhã, tá sempre na moda e é tão sorridente que parece garota- propaganda de processo de clareamento dentário?
E, só pra piorar, tem a bunda dura? Pois então, mulheres assim são um porre. Pior: são brochantes. Sou louco? Então tá, mas posso provar a minha tese.
Quer ver?
A) Escova toda manhã. A fulana acorda as seis da matina pra deixar o cabelo
parecido com o da Patrícia de Sabrit. Perde momentos imprescindíveis de
rolamento na cama, encoxamento do namorado, pegação, pra encaixar- se No
padrão "Alisabel é que é legal". Burra.
Na moda: estilo pessoal, pra ela, é o que aparece nos anúncios da Elle
do mês. Você vê-la de shortinho, camiseta surrada e cabelo preso? JAMAIS! O que indica uma coisa: ela não vai querer ficar "desarrumada" nem enquanto tiver transando. É capaz até de fazer pose em busca do melhor Ângulo perante o espelho do quarto. Credo.
C) Sorriso incessante: ela mora na vila do Smurfs? Tá fazendo Treinamento
pra Hebe? Sou antipática com orgulho, só sorrio para quem provoca meu
sorriso. Não gostou? Problema seu. Isso se chama autenticidade, meu caro.
Coisa que, pra perfeitinha, não existe. Aliás, ela nem sabe o que a palavra
significa, coitada.
D) Bunda dura. As muito gostosas são muito chatas. Pra manter aquele
corpão, comem alface e tomam isotônico (isso quando não enfiam o dedo na
garganta pra se livrar das 2 calorias que ingeriram), portanto não vão
acompanhá-lo nos pasteizinhos nem na porção de bolinho de arroz do Sabadão.
Bebida dá barriga e ela tem HORROR a qualquer carninha saindo da calça de
cintura tão baixa que o cós acaba onde começa a pornografia: nada de tomar
um bom vinho com você. Cerveja? Esquece! Melhor convidar o Jorjão.
Pois é, ela é um tesão. Mas não curte sexo porque desglamouriza, se veste
feito um manequim de vitrine do Iguatemi, acha inadmissível você apalpar a bunda dela em público, nunca toma porre e só sabe contar até quinze, que é até onde chega a seqüência de bíceps e tríceps. Que beleza de mulher. E você reparou naquela bunda? Meu Deus...
Legal mesmo é mulher de verdade. E daí se ela tem celulite? O senso de
humor compensa. Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira
de bebedeira. Pode até ser meio mal educada quando você larga a cueca no
meio da sala, mas adora sexo. Porque celulite, gordurinhas e Desorganização
têm solução (e, às vezes, nem chegam a ser um problema). Mas ainda não criaram um remédio pra futilidade. Nem pra dela, nem pra sua.


Citação:
Amei Carol!!! adoro os textos do Luis Fernando Veríssimo
Boninha eu tb ADORO o LFV! se tu tiver txt deli please em passa tah!
BJKS!
  #28  
Velha 08/10/2005, 18h01
Avatar de Elise
Elise Elise está offline
Devota de São Bono!...(Take Me Higher)
 
Data de Registro: dezembro de 2004
Local: Belo Horizonte
Mensagens: 1.305
Padrão

Éh Carol.......O Arnaldo Jabour de 60 anos pensar assim é uma coisa, mas vai falar isso p/ os caras de 16 a 30 anos, ......se esse texto fosse o que acontecesse na prática....
  #29  
Velha 09/10/2005, 10h21
Avatar de perilima
perilima perilima está offline
Mofo
 
Data de Registro: outubro de 2004
Mensagens: 318
Padrão

Infelizmente não é o que a maioria pensa, mas o que importa a opinião deste tipo de pessoa? Eu não ligo pra este tipo de gente, pois se ligasse seria um deles! Se eu ligar para uma mulher que quer sair com um cara que tem o carro do ano, ou que passa 4 horas por dia numa academia, eu faço parte disso! pra isso vou colocar a letra do Gabriel Pensador! E o engraçado é que a outra música(Retrato de um Playboy) faz um par perfeito com esta!

Lôraburra

Existem mulheres que são uma beleza
Mas quando abrem a boca...hummm...que tristeza!
Não, não é o seu hálito que apodrece o ar
O problema é o que elas falam que não dá pra aguentar

Nada na cabeça, personalidade fraca
Tem a feminilidade e a sensualidade de uma vaca
Produzidas com a roupinha da estação
Que viram no anúncio da televisão

Milhões de pessoas transitam pelas ruas, mais
Conhecemos facilmente esse tipo de perua
Bundinha empinada pra mostrar que é bonita
E a cabeça parafinada pra ficar igual paquita

Refrão
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Ordem e Progresso, sua bunda é um sucesso
Lôrabúrra
Nádegas a declarar!

Elas estão em toda parte do meu Rio de Janeiro
E as vezes me interrogo se elas estão no mundo inteiro
A procura de carro, a procura de dinheiro
O lugar dessas cadelas era mesmo no puteiro

Só se preocupam em chamar a atenção
Não pelas idéias, mas pelo burrão
Não pensam em nada, só querem badalar
Está na moda tirar onda, beber e fumar

Cadelinhas de boate ou ratinhas de praia
Apenas os otários aturam a sua láia
Quanto play pode dar dinheiro e atenção
Só saio com você se for pra ser o Ricardão!

Refrão

Não eu não sou machista, exigente talvez
Mas eu quero mulheres inteligentes, não vocês
Vocês são o mais puro retrato da falsidade
Desculpa amor, mais eu prefiro mulher de verdade!

Você é medíucre, ainda sim orgulhosa
Lôrabúrra, não tá com nada e dá proza
E o seu jeito forçado de falar, é deprimente
Já entendi seu problema, vocês tão muito carentes
Mais eu só vou te usar
Você não é nada pra mim
"Ai meu amor, foi bom pra você?"
"Ah, deixa eu durmir!"

Pra que dar atenção pra quem não sabe conversar
Pra falar sobre o tempo, ou sobre como estava o mar?
Não, eu prefiro durmir...saí daqui (Quê?)
Eu já fui bem claro, mas vou repetir
e pra você me entender vou ser até mais direto
Lôrabúrra, você não passa de mulher objeto

Refrão

Escravas da moda, vocês são todas iguais
Cabelos, sorrisos e gestos artificiais
Por causa da grana você é capaz
de matar os seus próprios pais

Lôrabúrra você é vulgar sim
Seus valores são deturbados, você é leviana
Pensa que está com tudo, mais se engana
em sua frágil cabeçinha de porcelana...
sua filosofia é ser bonita e gostosa
Fora disso é uma cebosa, tapada e preconcituosa
Seus lindos peitos não merecem respeito
Marionetes alienadas, vocês não tem jeito

Eu não sou agressivo, contundente talvez
O pensador da valor as mulheres, mas não vocês
Vocês são o mais puro retrato da falsidade
Desculpa amor, mais eu prefiro mulher de verdade

Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Pode ser loira, morena (Lôrabúrra)
Pode ser ruiva, negra (Lôrabúrra)
Pode ser careca (Lôrabúrra)
Eu gosto é de mulher (Lôrabúrra)
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra
Lôrabúrra




Retrato de um Playboy

Pergunta prum playboy o quê ele pensa da vida
Sabe o que ele te diz? (Se borra todo) Não
Mais ou menos assim:
"Sou playboy e vivo na farra
Vou à praia todo dia e sou cheio de marra
Só ando com a galera e nela me garanto
Só que quando estou sozinho eu só ando pelos cantos
Porque eu luto Jiu-Jitsu mas é só por diversão
(É isso aí meu "cumpádi" my brother meu irmão)
Se alguma coisa está na moda então eu faço também
Igualzinho a mim eu conheço mais de cem
Se eu faço tudo o que eles fazem então tudo bem
Não quero estudo nem trabalho
Não vem que não tem
Porque eu sou um playboyzinho e disso não me envergonho
Não sei o que é a vida Não penso Não sonho
Praia, surf e chopp essa é a minha realidade
Não saio disso porque me falta personalidade
Não tenho cérebro
Apenas me enquadro no sistema
Ser tapado é minha sina
Ser playboy é o meu problema!
Faço só o que os outros fazem e acho isso legal
Arrumo brigas com a galera e acho sensacional
Me olho no espelho e me acho o tal
Mas não percebo que no fundo eu sou um débil mental!

Eu sou playboy filhinho de papai
Me afundo nessa bosta
Até não poder mais
Sou playboy filhinho de papai
Sou um débil mental
Somos todos iguais

Com a cabeca raspada ou cheia de parafina
Eu tiro onda porque acho que sou gente fina
Mas na verdade eu pertenço à pior raça que existe
Eu sou playboy! Penso que sou feliz mas sou triste
Eu sou pior que uma praga eu sou pior que uma peste
Eu tô em qualquer lugar da superfície terrestre
E digo aonde a playboyzada prolifera-se a mil
É num país capitalista pobre como o Brasil
Onde não somos patriotas ou nacionalsitas
Gosto das cores dos States com as estrelas e as listras
E o que eu sinto pelo país é o que eu sinto pelo povo
Olha só que legal quando eu pego um ovo
E entro no carro com os amigos e levo o ovo na mão
(Olha o ponto de ônibus
Freia aí meu irmão!!)
E eu taco o ovo bem na cara de um trabalhador
Que esperava o seu ônibus que passou e não parou
Que maneiro eu não ligo pra quem tá sofrendo
Em vez de eu dar uma carona eu deixo o cara fedendo
Que legal se um mendigo me pede um cigarro
É apenas um motivo pra eu tirar mais um sarro
Sacanear um mendigo é a maior diversão
Não tem problema há quantos dias ele não come um pão
E por falar em pão que eu como todo dia
Eu me lembrei da empregada que se chama Maria
Ela me dá comida me dá roupa lavada
Mas quando eu tô presente ela é sempre humilhada
Você precisa ver como eu trato a coitada
Eu a rebaixo a esculacho e fico dando risada

Refrão

Eu não sei nada dessa vida e desse mundo onde estou
E é quando eu saio de noite que eu vejo o merda que eu sou
Sem ter o que fazer sem ter o que pensar
Eu encho a cara de bebida até vomitar
E os meus falsos amigos que vão lá me carregar
São os mesmos que depois só vão me sacanear
Mas na cabeca da galera também não tem nada
Somos um bando de merdas dentro da mesma privada
É até engracado
Eu não decidi nada
Pela moda sou guiado
Adoro reggae mas não sei o que Bob Marley diz
E se eu soubesse talvez não fosse tão infeliz!
Porque eu sou um otário a minha vida não presta
Inteligencia?
Não tenho - A burrice é o que me resta
Mas agora dá licença que eu vou parar
Minha cabeca tá doendo
Eu vou descansar
E esse lugar tá fedendo
Quem mandou eu pensar? Porque...

Refrão"

Esse é o retrato da nossa juventude
Seja o playboy da maconha ou o playboy da saúde
E se cuidarmos assim do futuro do Brasil
Vamos levar este país para a puta que o pariu!

Última edição feita por perilima em 10/10/2005 às 00h53.
  #30  
Velha 13/10/2005, 11h21
Avatar de Boninha Love
Boninha Love Boninha Love está offline
Do you feel loved
 
Data de Registro: novembro de 2004
Local: Jaraguá do Sul - SC
Mensagens: 1.739
Padrão

Crônica de Luís Fernando Veríssimo

Eu tenho o sono muito leve, e numa noite dessas notei que havia alguém
andando sorrateiramente no quintal de casa.
Levantei em silêncio e fiquei acompanhando os leves ruídos que vinham
la de fora, até ver uma silhueta passando pela janela do banheiro.
Como minha casa era muito segura, com grades nas janelas e trancas
internas nas portas, não fiquei muito preocupado, mas era claro que eu
não ia deixar um ladrão ali, espiando tranquilamente.
Liguei baixinho para a polícia informei a situação e o meu endereço.
Perguntaram-me se o ladrão estava armado ou se já estava no interior da
casa.
Esclareci que não e disseram-me que não havia nenhuma viatura por perto
para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível.
Um minuto depois liguei de novo e disse com a voz calma:
- Oi, eu liguei há pouco porque tinha alguém no meu quintal. Não precisa
mais ter pressa. Eu já matei o ladrão com um tiro da escopeta calibre 12
que tenho guardada em casa para estas situações. O tiro fez um estrago
danado no cara!
Passados menos de três minutos, estavam na minha rua cinco carros da
polícia, um helicóptero, uma unidade do resgate, uma equipe de TV e a
turma dos direitos humanos, que não perderiam isso por nada neste
mundo.
Eles prenderam o ladrão em flagrante, que ficava olhando tudo com cara
de assombrado. Talvez ele estivesse pensando que aquela era a casa do
Comandante da Polícia.
No meio do tumulto, um tenente se aproximou de mim e disse:
- Pensei que tivesse dito que tinha matado o ladrão.
Eu respondi:
- Pensei que tivesse dito que não havia ninguém disponível.
  #31  
Velha 18/10/2005, 02h30
Avatar de Carol Morrison Hewson
Carol Morrison Hewson Carol Morrison Hewson está offline
Mofo
 
Data de Registro: setembro de 2005
Local: Santos
Mensagens: 351
Padrão

mais um....

Satânico é meu pensamento a teu respeito e ardente é o meu desejo de apertar-te em minha mão numa sede de vingança incontestável pelo que me fizeste ontem. A noite quente e calma chegara a ser angustiosa. Apareceste e, nesta cama, aconteceu. Sorrateiramente te aproximaste, sem o mínimo de pudor. Encostaste o teu corpo sem roupa no meu corpo nu. Percebendo minha aparente indiferença, aconchegaste-te a mim e mordeste-me sem escrúpulos até os mais íntimos lugares jamais tocados de meu casto corpo. E adormeci. Hoje, quando acordei, procurei-te numa ânsia ardente, mas em vão. Deixaste provas irrefutáveis do que ocorreu na noite que passou. Grandes manchas no meu corpo e o alvo lençol salpicado de sangue. Esta noite recolho-me mais cedo para, na mesma cama, te esperar. Oh! Quando chegares, nem quero pensar com que perspicácia, avidez e força eu quero te pegar para que não escapes mais de mim. Em minhas mãos quero apertar-te até o fim. Não haverá parte do teu corpo que os meus dedos não passarão. Só descansarei quando ver sair sangue quente de teu corpo. Só assim, livrar-me-ei de ti, pernilongo filho da puta.
  #32  
Velha 18/10/2005, 06h21
Avatar de Boninha Love
Boninha Love Boninha Love está offline
Do you feel loved
 
Data de Registro: novembro de 2004
Local: Jaraguá do Sul - SC
Mensagens: 1.739
Padrão

Carol esse texto é muito show
Juro que não tinha pensado besteira ao lê-lo
  #33  
Velha 18/10/2005, 17h35
Avatar de Cilene
Cilene Cilene está offline
Infinity is a great place to start
 
Data de Registro: maio de 2005
Mensagens: 1.878
Padrão

Nova York, 14/10/2005
ONU: 60 maneiras para melhorar o mundo
Balanço sobre os 60 anos da ONU destaca que a organização já fez muito pelo avanço do mundo e que, renovada, poderá fazer ainda mais
das Nações Unidas

O 60º aniversário das Nações Unidas é uma ocasião para refletir sobre todo o bem que a Organização fez durante sua longa história. Ela esteve no centro dos mais importantes movimentos da segunda metade do século XX e do início do século XXI: evitando guerras catastróficas, aumentando a expectativa de vida, provendo ajuda para pessoas em circunstâncias desesperadoras, protegendo os recursos naturais do planeta e promovendo reconhecimento universal dos direitos humanos. Ela trabalha para promover uma globalização inclusiva e para tornar mais próximo o dia em que a pobreza não seja mais um fato da vida.

O marco dos 60 anos também nos lembra que o mundo, hoje, é muito diferente daquele dos fundadores da ONU. As Nações Unidas devem refletir essa nova era e responder a seus desafios – inclusive, e principalmente, a consciência de que muitas pessoas ainda estão indefesas contra a fome, a doença e a degradação ambiental, mesmo tendo o mundo os meios para salvá-las. Uma ONU renovada deve ajudar a mudar essa situação e trabalhar com muitos parceiros para fazer progredir os nobres ideais dos fundadores.

Kofi Annan
outubro de 2005

As Nações Unidas foram fundadas logo após uma guerra devastadora, para ajudar a estabilizar as relações internacionais e fornecer uma base mais segura para a paz.

Em meio a conflitos regionais aparentemente intermináveis e a ameaça de uma guerra nuclear, a manutenção da paz se tornou uma preocupação constante da ONU, e as atividades dos capacetes azuis ganharam grande visibilidade.

Mas as Nações Unidas são muito mais do que as forças de paz e um fórum para a solução de conflitos. Freqüentemente sem chamar a atenção, a ONU e sua família de agências, programas e fundos, estão engajadas em uma vasta gama de tarefas que buscam melhorar a vida das pessoas ao redor do mundo.

Sobrevivência infantil e desenvolvimento. Proteção ao meio ambiente. Direitos humanos. Saúde e pesquisa médica. Diminuição da pobreza e desenvolvimento econômico. Desenvolvimento agrícola e aqüicultura. Educação. Progresso das mulheres. Ajuda em emergências e desastres. Navegação aérea e marítima. Uso pacífico da energia atômica. Direitos trabalhistas. E a lista continua. Eis aqui uma pequena amostra do que as Nações Unidas e seus órgãos vêm realizando desde 1945, quando a Organização mundial foi fundada.

1. Promovendo o desenvolvimento – A ONU devotou sua atenção e recursos para melhorar os padrões de vida e as habilidades e potencial humanos ao redor do mundo. Desde 2000, esse trabalho está sendo guiado pelos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Os gastos anuais do Sistema ONU em desenvolvimento, excluindo as instituições financeiras internacionais, chegam a mais de US$ 10 bilhões. O PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), por exemplo, com funcionários em 166 países, lidera o trabalho da ONU na erradicação da extrema pobreza e na promoção da boa governança no mundo em desenvolvimento.

O UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) trabalha em 157 países e gasta mais de US$ 1,2 bilhão por ano, principalmente na proteção à infância, imunização, no combate ao HIV/Aids e na educação de meninas. A UNCTAD (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento) ajuda os países a aproveitar para fins de desenvolvimento as oportunidades de comércio. Além disso, o Banco Mundial fornece aos países em desenvolvimento empréstimos e subvenções, totalizando entre US$ 18 bilhões e US$ 20 bilhões por ano, e já apoiou mais de 9.500 projetos de desenvolvimento desde 1947. Praticamente todo o fundo de ajuda para o desenvolvimento vem de contribuições doadas por países.

2. Promovendo a democracia – A ONU ajudou a promover e fortalecer as instituições e práticas democráticas ao redor do mundo. Possibilitou que pessoas de muitas nações participassem em eleições livres e justas. São exemplos Camboja, Namíbia, El Salvador, Eritréia, Moçambique, Nicarágua, África do Sul, Kosovo e Timor Leste. A Organização prestou consultoria e assistência eleitoral, monitorando resultados, em mais de 90 países, freqüentemente em momentos decisivos de suas histórias, como foi o caso de Afeganistão, Iraque e Burundi.

3. Promovendo os direitos humanos – Desde que a Assembléia Geral adotou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, em 1948, as Nações Unidas ajudaram a promulgar dezenas de acordos sobre direitos políticos, civis, econômicos, sociais e culturais. Ao investigar queixas individuais, as agências de direitos humanos da ONU chamaram a atenção do mundo para casos de tortura, desaparecimentos e prisões arbitrárias e geraram pressão internacional para fazer com que governos melhorassem o respeito aos direitos humanos.

4. Mantendo a paz e a segurança – Tendo enviado, até 2005, 60 missões de observação e de manutenção da paz para pontos críticos do mundo, a ONU conseguiu restabelecer a calma para permitir a continuidade dos processos de negociação, evitando que milhões de pessoas fossem vitimadas pelas guerras. Atualmente, há 16 operações de manutenção da paz ao redor do mundo.

5. Construindo a paz – Desde 1945, as Nações Unidas auxiliaram na negociação de mais de 170 acordos de paz que puseram fim a conflitos regionais. São exemplos o fim da Guerra Irã-Iraque, a retirada das tropas soviéticas do Afeganistão e o fim das guerras civis em El Salvador e na Guatemala. A ONU utilizou a negociação diplomática para evitar guerras iminentes.

6. Protegendo o meio ambiente – As Nações Unidas estão trabalhando para resolver os problemas globais do meio ambiente. Como um fórum internacional para a formação de consenso e negociação de acordos, as Nações Unidas lidam com os problemas globais como mudanças climáticas, degradação da camada de ozônio, lixo tóxico, extinção de florestas e espécies e poluição do ar e da água. Se esses problemas não forem resolvidos, mercados e economias sofrerão as conseqüências no longo prazo, já que as perdas ambientais estão acabando com o capital natural do qual dependem o crescimento e a sobrevivência humana.

7. Prevenindo a proliferação de armas nucleares – Por meio da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica), as Nações Unidas ajudam a assegurar que os países que utilizam tecnologia nuclear não desenvolvam armas nucleares secretamente. Centenas de instalações nucleares são fiscalizadas pela AIEA em mais de 70 países. Até o presente, 237 acordos de salvaguarda foram firmados, em 152 Estados.

8. Promovendo a autonomia e a independência – Quando a ONU foi criada, em 1945, 750 milhões de pessoas — quase um terço da população mundial — viviam em territórios sem autonomia, dependentes das potências colonizadoras. As Nações Unidas desempenharam um papel fundamental na construção da independência de 80 países que são hoje nações soberanas.

9. Processando criminosos de guerra — Os tribunais da ONU criados para a antiga Iugoslávia e para Ruanda condenaram criminosos de guerra e os colocaram atrás das grades. Com isso, abriram importantes precedentes para o julgamento de crimes de genocídio e violação de direitos humanos, como também criaram um padrão de Justiça que vem sendo muito seriamente levado em conta pelas pessoas das regiões afetadas.

10. Acabando com o apartheid na África do Sul – Impondo medidas, como o embargo de armas ou a convenção contra eventos esportivos segregados, as Nações Unidas contribuíram para a queda do sistema do apartheid na África do Sul. Em 1994, a ONU acompanhou de perto as primeiras eleições em que todos os sul-africanos puderam participar com igualdade e da qual resultou a instalação de um governo multirracial.

11. Fortalecendo as leis internacionais – Mais de 500 tratados multilaterais – sobre direitos humanos, terrorismo, crime internacional, refugiados, desarmamento, commodities e território oceânico – foram redigidos com os esforços das Nações Unidas.

12. Prestando ajuda humanitária aos refugiados – Desde 1951, mais de 50 milhões de refugiados de guerra, da fome ou exilados políticos receberam ajuda do ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), em um esforço contínuo que inclui outras agências da ONU. O ACNUR busca soluções duráveis ou de longo prazo, seja repatriando os refugiados em condições seguras, seja ajudando-os a se integrar nos países de asilo ou estabelecendo-os em um terceiro país. Há mais de 19 milhões de refugiados, pessoas que buscam asilo e outras internamente deslocadas. A maioria são mulheres e crianças, que recebem alimento, abrigo, ajuda médica, educação e assistência de repatriação das Nações Unidas.

13. Reduzindo a pobreza no meio rural nos países em desenvolvimento – O IFAD (Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola) desenvolveu um sistema de crédito, geralmente concedido em pequenas quantias, que permite que pessoas pobres superem a situação de pobreza. Desde a sua fundação em 1978, o IFAD investiu mais de US$ 8,5 bilhões em 676 projetos e programas, beneficiando mais de 250 milhões de pessoas. Todos os recursos do Fundo provêm de contribuições voluntárias de países.

14. Ajudando os refugiados palestinos – Enquanto a comunidade global luta por uma paz duradoura entre Israel e Palestina, a UNRWA (Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos) já apoiou quatro gerações de refugiados palestinos nas áreas de desenvolvimento humano, educação, saúde, serviço social, microcrédito e ajuda humanitária. Hoje, mais de quatro milhões de refugiados no Oriente Médio estão registrados na UNRWA.

15. Focalizando o desenvolvimento da África – A África ainda é prioridade para as Nações Unidas. Em 1986, a ONU convocou uma sessão especial com o objetivo de angariar apoio internacional para a recuperação econômica e o desenvolvimento dos países africanos. Em 2001, chefes de Estado da África criaram um plano de desenvolvimento próprio, chamado Nova Parceria para o Desenvolvimento da África. O plano foi endossado pela Assembléia Geral de 2002 como a principal estrutura de apoio internacional para a África. O continente recebe 33% das despesas do sistema ONU com desenvolvimento, a maior parcela entre as regiões. Todas as agências das Nações Unidas mantêm programas especiais em benefício da África.

16. Promovendo o bem-estar das mulheres – As Nações Unidas ajudaram a promover a igualdade entre homens e mulheres e o bem-estar das mulheres. O UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher) e o INSTRAW (Instituto Internacional de Treinamento e Pesquisa para o Progresso das Mulheres) ajudaram a melhorar a qualidade de vida das mulheres e a promover os seus direitos em mais de 100 países. O INSTRAW desenvolve pesquisas e atividades de capacitação e o UNIFEM apóia projetos que buscam combater a violência contra a mulher, reverter a expansão do HIV/Aids e promover a segurança econômica das mulheres, aumentando, por exemplo, o acesso ao trabalho. Todas as agências das Nações Unidas devem levar em conta as necessidades das mulheres.

17. Promovendo os direitos das mulheres – Um dos objetivos em longo prazo das Nações Unidas é melhorar a vida das mulheres e fortalecê-las para que tenham maior autonomia. As Nações Unidas organizaram a primeira Conferência Mundial sobre as Mulheres (Cidade do México, 1975), que estabeleceu a agenda de avanços nos direitos das mulheres, junto com outras conferências que ocorreram durante a Década das Nações Unidas para as Mulheres, promovida pela ONU. Em 1979, a Convenção das Nações Unidas sobre a Eliminação de todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres, ratificada por 180 países, ajudou a promover os direitos das mulheres no mundo inteiro.

18. Provendo água potável – Durante a primeira década da água das Nações Unidas (1981-1990), mais de um bilhão de pessoas conseguiu acesso à água potável pela primeira vez em sua vida. Além disso, mais 1,1 bilhão de pessoas conseguiu acesso à água potável entre 1990 e 2002. Em 2003, o Ano Internacional da Água Potável, a consciência sobre a importância da proteção desse precioso recurso aumentou. A segunda década internacional sobre a água (2005-2015) ajudará a reduzir à metade a proporção de pessoas sem acesso a água potável.

19. Acabando com a poliomielite – A poliomielite foi eliminada em todos os países, com a exceção de seis: Afeganistão, Egito, Líbia, Níger, Nigéria e Paquistão, como resultado da Iniciativa Global para a Erradicação da Pólio, o maior esforço internacional de saúde pública feito até o momento. Graças à iniciativa liderada pela OMS, UNICEF, Rotary Internacional e os Centros para o Controle e a Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, quase cinco milhões de crianças que talvez estivessem paralisadas pela pólio hoje caminham. A doença, que chegou a afetar crianças de 125 países do mundo, está a ponto de ser erradicada.

20. Respondendo ao HIV/Aids – O UNAIDS (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids) coordena a ação global contra uma epidemia que afeta entre 40 e 45 milhões de pessoas. O Programa trabalha em mais de 130 países para prover acesso universal à prevenção contra o HIV e a serviços de tratamento, assim como para reduzir a vulnerabilidade dos indivíduos e das comunidades e aliviar o impacto da epidemia. O programa agrega a competência de 10 agências co-financiadoras das Nações Unidas.

21. Erradicando a varíola – O esforço de 13 anos da OMS (Organização Mundial da Saúde) resultou na completa erradicação da varíola no mundo, em 1980. A erradicação tem economizado uma cifra estimada de US$ 1 bilhão por ano em vacinação e monitoramento, quase três vezes o custo da eliminação do próprio flagelo.

22. Pressionando pela vacinação universal – A imunização salvou mais de 20 milhões de vidas nas últimas duas décadas. Como resultado dos esforços do UNICEF e da OMS, os níveis de imunização das seis principais doenças evitáveis através de vacinas — poliomielite, tétano, sarampo, coqueluche, difteria e tuberculose — cresceram de menos de 5% no início da década de 70, para 76% na atualidade. As mortes por sarampo diminuíram cerca de 50% entre 1999 e 2005. A imunização contra o tétano salvou centenas de milhares de mães e recém-nascidos e 104 países em desenvolvimento eliminaram a doença completamente.

23. Combatendo doenças parasitárias – Um programa da OMS em 11 países do oeste da África praticamente eliminou a cegueira dos rios (oncocercose), evitando a doença em 11 milhões de crianças e disponibilizando 25 milhões de hectares de terra fértil para o cultivo. Os esforços das agências das Nações Unidas no norte da África levaram, em 1991, à eliminação da miíase (bicheira), infestação por um parasita que se alimenta de carne animal e humana. Outros programas salvaram muitos da filária e outras doenças tropicais.

24. Evitando a expansão de epidemias – A OMS ajudou a frear a expansão da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) antes que ela matasse milhares de pessoas. Seguindo o alerta global da organização e os conselhos de viagem publicados em março de 2003, quase todos os países com casos da doença foram capazes de prevenir mais transmissões ou manter o número de casos adicionais muito pequeno. A OMS investigou entre 200 e 250 surtos de doenças a cada ano. Em média, de cinco a 15 surtos anuais requerem uma maior resposta internacional.

25. Reduzindo a mortalidade infantil – No início de 1960, quase uma em cada cinco crianças morria antes de completar cinco anos de idade. Por meio de terapia de rehidratação oral, água, saneamento e outras medidas tomadas pelas Nações Unidas, os níveis de mortalidade infantil em países em desenvolvimento caíram para menos de uma em cada 12 crianças, em 2002. O objetivo agora é reduzir, até 2015, a taxa de mortalidade infantil de crianças menores de cinco anos para dois terços do que era em 1990.

26. Lançando as bases para os negócios – A ONU é boa para os negócios. Tem fornecido a infra-estrutura “soft” para a economia global, negociando padrões técnicos universalmente aceitos em áreas tão diversas como estatísticas, legislação comercial, procedimentos alfandegários, propriedade intelectual, aviação, navegação e telecomunicações, facilitando a atividade econômica e reduzindo os custos de transação. Forneceu a base para o investimento nas economias em desenvolvimento, promovendo estabilidade política e boa governança, lutando contra a corrupção e induzindo a observação das políticas econômicas e legislação adequada.

27. Apoiando a indústria nos países em desenvolvimento – A ONU, através dos esforços da UNIDO (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial), serviu como intermediária na cooperação industrial norte-sul e sul-sul, promovendo empreendedorismo, investimento, transferência de tecnologia e o desenvolvimento industrial sustentável e de baixo custo. Ajudou os países a gerirem o processo de globalização de forma suave e reduziu a pobreza sistematicamente.

28. Ajudando vítimas de desastres – Quando desastres naturais e emergências complexas acontecem, a ONU coordena e mobiliza assistência para as vítimas. Trabalhando em conjunto com a Cruz Vermelha/Crescente Vermelho, doadores e as principais organizações assistenciais, as agências operacionais das Nações Unidas fornecem a tão necessária ajuda humanitária. Os apelos das Nações Unidas levantam US$ 2 bilhões por ano para assistência emergencial.

29. Reduzindo os efeitos das catástrofes naturais – A OMM (Organização Meteorológica Mundial) ajudou a poupar as vidas de milhões de pessoas dos efeitos calamitosos de desastres tanto naturais quanto causados pelo homem. Seu sistema de alerta antecipado, que inclui milhares de monitores de superfície, bem como satélites, tem feito o possível para prever com maior precisão desastres meteorológicos; fornece informação sobre a dispersão de manchas de óleo e vazamentos químicos e nucleares; e fez a previsão de secas prolongadas. Suas ações também permitiram a distribuição eficiente de comida em regiões castigadas pela seca.

30. Auxiliando as vítimas da tsunami – Nas primeiras 24 horas que se seguiram a tsunami que sacudiu o Oceano Índico em 26 de dezembro de 2004, equipes de coordenação e avaliação de desastres da ONU já haviam sido enviadas às áreas mais atingidas. A ONU entrou imediatamente em ação para auxiliar os sobreviventes, distribuindo alimento a mais de 1,7 milhão de pessoas, providenciando abrigo para aproximadamente 1,1 milhão, fornecendo água potável para cerca de 1 milhão de pessoas e vacinando mais de 1,2 milhão de crianças contra rubéola. Tudo isso durante os primeiros seis meses das operações de auxílio. A prestação rápida e efetiva de auxílio humanitário impediu que mais vidas fossem perdidas e doenças se disseminassem depois do dia inicial de devastação.

31. Protegendo a camada de ozônio – O PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) e a OMM desempenham um papel essencial na conscientização sobre os danos causados à camada de ozônio da Terra. Como resultado de um tratado conhecido como protocolo de Montreal, os Governos do mundo estão interrompendo a fabricação dos produtos químicos que causaram o desgaste da camada de ozônio, substituindo-os por alternativas mais seguras. O esforço poupará milhões de pessoas dos crescentes riscos de desenvolver câncer de pele devido à superexposição à radiação ultravioleta.

32. Lidando com as mudanças climáticas – O GEF (Fundo Global para o Meio Ambiente) financia projetos para auxiliar países em desenvolvimento a reduzir os riscos de mudança climática. Estabelecido em 1991, o GEF é a maior fonte global de financiamento para o meio ambiente. O Fundo também apóia projetos para preservar a biodiversidade, proteger a camada de ozônio, despoluir águas internacionais, combater a degradação da terra e reduzir a produção de poluentes orgânicos. Desde 1991, o GEF já concedeu US$ 5,7 bilhões em subsídios – incluindo mais de seis mil pequenos patrocínios a organizações não-governamentais e grupos comunitários – e gerou US$ 18,8 bilhões em co-financiamento de outros parceiros. O PNUD, o PNUMA e o Banco Mundial são agências que implementam as iniciativas do GEF.

33. Desativando minas terrestres – As Nações Unidas lideram um esforço internacional para desativar minas terrestres que ainda matam e mutilam milhares de pessoas inocentes a cada ano em cerca de 30 países — incluindo Afeganistão, Angola, Bósnia, Iraque, Moçambique e Sudão. A ONU também trabalha para proteger as pessoas deste perigo, ajudar as vítimas a se tornarem auto-suficientes e auxiliar os países a destruir estoques de minas terrestres.

34. Fornecendo alimento aos mais necessitados – O PMA (Programa Mundial de Alimentos), a maior agência humanitária do mundo, leva assistência a uma média de 90 milhões de pessoas famintas em 80 países a cada ano, incluindo a maioria dos refugiados e de pessoas desabrigadas no mundo. O auxílio alimentar do PMA foi planejado para atender às necessidades especiais de mulheres e crianças, que são as pessoas mais freqüentemente afetadas pela fome. Projetos de merenda escolar garantem a distribuição de refeições ou lanches para mais de 17 milhões de crianças em idade escolar, sendo que cada refeição custa apenas US$ 0,19. A capacidade logística da agência cobre todas as possibilidades do espectro tecnológico, desde carregamentos de comida em burros e caiaques até a utilização de transporte aéreo e redes de satélite para monitorar as entregas. Ao longo das últimas quatro décadas, o PMA providenciou 78,3 milhões de toneladas de auxílio alimentar para aproximadamente 1,4 bilhão de pessoas na maioria dos países mais pobres do planeta, um investimento de US$ 33,5 bilhões.

35. Lutando contra a fome – A FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) lidera os esforços globais de longo prazo para vencer a fome. Servindo tanto a países desenvolvidos como a países em desenvolvimento, a agência atua como um fórum neutro, onde todas as nações se reúnem como iguais para negociar acordos e debater políticas. A FAO também auxilia países em desenvolvimento a modernizar e aperfeiçoar práticas agrícolas, florestais e pesqueiras, garantindo nutrição adequada para todos.

36. Prevenindo a pesca predatória – Cerca de 16% das reservas pesqueiras do mundo são excessivamente exploradas e 8% se tornaram significativamente esgotadas ou estão se recuperando do esgotamento. A FAO monitora a produção pesqueira marinha e emite alertas para prevenir danos causados pela pesca predatória. Para abordar o problema, a agência e seus Estados-membros trabalharam juntos para elaborar um Código de Conduta para a Pesca Responsável, adotado em 1995.

37. Banindo produtos químicos tóxicos – A Convenção de Estocolmo sobre Poluentes Orgânicos Persistentes busca livrar o mundo de alguns dos mais perigosos produtos químicos jamais criados. Adotada em 2001, a Convenção das Nações Unidas focaliza 12 pesticidas perigosos e produtos químicos industriais que podem matar pessoas, danificar o sistema imune e o sistema nervoso, causar câncer e problemas reprodutivos, e interferir no desenvolvimento infantil. Outras convenções da ONU e planos de ação ajudam a proteger a biodiversidade, lidar com as mudanças climáticas, proteger espécies em risco, combater a desertificação, despoluir mares regionais e impedir o transporte de lixo tóxico através de fronteiras.

38. Protegendo a saúde dos consumidores – Para assegurar a segurança dos alimentos vendidos comercialmente, a FAO e a OMS, trabalhando com os Estados-membros, estabeleceram padrões para mais de 200 produtos alimentícios, limites de segurança para mais de três mil contêineres de alimentos, e normas reguladoras sobre processamento, transporte e armazenamento de alimentos. Padrões de etiquetagem e descrição ajudam a proteger o consumidor.

39. Combatendo o terrorismo — As Nações Unidas têm disponibilizado as estruturas legais para combater o terrorismo internacional. Treze instrumentos legais foram negociados sob os auspícios da ONU, incluindo tratados contra a tomada de reféns, seqüestros de avião, bombardeios terroristas, terrorismo financeiro e, mais recentemente, terrorismo nuclear; 63 países ratificaram todos esses instrumentos até junho de 2005. Uma nova e abrangente convenção contra o terrorismo está sendo formulada. O Comitê das Nações Unidas contra o Terrorismo supervisiona como os países vêm acatando os compromissos assumidos após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 e coordena a cooperação antiterrorismo. O UNODC (Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime) e outras agências da ONU têm auxiliado mais de 100 países a fortalecer suas capacidades em combater o terrorismo.

40. Promovendo a saúde reprodutiva e materna — O UNFPA (Fundo de População das Nações Unidas) tem ajudado as pessoas a fazerem escolhas baseadas em informação e dado às famílias, especialmente às mulheres, um controle maior sobre suas vidas, com a promoção do direito de decidir sobre quantos filhos ter e quando, por meio de programas de planejamento familiar voluntário. Como resultado, as mulheres em países em desenvolvimento estão tendo menos filhos — de seis na década de 1960 para três atualmente — e diminuindo o crescimento da população mundial. Quando a agência começou seu trabalho em 1969, menos de 20% dos casais faziam planejamento familiar; o número agora está em cerca de 61%. O UNFPA e vários parceiros também ajudam a providenciar atendimento especializado no parto, acesso a cuidados obstétricos de emergência e programas ampliados de planejamento familiar para reduzir a mortalidade materna.

41. Propiciando acordos judiciais em grandes disputas internacionais — Em julgamentos e conselhos jurídicos, a Corte Internacional de Justiça ajudou a estabelecer questões internacionais que envolviam disputas territoriais, relações diplomáticas, tomada de reféns, o direito a asilo e direito econômico, entre outros.

42. Aperfeiçoando relações comerciais globais — A UNCTAD tem ajudado os países em desenvolvimento a negociar acordos comerciais e a ganhar tratamento preferencial para suas exportações. A conferência tem negociado acordos internacionais sobre produtos primários, assegurando preços justos para países em desenvolvimento, aumentando a eficiência de suas infra-estruturas comerciais e ajudando-os a diversificar suas produções e a se integrar na economia global.

43. Promovendo reformas econômicas — O Banco Mundial e o FMI (Fundo Monetário Internacional) têm ajudado muitos países a melhorar a administração de suas economias, provendo assistência financeira temporária a países para ajudá-los a reduzir problemas de balanço de pagamentos e oferecendo treinamento para funcionários públicos da área econômica.

44. Promovendo estabilidade e ordem nos oceanos do mundo — As Nações Unidas têm estado à frente do esforço internacional para regular o uso dos oceanos por meio de uma convenção única. Em 1982, a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, que conseguiu aceitação quase unânime, forneceu pela primeira vez uma estrutura legal universal para todas as atividades sobre e sob o mar. A Convenção cria regras para o estabelecimento de zonas marítimas, a determinação de jurisdição marítima nacional, navegação em alto-mar, os direitos e deveres de países costeiros (ou não), a obrigação de proteger e preservar o meio ambiente marinho, a cooperação na condução de pesquisas científicas marinhas e a conservação e uso sustentável recursos naturais oceânicos.

45. Melhorando as viagens aéreas e marítimas — As agências das Nações Unidas são responsáveis por estabelecer padrões de segurança para viagens aéreas e marítimas. A ICAO (Organização Internacional de Aviação Civil) tem contribuído para tornar a viagem aérea o modo mais seguro de transporte. Em 1947, quando nove milhões de pessoas viajaram pelo ar, 590 morreram em acidentes aéreos. Em 2004, o número de mortes foi de 420 em 3,3 bilhões de passageiros. Da mesma maneira, a IMO (Organização Marítima Internacional) tem ajudado a tornar o mar mais seguro. Estatísticas mostram que a navegação está se tornando mais segura e que essa atividade está aperfeiçoando seus cuidados com o meio ambiente. Mortes e perda de embarcações estão diminuindo, os incidentes poluidores e a poluição total por óleo estão diminuindo, e a poluição do ar e a causada por água de lastro estão sendo controladas, enquanto o montante de carregamento transportado pelo mar continua aumentando.

46. Combatendo as drogas ilícitas — O UNODC tem trabalhado para reduzir a oferta e a demanda de drogas ilícitas, com base em três convenções da ONU para o controle de drogas, e para lidar com as conseqüências sociais e de saúde do abuso de drogas, incluindo a disseminação do HIV/Aids. O UNODC trabalha auxiliando autoridades policiais e apoiando programas de tratamento e de prevenção às drogas nas comunidades, como também por meio de iniciativas que ajudam os fazendeiros pobres a reduzir sua dependência econômica em relação a plantios ilícitos.

47. Combatendo o crime internacional — O UNODC trabalha com países e outras organizações para conter o crime organizado transnacional por meio de assistência técnica e jurídica na luta contra a corrupção, a lavagem de dinheiro, o tráfico de drogas, o tráfico de pessoas e o contrabando de imigrantes, assim como pelo fortalecimento dos sistemas de justiça criminal. O UNODC desempenha o importante papel de ajudar no desenvolvimento e implementação de tratados internacionais relevantes.

48. Promovendo o trabalho digno — A OIT (Organização Internacional do Trabalho) vêm colocando em prática normas, princípios fundamentais e direitos trabalhistas, incluindo a liberdade de associação e o direito de negociação coletiva, a eliminação de todas as formas de trabalho forçado, a abolição do trabalho infantil e a eliminação da discriminação do ambiente de trabalho. Promoção de empregos, proteção social para todos e forte diálogo social entre organizações patronais, de trabalhadores e governo são atividades centrais da agenda de trabalho da OIT.

49. Melhorando a educação e a alfabetização em países em desenvolvimento — Como resultado direto dos esforços das agências da ONU, 76% dos adultos nos países em desenvolvimento agora podem ler e escrever e 84% das crianças freqüentam escolas primárias. O objetivo agora é garantir que até 2015 todas as crianças possam completar a educação primária. Os programas dirigidos a promover a educação e o avanço das mulheres ajudaram a elevar, nos países em desenvolvimento, o nível de alfabetização feminino de 36%, em 1976, para 70%, em 2000. Outra meta é assegurar que todas as meninas completem a educação primaria e secundária até 2015.

50. Gerando um compromisso mundial de apoio às crianças — De El Salvador ao Líbano e do Sudão à antiga Iugoslávia, o UNICEF tem promovido ações pioneiras como o estabelecimento de “dias de tranqüilidade” e a abertura de “corredores de paz” para fornecer vacinas e outros tipos de ajuda das quais crianças envolvidas em conflitos armados necessitam desesperadamente. A Convenção sobre os Direitos da Criança tornou-se lei em 192 países. Em seguimento à Sessão Especial da ONU sobre a Criança, de 2002, 190 governos comprometeram-se com uma série de objetivos com prazos específicos nas áreas de saúde, educação, proteção contra o abuso, a exploração e a violência e a luta contra o HIV/Aids.

51. Preservando sítios históricos, culturais, arquitetônicos e naturais — A UNESCO ajudou 137 países a proteger monumentos antigos e históricos e sítios naturais e culturais. A agência também negociou convenções internacionais relativas à preservação da propriedade cultural e de importantes sítios naturais.

52. Facilitando intercâmbios acadêmicos e culturais — As Nações Unidas, por meio da UNESCO e da UNU (Universidade das Nações Unidas), têm fomentado a cooperação científica e acadêmica, a associação entre instituições e a promoção da expressão cultural, inclusive as das minorias e dos povos indígenas.

53. Protegendo a propriedade intelectual — A OMPI (Organização Mundial de Propriedade Intelectual) protege os direitos dos criadores e detentores de propriedade intelectual em todo o mundo e assegura que inventores e autores sejam reconhecidos e recompensados por sua engenhosidade. Proteger os direitos intelectuais é uma forma de incentivar a criatividade humana, expandir as fronteiras da ciência e da tecnologia e enriquecer o mundo da literatura e da arte. Ao permitir um ambiente estável para a comercialização da propriedade intelectual.

54. Promovendo a liberdade de imprensa e a liberdade de expressão — Para permitir a todas as pessoas que obtenham informação livre de censura e culturalmente diversa, a UNESCO tem ajudado a desenvolver e a fortalecer a mídia, auxiliando também no estabelecimento de agências de notícias independentes e apoiando a imprensa alternativa. A agência também trabalha como vigilante da liberdade de imprensa, denunciando publicamente violações sérias como o assassinato e a detenção de jornalistas.

55. Transformando favelas em assentamentos humanos decentes — As cidades são hoje o lar de metade da humanidade. São o centro de boa parte da produção e consumo nacionais – processos econômicos e sociais que geram riqueza e oportunidades. Mas são também o local de doenças, crimes, poluição e pobreza. Em muitas cidades, principalmente em países em desenvolvimento, os moradores de favelas são mais de 50% da população e têm pouco ou nenhum acesso a abrigo, água e saneamento. O UN-HABITAT (Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos), com mais de 150 programas técnicos e projetos em 61 países ao redor do mundo, trabalha com governos, autoridades locais e organizações não-governamentais para desenvolver soluções inovadoras para municípios e cidades. Elas incluem oferecer garantia de posse aos pobres das cidades, que por sua vez pode ser usada como um catalisador para o investimento em serviços básicos e projetos de moradias para pessoas de baixa renda.

56. Aprimorando os serviços postais globais — O fórum primário para cooperação entre os serviços postais do mundo ajuda a garantir uma rede verdadeiramente universal de produtos e serviços atualizados. A UPU estabelece as regras para as trocas de correspondência internacionais e faz recomendações para estimular o crescimento no volume de correspondência e para aprimorar a qualidade do serviço para os clientes. Os serviços postais dos 190 países membros da universidades formam a maior rede de distribuição física do mundo, processando em torno de 430 bilhões de itens de correspondência por ano.

57. Introduzindo técnicas agrícolas aperfeiçoadas e reduzindo custos — Na Ásia, a assistência fornecida pela FAO melhorou o resultado das colheitas, reformulou as políticas do setor e ampliou a participação local. Dessa forma, os produtores de arroz da região economizaram mais de US$ 50 milhões ao ano com gastos em pesticidas. Os governos asiáticos, por meio da redução de subsídios de pesticidas, foram beneficiados com mais de US$ 150 milhões por ano. Já os ganhos do meio ambiente e da saúde provenientes da redução de pesticidas foram estimados em mais de US$ 10 milhões por ano.

58. Promovendo os direitos das pessoas com deficiências — As Nações Unidas têm estado à frente na luta pela igualdade completa de direitos para as pessoas portadoras de deficiências, promovendo sua participação na vida econômica, social e política. A ONU tem mostrado que pessoas portadoras de deficiências constituem um recurso para a sociedade e está elaborando a primeira convenção do mundo para o avanço dos seus direitos e dignidade.

59. Melhorando as condições dos povos indígenas — As Nações Unidas têm trazido à cena as injustiças sofridas por 370 milhões de pessoas indígenas que vivem em 70 países no mundo e que estão entre as pessoas mais vulneráveis e em desvantagem do mundo. O Fórum Permanente das Nações Unidas para os Povos Indígenas, com 16 membros e estabelecido em 2000, trabalha para melhorar a situação das pessoas indígenas no mundo nas áreas de desenvolvimento, cultura, direitos humanos, meio ambiente, educação e saúde.

60. Aprimorando as telecomunicações globais — A ITU (União Internacional de Telecomunicações) reúne os governos e a indústria para desenvolver e coordenar a operação de redes e serviços de telecomunicação globais. A agência vem coordenando o uso compartilhado do espectro rádio, promovendo a cooperação internacional na determinação de órbitas de satélites, trabalhando para aperfeiçoar a infra-estrutura de telecomunicação nos países em desenvolvimento e negociando os padrões mundiais que garantem a interconexão perfeita de uma vasta gama de sistemas de comunicação. Da Internet banda-larga às tecnologias sem fio de última geração, da navegação aeronáutica e marítima à rádio astronomia e à meteorologia baseada em satélites, de serviços de telefonia e fax a transmissões de TV e redes de última geração, a ITU continua a ajudar o mundo a se comunicar. Seu trabalho permitiu que as telecomunicações se tornassem uma indústria global de US$ 1 trilhão.
http://www.pnud.org.br/pobreza_desigualdad...01=1534&lay=pde
  #34  
Velha 22/10/2005, 00h33
Avatar de Carol Morrison Hewson
Carol Morrison Hewson Carol Morrison Hewson está offline
Mofo
 
Data de Registro: setembro de 2005
Local: Santos
Mensagens: 351
Padrão

Citação:
Originalmente Escrito por Boninha Love
Carol esse texto é muito show
Juro que não tinha pensado besteira ao lê-lo
aham... seeeiiii rs
  #35  
Velha 28/10/2005, 11h58
Avatar de akuusmos
akuusmos akuusmos está offline
Passenger
 
Data de Registro: outubro de 2005
Local: Portugal
Mensagens: 117
Padrão Depois de algum tempo

"Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dara mão e acorrentar a alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se,e que companhia nem sempre significa segurança. E começa aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com graça de um adulto e não a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair meio em vão."
"Depois de algum tempo, você aprende que o sol queima, se ficar a ele exposto por muito tempo. E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que, não importam quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo (a) de vez em quando, e você precisa perdoa-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá para o resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos, se compreendermos que os amigos mudam. Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com que você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso, devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos."
"Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm muita influência sobre nós, mas que nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que você pode ser. Descobre que leva muito tempo para se chegar aonde está indo, mas que, se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados."
"Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer,enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute, quando você cai, é uma das poucas pessoas que o ajudam a levantar-se. Aprende que a maturidade tem mais a ver com tipos de experiências que se teve e o que se aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais de seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes, e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva, tem direito de estar com raiva, mas isso não lhe dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama mais do jeito que você quer não significa que esse alguém não o ame com todas as forças, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, e que algumas vezes, você tem que aprender a perdoar a si mesmo."
"E que, com a mesma severidade com que julga, será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára, para que você
junte seus cacos. Aprende que o tempo não é algo que se possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E vocêaprende realmente que pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir mais longe, depois de pensar que não pode mais. E que realmente a vida tem valor diante da vida !!!"
Shakespeare
  #36  
Velha 29/10/2005, 02h45
Avatar de Carol Morrison Hewson
Carol Morrison Hewson Carol Morrison Hewson está offline
Mofo
 
Data de Registro: setembro de 2005
Local: Santos
Mensagens: 351
Padrão

Noussa este txt do Shakespeare é Linduuu!!!
  #37  
Velha 07/11/2005, 07h26
Avatar de Cacau
Cacau Cacau está offline
We worship all creations of the cocoa bean :P
 
Data de Registro: julho de 2005
Mensagens: 4.783
Padrão Nada de mais, mas é engraçadinho.

Sobre comportamento:


BÍBI DA PIEVE

Nós X os outros


Deve haver alguma explicação para o fenômeno de vendas dos artigos que ninguém jamais compra. Pode existir uma entidade espiritual, consumista e tresloucada, que faça uma limpa periódica nas prateleiras desses produtos. Ou pode estar alguma alma caridosa - que não suporte ver gente perdendo dinheiro - a estocar inutilidades.

Ou vai ver que, aqui na Terra mesmo, estamos papando tudinho. E fazendo boca-de-siri.
Livros de auto-ajuda, por exemplo. Você nunca confessa, mas já deu uma olhadela, que eu sei. Fez uma cara de intelectual que precisava dar um tempo nas atividades mais "puxadas", e puxou a orelha de unzinho. E bem se achou lá, numa página folheada "ao acaso". Se é que não se auto-ajudou, de graça, no café da livraria!
É mais ou menos como horóscopo de jornal, que ninguém lê.
- Deus me livre, ler essas bobagens! Tenho mais o que fazer...
Vai ver de perto, é freguesa: lê o próprio, o do marido e o dos filhos. Ascendentes inclusos. (O signo lunar ela não lê, porque acha que não é muito de lua.)
Mulheres nunca vêem filme pornô, já reparou? Mas a procura é tão grande que há cada vez mais produções direcionadas ao público feminino. Ouvi dizer, ouvi dizer.
Falar nisso, as desculpas são um capítulo à parte.
- Eu assisto a Big Brother porque é muito interessante... pelo lado psicológico, eu digo!
- Estava zapeando, outro dia, e vi aquele programa de barracos da mulher loira... como chama, mesmo?
Sei, sei. Isso quando não apelam para terceiros.
- Tenho horror a novelas, mas, como minha mulher faz questão de ver todo santo dia, acabo conhecendo um ou outro personagem... (sabe de cor o nome do ator, onde mora, com quem se casou - leu tudo numa revista de fofoca, mas diz que viu no Jô, enquanto aguardava a entrevista do ministro).
Tem pior. Gente que vai à cartomante e ataca de "minha amiga está saindo com um homem casado, eu vim saber se ele vai largar a esposa mesmo, ou está só me enrolando, ops!, enrolando a pobrezinha da Mirtes!".
Aliás, importante notar: mulher nenhuma sai com homem casado. Os homens casados, no entanto, vivem tendo casos com mulheres. Mistério...
Também é verdade - sejamos justos - que muitos homens casados (com mulheres) têm romances extraconjugais com outros homens. Mas aí já é extra-extra-oficialmente, se é que se pode dizer assim. Negarão até a morte. Se um dia forem flagrados, irão logo avisando:
- Eu sou o ativo!
Todos são. É outro dado intrigante, pois, do ponto de vista anatômico... deixa pra lá.
De qualquer maneira, temos uma enigmática equação. Seja com produto que ninguém compra (mas é best-seller), ou com atitude que ninguém tomaria (mas é o que mais se vê por aí), o fato é que essa conta não fecha.
A solução mais conveniente é a seguinte: de um lado estamos nós. De outro, os outros. Quanto mais distantes de nós estão os outros, mais direito eles têm ao desejo estapafúrdio. Sua mãe não pode. Nem sua amiga. Já, se for apenas uma conhecida, está liberada. E você vai adorar dizer:
- Silvinha e o marido? Espalha não, mas são freqüentadores assíduos de um (cochichando) clu-be-de-swing...
- Jura? E como funciona isso???
- Sei lá, ué! Mal conheço a dona Sílvia!
Silvinha vira dona Sílvia no ato, e vai para a cadeira dos "outros" - onde é muito confiável acomodar seres desconfiáveis.
E assim fechamos a conta. Na marra. Enquanto nós somos singulares, e nos deliciamos com o fino, os outros são coletivos, acotovelam-se pelo grosso. Portanto, cuidado: não vá jamais se misturar aos outros.
A não ser, é claro, que queira dar uma apimentada na relação.
e-mail para a coluna bibi@edglobo.com.
  #38  
Velha 06/11/2006, 23h10
Avatar de Lua
Lua Lua está offline
Faraway, So Close
 
Data de Registro: outubro de 2006
Mensagens: 82
Padrão Timidez

Como sou tímida, sempre adorei esse texto de LFV


Da Timidez
Luís Fernando Veríssimo

Ser um tímido notório é uma contradição. O tímido tem horror a ser notado, quanto mais a ser notório. Se ficou notório por ser tímido, então tem que se explicar. Afinal, que retumbante timidez é essa, que atrai tanta atenção? Se ficou notório apesar de ser tímido, talvez estivesse se enganando junto com os outros e sua timidez seja apenas um estratagema para ser notado. Tão secreto que nem ele sabe. É como no paradoxo psicanalítico, só alguém que se acha muito superior procura o analista para tratar um complexo de inferioridade, porque só ele acha que se sentir inferior é doença.
Todo mundo é tímido, os que parecem mais tímidos são apenas os mais salientes. Defendo a tese de que ninguém é mais tímido do que o extrovertido. O extrovertido faz questão de chamar atenção para sua extroversão, assim ninguém descobre sua timidez. Já no notoriamente tímido a timidez que usa para disfarçar sua extroversão tem o tamanho de um carro alegórico. Daqueles que sempre que-bram na concentração. Segundo minha tese, dentro de cada Elke Maravilha existe um tímido tentando se esconder e dentro de cada tímido existe um exibido gritando "Não me olhem! Não me olhem!" só para chamar a atenção.
O tímido nunca tem a menor dúvida de que, quando entra numa sala, todas as atenções se voltam para ele e para sua timidez espetacular. Se cochicham, é sobre ele. Se riem, é dele. Mentalmente, o tímido nunca entra num lugar. Explode no lugar, mesmo que chegue com a maciez estudada de uma noviça. Para o tímido, não apenas todo mundo mas o próprio destino não pensa em outra coisa a não ser nele e no que pode fazer para embaraçá-lo.
O tímido vive acossado pela catástrofe possível. Vai tropeçar e cair e levar junto a anfitriã. Vai ser acusado do que não fez, vai descobrir que estava com a braguilha aberta o tempo todo. E tem certeza de que cedo ou tarde vai acontecer o que o tímido mais teme, o que tira o seu sono e apavora os seus dias: alguém vai lhe passar a palavra.
O tímido tenta se convencer de que só tem problemas com multidões, mas isto não é vantagem. Para o tímido, duas pessoas são urna multidão. Quando não consegue escapar e se vê diante de uma platéia, o tímido não pensa nos membros da platéia como indivíduos. Multiplica-os por quatro, pois cada indivíduo tem dois olhos e dois ouvidos. Quatro vias, portanto, para receber suas gafes. Não adianta pedir para a platéia fechar os olhos, ou tapar um olho e um ouvido para cortar o desconforto do tímido pela metade. Nada adianta. O tímido, em suma, é uma pessoa convencida de que é o centro do Universo, e que seu vexame ainda será lembrado quando as estrelas virarem pó.
23/02/95

Extraído de: Comédias da Vida Pública, L&PM Editores, pp. 324-325
  #39  
Velha 07/11/2006, 13h12
Avatar de Bonolocks
Bonolocks Bonolocks está offline
I'm ready to say I'm glad to be alive
 
Data de Registro: agosto de 2006
Local: Heartland
Mensagens: 4.884
Padrão

Bah! Gostei demais desse tópico, pq ler é um robie muito prazerozo. Muito bons os textos postados. São tantos que não dá prá falar de cada um, mas achei excelêntes.
Vou fazer minha contribuição. Lá no tópico "Você tem medo de que?" percebí que alguns UVs tem medo de viajar de avião. Então lembrei de 2 artigos que tinha lido e que me ajudaram muito a me deixar relaxado antes da minha primeira viagem. Depois disso viajar de avião se tornou bem legal. Eu gosto!!!
Estão aí. Antes de fazer sua viagem será interessante reler.


Aviões


O medo de voar deixa-o plantado em terra?


“SENHORAS e senhores, o vôo 210 está agora aberto para embarque.” Várias centenas de passageiros reúnem apressadamente, de última hora, a bagagem de mão, bem como jornais e revistas recém-adquiridos. Amigos e parentes, com um nó na garganta, despedem-se e abraçam-nos afetuosamente, ao passo que os passageiros se preparam para embarcar no avião que os aguarda.
Minutos depois, consegue-se sentir dentro do avião o ronco de quatro gigantes motores a jato, cada um mais alto do que um homem. Ao girarem e ganharem vida, estes produzem um empuxo superior a 100.000 cavalos-força. O avião carrega 311.000 libras ou 155,5 toneladas de combustível — suficiente combustível, uns 178.000 litros, para encher uma boa piscina!
A partir da rampa de embarque, ele inicia um percurso relativamente silencioso e macio até a pista estipulada. Aguardando a vez para receber da torre de controle a autorização para decolar, a tripulação da cabine de comando confere a longa lista de verificação dos equipamentos. Por fim todos os sistemas estão em ordem! “Vôo 210 tem permissão para decolar.” O piloto empurra para a frente os manetes de aceleração. “Estamos andando.” Os passageiros são forçados para trás nos assentos, à medida que o avião avança rapidamente. Logo o piloto puxa o manche para trás, levantando o nariz da aeronave. Repentinamente, o chão desaparece, e em pouco tempo o avião terá atingido a altitude preestabelecida de cerca de 11.000 metros e a velocidade cruzeiro de aproximadamente 900 km/h. Dentro de algumas horas as centenas de passageiros terão chegado em segurança ao seu destino — milhares de quilômetros distante.
Mas infelizmente nem tudo está bem! Há aqueles que têm muito medo até de olhar pela janela. Olham diretamente para a frente como se estivessem presos numa morsa. Há aqueles que estão com as mãos suadas e as juntas dos dedos brancas, firmemente agarrados nos braços da poltrona. O coração deles está disparado, seu estômago está dando nós. Alguns são dominados pela náusea. Não adianta ler, nem ver gravuras. Isso ajudará muito pouco.
Nem todas as fobias de voar têm a mesma causa básica. O que afeta um talvez não afete outro. Há o medo de alturas, de sobrevoar água, de multidões, de ficar enclausurado, da morte, e outros.


Amplo Medo de Voar


Centenas de pessoas gastam dias dirigindo carro ou viajando de trem, porque têm medo de voar. Calcula-se que só nos Estados Unidos mais de 25 milhões de pessoas têm medo de voar — um de cada seis adultos. No mundo inteiro o número dos que têm medo de voar é ainda maior. Calcula-se que o medo de voar tem custado à indústria de viagens aéreas domésticas nos EUA 21,2 milhões de vôos em uma só direção, 6 milhões de viagens comerciais e 15,2 milhões de viagens pessoais, resultando numa perda de renda anual de 1,6 bilhão de dólares.
Quando um ex-piloto de aviação perguntou a algumas pessoas que tinham medo de voar se elas ficam preocupadas quando um parente ou um amigo achegado viaja de avião, elas quase sempre respondiam que não. Certo conselheiro para pessoas que têm medo de voar disse num seminário: “Quando pergunto a meus pacientes: ‘Você me deixaria embarcar num avião na próxima semana?’, eles sempre dizem: ‘Naturalmente que sim.’ E eu pergunto: ‘Por quê? Não se importa que eu morra?’ Eles invariavelmente riem e dizem: ‘Você não vai morrer.’” Outro conselheiro declarou: “Tenho perguntado com freqüência aos pacientes: ‘Quantas pessoas conhece que morreram em conseqüência dum acidente aéreo?’ Usualmente nenhuma. ‘Quantas pessoas conhece que morreram em conseqüência dum acidente de automóvel?’ Usualmente duas ou três.”


Por Que o Medo?


As estatísticas e os peritos concordam que o moderno jato de linha é um meio de transporte extraordinariamente seguro. Os atuários de seguro, cujo trabalho é calcular o risco e os prêmios de seguro, afirmam que, se você for viajar de costa a costa, é cerca de seis vezes mais seguro voar do que ir de carro. Os tripulantes de aeronaves indicam prontamente que o trecho mais perigoso da viagem não é o vôo, mas a ida e a volta do aeroporto.
Agora que as viagens aéreas atingem seu maior auge, o que leva alguns a ter medo de voar? (Embora muitos homens relutem em admitir, calcula-se que, dentre os que têm medo de voar, a proporção é de meio a meio para homens e mulheres.) Eles atribuem seu medo de voar à excessiva cobertura de acidentes aéreos feita pelos veículos de informação, com reportagens em dias seguidos, e ao número de seqüestros aéreos que têm ocorrido. Também, relatos de quase colisões em pleno ar, de céus apinhados, e de menos controladores de tráfego aéreo, fazem-nos embarcar com medo. Todavia, os fatos e os dados continuam a favorecer as viagens aéreas como meio de transporte relativamente seguro.


Que Pode Fazer Aquele Que Tem Medo de Voar


Para começar, nos últimos anos diversas das principais companhias de aviação têm procurado instruir os que têm medo de voar sobre a segurança da viagem aérea. Pilotos de companhias aéreas, membros de tripulação e psicólogos clínicos praticantes têm realizado seminários em muitas das grandes cidades do mundo. O custo para cada estudante é de uns US$ 200 (c. de Cz$ 6 mil), sem incluir o preço da passagem do vôo de formatura. As sessões consistem em programas de perguntas e respostas, familiarização e dessensibilização com relação ao aeroporto in loco, e finalmente o vôo de formatura.
Certo instrutor de seminário disse: “Noventa por cento das pessoas com quem lidamos já voaram antes. Destas, metade pararam de voar devido ao medo, e metade continuam a voar, mas o fazem com aflição. Apenas 10% das pessoas que cursam nossos seminários nunca voaram.” De acordo com os relatórios, tais seminários têm tido êxito em ajudar milhares de pessoas que já voaram ou que nunca voaram, e têm medo de fazê-lo, a sentir-se bem em voar.
Visto que nem todos os que precisam embarcar num avião, possivelmente num vôo de emergência, podem cursar um seminário, mencionamos aqui algumas sugestões oferecidas por conselheiros de seminários. Dê uma boa margem de tempo para chegar ao aeroporto. Chegar de última hora e embarcar correndo pode aumentar sua ansiedade. “Geralmente recomendo não se sentar nos últimos lugares” disse certo conselheiro. “É mais desconfortável e o avião oscila mais.” A frente do avião é mais suave e silenciosa. No entanto, visto que tais lugares pertencem à primeira classe, e muitos não desejam pagar a diferença, a segunda melhor escolha é sobre a asa. Se olhar pela janela o incomoda, escolha um lugar longe da janela. “Depois de se acomodar no assento, faça. . . exercícios de respiração profunda”, aconselha The Air Traveler’s Handbook (O Manual do Viajante Aéreo). “Este procedimento singular tem funcionado com eficácia até mesmo para os mais cépticos. Faça-o com os olhos fechados. Volte-se para o seu interior em busca da força que está esperando para ser usada. . . . Assim que for possível, levante-se e espreguice-se. Ande pela cabine de passageiros.”
“É importante dizer às pessoas amedrontadas que bebidas alcoólicas não ajudam”, acautela um conselheiro de seminário. “À pressão atmosférica de 1.500 metros de altitude, esse drinque equivale a um drinque e meio. Também o álcool desseca [resseca] o sistema nervoso, desseca as membranas mucosas, torna-as incômodas, talvez as torne mais sensíveis ao movimento, talvez cause indisposição e por fim talvez as traumatize.”
“Agarrar-se rigidamente ao assento” disse outro conselheiro, “é uma das piores coisas a fazer”. Em vez disso, coloque um travesseiro nas costas. Isso ajudará a relaxá-lo.
“Senhoras e senhores, aqui é seu comandante quem fala. Estamos iniciando nossa descida e em breve estaremos pousando. Agradecemos que tenham escolhido nossa companhia aérea para voar.” Minutos depois pode-se ouvir o ruído surdo do trem de pouso baixando. O piloto recebeu permissão para aterrissar. A pista está bem à frente. Estamos descendo, e o piloto levanta ligeiramente o nariz do avião. A pista de concreto aparece na parte inferior de nossa janela — e tocamos o chão! Os motores roncam ao passo que o piloto reverte o empuxo para diminuir a velocidade do avião, e finalmente o gigante avião pára no terminal. Outro vôo bem-sucedido!

__________________________________________________ _______________________



Quão seguros são os aviões?


CERCA de meio milhão de pessoas por ano morrem nas estradas do mundo. Em contraste, o número de mortes por acidentes aéreos em 1996 foi de 1.945. Em 1997, baixou para 1.226. Segundo estatísticas dos fabricantes dos aviões Boeing, “os jatos comerciais sofrem acidentes menos de 2 vezes em cada um milhão de vôos”.
No entanto, todo desastre aéreo ganha as manchetes, ao passo que a carnificina diária nas estradas é corriqueira. Nos Estados Unidos, apenas viajar de ônibus é considerado ligeiramente mais seguro do que de avião.
Por que o avião é normalmente mais seguro do que o carro? Um motivo óbvio é que os aviões em geral não trafegam perto um do outro, como os carros nas estradas. Outro motivo é que a maioria das tripulações aéreas são muito bem treinadas e altamente profissionais no exercício de suas responsabilidades. O comandante de um Boeing 747 em geral tem mais de 50 anos de idade e uns 30 de experiência de vôo. A segurança é o fator principal para todos os membros da tripulação. Afinal, a vida deles também está em jogo.

Segurança na cabine


Se você der uma olhada na cabine de um avião de passageiros, verá que todos os instrumentos principais e os controles são duplicados — um conjunto à esquerda, para o comandante, e o outro, à direita, para o co-piloto. Assim, segundo The Air Traveler’s Handbook (Manual do Viajante Aéreo), “na improvável hipótese de que um dos pilotos venha a desfalecer, o outro terá todos os controles necessários para voar com segurança. Durante o vôo, cada piloto pode monitorar os instrumentos do outro, e checar se estão dando as mesmas indicações em ambos os painéis”.
Outro fator de segurança na cabine é que, como precaução, o piloto e o co-piloto em geral não comem a mesma comida. Por quê? Porque na remota possibilidade de comida contaminada, apenas um deles será afetado.
A fim de garantir o controle de partes móveis, como os flapes, os trens de pouso e os freios, “as aeronaves em geral têm dois ou mais sistemas hidráulicos, para a eventual falha de um deles”. A duplicação, ou até mesmo a triplicação de sistemas são requisitos de segurança padrão na maioria dos aviões modernos.


O que você pode fazer


Algumas precauções simples que todos os passageiros podem tomar: ler o cartão de instruções para situações de emergência, e prestar atenção aos comissários quando eles explicam os procedimentos de segurança antes de cada vôo. Ao ocupar a sua poltrona, verifique onde fica a saída mais próxima. E, em caso de emergência, siga as instruções dos comissários. Todos eles são bem treinados para lidar com situações difíceis, caso ocorram. Ao serem dadas instruções, é vital que os passageiros se locomovam rapidamente e se esqueçam de seus pertences. A vida é mais importante do que os bens.
Os aviões modernos normalmente voam acima das áreas de tempestade, ou as contornam, de modo que a maioria dos vôos de longa distância é muito suave. Assim, pouquíssimas pessoas enjoam. Se se espera alguma turbulência, o comandante em geral pede aos passageiros que coloquem seus cintos de segurança, como precaução.
Poderia ser ainda mais seguro viajar de avião? Sim, mas a maioria dos passageiros não toleraria a mudança necessária. Qual seria a mudança? Fazer com que eles viajassem de frente para os fundos do avião, em vez de para a cabine. Quais seriam as vantagens? Os passageiros seriam protegidos pelo encosto do banco numa desaceleração repentina, em vez de apenas por um cinto preso à altura do abdômen, que é uma proteção incompleta em comparação com a maioria dos cintos de segurança de carro, que cruzam também o tórax. Contudo, as pessoas preferem olhar para onde vão, em vez de para onde já passaram!


Medo de voar?


Calcula-se que 1 em cada 6 adultos americanos tem medo de voar. Alguns têm mais do que medo — têm fobia, um medo exagerado que pode levar ao pânico. O que se pode fazer?
Tornar-se um passageiro bem informado pode ser muito útil para abrandar a ansiedade. Todos os anos, no mundo inteiro, cerca de 15.000 aviões que servem a uns 10.000 aeroportos transportam mais de 1,2 bilhão de pessoas com relativamente poucos acidentes ou incidentes. Segundo a empresa de seguros Lloyd, de Londres, é 25 vezes mais seguro viajar de avião do que de carro.
Se você teme viajar de avião, leia livros sobre voar, aviões e treinamento de pilotos. Leia a respeito dos elevados padrões de adestramento que se exigem dos pilotos e das regras de trabalho a que se sujeitam com relação a horas de sono, limites de consumo de álcool antes de voar, e testes antidrogas de surpresa. Existem também os testes semestrais em simuladores de vôo aos quais os pilotos são submetidos para testar as suas reações a situações de emergência. Essas simulações são tão realísticas que alguns pilotos saem do simulador “trêmulos e encharcados de suor”. Se falhar no teste do simulador o piloto pode perder a licença para pilotar aviões comerciais.
Esses padrões são muito superiores aos que se impõem a quem dirige carro. Assim, quanto mais você aprender a respeito de aviões e de pilotos, maior poderá ser a sua confiança.
Também pode ser de ajuda visitar um aeroporto. Note o fluxo de passageiros e observe a reação das pessoas. Notará que a maioria delas sai do avião como se estivesse saindo de um ônibus. Viagens aéreas são rotineiras para elas. Observe a decolagem e a aterrissagem dos aviões. Entenda e admire os princípios científicos da aerodinâmica que tornam possíveis e seguros os vôos.
Quando finalmente fizer o seu primeiro vôo, diga a um dos comissários de bordo que esta é a sua primeira viagem de avião e que você está um tanto nervoso. Esses profissionais sabem como ajudá-lo a relaxar e a confiar no sistema. Tente se descontrair. Quando o comandante indicar que é seguro caminhar no avião, dê uma volta na cabine de passageiros. Poderá estar no caminho certo para vencer o seu medo de voar!


[Nota(s) de rodapé]
Na maioria das companhias aéreas, o comandante lhe permitirá dar uma olhada na cabine, quando o avião estiver parado. Ele também responderá às suas perguntas.
  #40  
Velha 09/11/2006, 18h20
Avatar de Bonolocks
Bonolocks Bonolocks está offline
I'm ready to say I'm glad to be alive
 
Data de Registro: agosto de 2006
Local: Heartland
Mensagens: 4.884
Padrão

Conheçam a mais nova poetisa!!!! Ficou entre as 5 melhores da cidade com a poesia a seguir. Tem talento essa menininha. Ela me autorizou postar aqui. Querem saber que é????
Marina Fray!!!!


Vai Voltar
vai voltar,
eu sei, um dia você vai voltar,
nem que for apenas para me magoar,
mas vai voltar, eu sei,
nem que for só para me abraçar,
mas vai voltar, eu sei.
Volte para que ao menos eu possa te olhar,
porque assim saberei que você voltou.
Mesmo sabenso que tu não me queres,
eu ainda quero te amar,e,
você sabendo disso, vai voltar, só para atentar,
para me deixar com a vontade de te beijar,
mesmo que seja apenas através do teu olhar.
Mas volte, porque ai poderei novamente respirar.
Espero não avistar, quando você se for, porque ai
terei que esperar novamente quando você voltar.
( Marina Fray - 15/05/2006)

Última edição feita por Bonolocks em 09/11/2006 às 18h23.
 


Usuários Atualmente Ativos Vendo Este Tópico: 1 (0 membros e 1 visitantes)
 
Ferramentas do Tópico

Regras de Envio de Mensagens
Você não pode criar novos tópicos
Você não pode enviar respostas
Você não pode enviar anexos
Você não pode editar as suas mensagens

Código vB está Ligado(s)
Smilies estão Ligado(s)
Código [IMG] está Ligado(s)
Código em HTML está Desligado(s)
Pular para o Fórum


Todos os horários são GMT -3. Agora são 21h19.


Powered by vBulletin
Copyright ©2000 - 2014, Jelsoft Enterprises Ltd.