Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

30 novembro 2015 14:57

por: Priscila Liporone

Quando o U2 anuncia que fará shows em Dublim, sua cidade natal, a comoção por parte dos fãs é imediata – mais até que para os moradores locais. O que se vê, então, é uma verdadeira peregrinação: pessoas dos quatro cantos do planeta reunidas para ver a banda tocar em casa.

Ao contrário das turnês anteriores, com shows ao ar livre, desta vez um número limitado de fãs conseguiu ver o U2 bem mais de perto, numa atmosfera claramente mais intimista. Nada de Slane Castle ou Croke Park – a arena onde as quatro apresentações ocorreram foi o antigo Point Depot, o mesmo dos shows finais da Lovetown Tour e do discurso “vamos embora para sonhar tudo de novo”, em 1989. O local passou por reformas e mudou de nome, agora chama-se 3Arena. Por sinal, estes foram os primeiros shows que o U2 fez numa arena fechada, na Irlanda, desde os da Lovetown. A briga por ingressos foi acirrada e o resultado não poderia ser outro: casa lotada e uma plateia absolutamente energética nas quatro noites.

Uma das questões que mais intrigavam antes do primeiro show era a respeito da estrutura; como fazer caber todo o equipamento e os telões num local tão pequeno? Foram feitas algumas adaptações, mas nada foi removido, a estrutura foi usada em sua totalidade. Mudou apenas o tamanho da passarela e a posição do palco B, que acabou “escondido” sobe o telão quando o mesmo era baixado. Nada que prejudicasse a performance. Performance esta, aliás, que trouxe grande carga emocional, multiplicada proporcionalmente pela reação do público.

Os setlists tiveram apenas as variações de sempre – destaca-se a presença de Bad em três dos quatro shows, contrariando o hábito de deixá-la reservada para o último show de cada cidade. Pode ser considerada uma espécie de substituta de I Still Haven’t Found, que está desaparecida do repertório desde os shows em Bruxelas, em outubro.

 

23/11 – noite 1

O primeiro dos quatro shows em casa teve sabor de reencontro. Ao longo do show Bono fez inúmeras referências à sensação de estar em casa. E disse que tem “viajado pelo mundo todo tentando apresentar e explicar o lado norte (North Side) de Dublim para as pessoas, mas hoje isso não será necessário”.
Para completar, a música tocada nas caixas de som da arena após o fim da apresentação foi “The Boys Are Back In Town”, da banda irlandesa Thin Lizzy – homenageada na noite seguinte por Adam, que usou uma camiseta com a estampa dos conterrâneos.

Setlist:

The Miracle (Of Joey Ramone)
The Electric Co.
Vertigo
I Will Follow
Iris (Hold Me Close)
Cedarwood Road
Song For Someone
Sunday Bloody Sunday
Raised By Wolves
Until The End Of The World / Love And Peace Or Else (snippet)
Invisible
Even Better Than The Real Thing
Mysterious Ways
Elevation
Sweetest Thing
Every Breaking Wave
October
Bullet The Blue Sky
Zooropa
Where The Streets Have No Name / California (There Is No End To Love) (snippet)
Pride (In The Name Of Love)
With Or Without You
City Of Blinding Lights
Beautiful Day
One / Invisible (snippet)

 

24/11 – noite 2

“Invasão de brasileiros em Dublim”! Ao menos foi o que disse Bono, ao constatar que o fã que estava a seu lado no palco em Mysterious Ways era o brasileiro Eliezer, caracterizado com a fantasia de boxeador que Bono usava na PopMart Tour. E completou: “temos parentes lá”, em referência à família de Mariana, esposa de Adam. Ele já havia comentado sobre os fãs brasileiros e sua animação em outras ocasiões, inclusive nos shows de Belfast.
Bono cumprimentou o amigo Shane MacGowan, do The Pogues, que estava no show. O presidente da Irlanda, Michael Higgins, também esteve presente – bem à vontade no meio da plateia.
No setlist impresso a última música seria I Still Haven’t Found, mas de última hora Bad e 40 entraram em seu lugar – para delírio geral do público, que cantou muito alto, e seguiu cantando mesmo depois de a banda deixar o palco.

Setlist:

The Miracle (Of Joey Ramone)
Out Of Control
Vertigo
I Will Follow
Iris (Hold Me Close)
Cedarwood Road
Song For Someone
Sunday Bloody Sunday
Raised By Wolves
Until The End Of The World / Love And Peace Or Else (snippet)
Invisible
Even Better Than The Real Thing
Mysterious Ways
Desire
Angel Of Harlem
Every Breaking Wave
October
Bullet The Blue Sky
Zooropa
Where The Streets Have No Name / California (There Is No End To Love) (snippet)
Pride (In The Name Of Love)
With Or Without You
City Of Blinding Lights
Beautiful Day
Bad / 40 (snippet)
40

 

27/11 – noite 3

Muitos fãs – tanto os que estavam lá ao vivo quanto quem acompanhou as transmissões via internet – concordam que este foi o mais intenso dos shows de Dublim. A banda estava particularmente afiada, e entregou uma performance impecável. Músicas como Gloria e New Year’s Day, aparição surpresa da noite e apenas sua terceira performance na i+e Tour, levantaram o público; esta última criando um coral ensurdecedor na 3Arena. Também agradou muito o trecho “shine like stars” em With Or Without You, alterado por Bono para “we’ll shine like stars in the Irish night”.

Bono fez questão de destacar a presença do amigo Andy Rowen, em quem as letras de Bad e Raised By Wolves foram inspiradas. Disse que Andy era “uma mente brilhante que se perdeu pelo caminho”, mas que conseguiu se reencontrar, “e está aqui conosco esta noite”. Outras presenças caras para Bono foram a de seu irmão, Norman, e de sua esposa e eterna musa Ali. Os atores Matt Damon e Colin Farrell completaram o time de famosos que prestigiaram o U2.

Setlist:

The Miracle (Of Joey Ramone)
Gloria
Vertigo
I Will Follow
Iris (Hold Me Close)
Cedarwood Road
Song For Someone
Sunday Bloody Sunday
Raised By Wolves
Until The End Of The World / Love And Peace Or Else (snippet)
Invisible
Even Better Than The Real Thing
Mysterious Ways
Elevation
New Year’s Day
Every Breaking Wave
October
Bullet The Blue Sky
Zooropa
Where The Streets Have No Name / California (There Is No End To Love) (snippet)
Pride (In The Name Of Love)
With Or Without You
City Of Blinding Lights
Beautiful Day
Bad
One / Invisible (snippet)

 

28/11 – noite 4

Fechando a temporada em casa, mais uma apresentação cheia de garra e com clima de celebração. Eve e Jordan foram assistir à banda do pai ao lado de Ali, além dos amigos Gavin Friday e Noel Gallagher, e o empresário “fantasma” Guy Oseary (que anda ocupado demais com a turnê de sua outra cliente, Madonna, para acompanhar a i+e Tour de perto).
Bono mandou o recado, citando a si mesmo de 26 anos atrás, no mesmo local: “nada de sonhar tudo de novo!”. Em Mysterious Ways, uma convidada muito especial se juntou à banda: a drag queen irlandesa Panti Bliss, importante ativista dos direitos LGBT no país. Ela desfilou, dançou, arrasou e foi maciçamente aplaudida. Veja.
Bliss permaneceu no palco para fazer a transmissão oficial do meerkat da próxima música, Desire, que também teve convidada especial: a cantora Imelda May. Ela cantou boa parte da música sozinha, com Bono e Edge fazendo backing vocals.
Foi uma sequência bastante animada, com direito a selfie no final, que empolgou o público – tanto que a música seguinte, Angel of Harlem, foi cantada em uníssono, mesmo depois de precisar ser reiniciada devido à quebra de uma das cordas do violão de The Edge.
With or Without You (novamente com o trecho Shine Like Stars) e o final com Bad e 40 foram a cereja no bolo, encerrando a série de quatro apresentações muito bem sucedidas. É o U2 de volta a casa.

Setlist:

The Miracle (Of Joey Ramone)
The Electric Co.
Vertigo
I Will Follow
Iris (Hold Me Close)
Cedarwood Road
Song For Someone
Sunday Bloody Sunday
Raised By Wolves
Until The End Of The World / Love And Peace Or Else (snippet)
Invisible
Even Better Than The Real Thing
Mysterious Ways
Desire
Angel Of Harlem
Every Breaking Wave
October
Zooropa (snippet) / Bullet The Blue Sky
Zooropa
Where The Streets Have No Name / California (There Is No End To Love) (snippet)
Pride (In The Name Of Love)
With Or Without You
City Of Blinding Lights
Beautiful Day
Bad / 40 (snippet)
40

 

A parada final da i+e Tour em 2015 será em Paris – o retorno para os dois shows que o U2 foi impedido de realizar por força das circunstâncias. Haverá transmissão do canal HBO para EUA e Canadá. Ainda não há informações sobre quando – ou se – outros países farão a exibição do especial.

Comentários

Não há comentários.

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet