Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

5 agosto 2015 16:48

por: Priscila Liporone

i+e Tour em Nova Iorque: parte 2

1 comentário
1494 visitas
Shows

A “residência” do U2 em Nova Iorque chegou ao fim após oito longas e movimentadas apresentações. Mais uma horda de celebridades compareceu, como Julian Lennon, Chris Cornell, o casal Hillary e Bill Clinton, Simon LeBon (do Duran Duran), Jessica Chastain e vários outros. Entre os brasileiros, o ex-jogador de vôlei Tande e os jornalistas globais Willian Bonner e Fátima Bernardes.

Os quatro últimos shows foram ainda mais agitados que os anteriores, com mais surpresas no repertório e convidados especiais. Teve até aparição surpresa de Adam e Edge na festa de um fansite!

Veja a seguir o que rolou de mais marcante no final desta primeira leg da i+e Tour!

 

26/07 – noite 5

A apresentação da quinta noite em Nova Iorque transcorria normalmente, e dava a impressão de que seguiria dessa forma até o final, sem novidades, sem nenhuma surpresa. O que chamou atenção foi a fã convidada para subir ao palco: uma japonesa inteiramente caracterizada de gueixa, com leque e tudo mais. Ela havia sido vista por Bono do lado de fora da arena antes do show, e não passou despercebida.
Até que, após Elevation, Bono perguntou se alguém da plateia sabia tocar piano. Eis que chega ao palco ninguém menos que Lady Gaga. Sua performance junto da banda em Ordinary Love dividiu a opinião dos fãs, agradando a uns, desagradando a outros – como tudo o que a cantora costuma fazer…

Quanto ao setlist, a troca da ordem de algumas músicas entre o final do set principal e o bis, que havia ocorrido a partir dos shows de Boston, foi desfeita, voltando ao que era antes. Também houve o retorno de Gloria ao repertório, e novamente o vídeo de The Fly usado durante o intervalo no lugar da versão com The Wanderer.

Setlist:

The Miracle (Of Joey Ramone)
Gloria
Vertigo
I Will Follow
Iris (Hold Me Close)
Cedarwood Road
Song For Someone
Sunday Bloody Sunday
Raised By Wolves
Until The End Of The World / Love And Peace Or Else (snippet)
Invisible
Even Better Than The Real Thing
Mysterious Ways
Elevation
Ordinary Love
Every Breaking Wave
Bullet The Blue Sky
The Hands That Built America (snippet) / Pride (In The Name Of Love)
Beautiful Day
With Or Without You
City Of Blinding Lights
Where The Streets Have No Name / California (There Is No End To Love) (snippet)
One

 

27/07 – noite 6

A sexta noite em Nova Iorque trouxe uma grata surpresa logo no começo: a aguardada, porém improvável até então, performance de Two Hearts Beat As One. Ela havia sido ensaiada há mais de um mês, e só veio debutar neste show. Aparentemente os inúmeros pedidos de fãs, tanto presencialmente quanto pela internet, tiveram seu peso – Bono perguntou, ao final da música, se o público estava feliz com a música, que não era tocada “há mais de um quarto de século”; verdade, pois a última aparição da canção ao vivo foi num show da LoveTown Tour, em dezembro de 1989.

O fã escolhido para fazer a transmissão oficial via meerkat é uma figura já conhecida de quem vem acompanhando a turnê: Amp Bains é facilmente identificado por estar sempre com um turbante na cabeça. Ele já esteve em diversas apresentações e conversou com os membros da banda em suas aparições pré-show.
Mas quem roubou a cena, assim como nosso amigo Paulo Lila alguns shows atrás (relembre aqui), foi o chileno Ignacio, que acompanhou o U2 no violão em Angel of Harlem e também ganhou o instrumento de presente.

Para arrematar, uma rara performance de The Troubles – a última desta primeira leg. October constava no setlist impresso, logo após Angel of Harlem, mas acabou não sendo executada. Ainda na lista impressa, o show terminaria com I Still Haven’t Found, mas, na última hora, Bono mudou de ideia e trocou para One. Avisou a banda e pediu que a plateia cantasse, pois ele “já tinha terminado” [o trabalho dele naquela noite]. Houve um certo desencontro, pois as pessoas demoraram para participar e a música foi reiniciada duas vezes. Acabou dando certo, e o lindo coral de milhares de vozes cantando One finalizou o espetáculo.

Setlist:

The Miracle (Of Joey Ramone)
Two Hearts Beat As One
Vertigo
I Will Follow
Iris (Hold Me Close)
Cedarwood Road
Song For Someone
Sunday Bloody Sunday
Raised By Wolves
Until The End Of The World / Love And Peace Or Else (snippet)
Invisible
Even Better Than The Real Thing
Mysterious Ways
Desire
Angel Of Harlem
Every Breaking Wave
Bullet The Blue Sky
The Hands That Built America (snippet) / Pride (In The Name Of Love)
Beautiful Day
The Troubles
With Or Without You
City Of Blinding Lights
Where The Streets Have No Name
One

 

29/07 – festa do fansite @U2

Dia de folga para o U2, dia de festa para alguns fãs: o fansite @U2 completa 20 anos de existência em 2015, e já havia programado uma festa em Nova Iorque para comemorar a data desde que os shows na cidade foram anunciados, meses atrás. Era uma festa fechada, com venda de ingressos, e dava direito ao show de uma banda cover chamada The Unforgettable Fire. A confraternização ia bem, com muita animação, encontros entre amigos e desconhecidos, bolo e bebida. Até mesmo o técnico de guitarra de Edge, Dallas Schoo, apareceu para prestigiar a festa! Não poderia ficar melhor, certo? ERRADO! O local praticamente veio abaixo quando sobem ao palco Adam e The Edge – não os da banda cover, mas os verdadeiros! Simpaticíssimos, distribuíram sorrisos e ainda tocaram duas músicas com os integrantes da banda cover: Where The Streets Have No Name e Out of Control.
O mais legal de tudo é que nem mesmo os organizadores da festa sabiam que isso ia acontecer. Foi mesmo um presentão inesquecível para todos os que puderam estar no lugar certo, na hora certa.
E não ficou só nisso, não: essa aparição foi destaque no site e nas redes sociais oficiais do U2. Definitivamente histórico!

Relatos dão conta de que durante estes dois dias de folga o U2 gravou algumas entrevistas e depoimentos para um documentário que será exibido pelo canal HBO, juntamente com um dos shows de Paris, que ocorrerão em novembro.

 

30/07 – noite 7

O penúltimo show em solo novaiorquino estava bem animado – com a presença, mais uma vez, do já “manjado” fã U2BROTHR no palco. No entanto, a participação dos próximos convidados acabou causando um grande mal estar. Quantas vezes houve uma vaia ensurdecedora durante um show do U2? Provavelmente esta foi a primeira e única até hoje. Bono convidou para o palco dois bombeiros que lhe prestaram os primeiros socorros após seu acidente de bicicleta, e uma moça, que fez a ligação chamando o resgate. A conversa com os bombeiros foi boa; porém, ao apresentar a garota, Bono disse que ela era de Denver. Mal teve tempo de terminar seu agradecimento, ela logo tomou o microfone e o corrigiu, dizendo que ela era da capital americana, Washington, e não de Denver. Estendeu-se, então, num discurso arrogante e totalmente inapropriado, dizendo que, se não fosse por ela, Bono não estaria ali naquela noite, pois ninguém da cidade de Nova Iorque se dignou a parar para ajudar ou ligar para o serviço de emergência. Naturalmente ela foi vaiada por um bom tempo. O constrangimento foi tamanho que em algumas fotos é possível ver Larry cobrindo o rosto de vergonha… e Bono precisou de muito jogo de cintura para dissolver a tensão e prosseguir com a apresentação. Por sorte, não foi muito difícil, pois logo rolou uma inesperada performance de Satellite of Love à la Zoo TV: com o vocal de Lou Reed no telão, fazendo um dueto virtual com Bono.
Mais uma surpresa: antes de Where The Streets Have No Name, em todo show, Bono cita um trecho de Mother and Child Reunion, de Paul Simon. Pois nesta noite o músico, em pessoa, apareceu e se juntou ao U2 para a canção, protagonizando um momento emocionante.
Assim como na noite anterior, I Still Haven’t Found estava programada para o encerramento do show, mas foi trocada por One de última hora.

Leia aqui um relato pessoal e bem bacana deste show no post de nossa amiga UV Maria Teresa!

Setlist:

The Miracle (Of Joey Ramone)
The Electric Co.
Vertigo
I Will Follow
Iris (Hold Me Close)
Cedarwood Road
Song For Someone
Sunday Bloody Sunday
Raised By Wolves
Until The End Of The World / Love And Peace Or Else (snippet)
Invisible
Even Better Than The Real Thing
Mysterious Ways
Elevation
Ordinary Love
Satellite of Love
Every Breaking Wave
Bullet The Blue Sky
The Hands That Built America (snippet) / Pride (In The Name Of Love)
Beautiful Day
With Or Without You / Satellite of Love (snippet)
City Of Blinding Lights
Mother And Child Reunion
Where The Streets Have No Name / California (There Is No End To Love) (snippet)
One

 

31/07 – noite 8

Encerrar uma maratona de shows como esta, ainda mais em Nova Iorque, e sendo também final de leg, só poderia ser em grande estilo, não? Isso foi conseguido por meio de música nova no setlist e um convidado muito especial! Além da participação dos fãs no palco, que desta vez ficou por conta dos nossos colegas do fansite U2BR. Eles eram cinco, e estavam caracterizados no estilo Village People, com cartazes que diziam “Let us Discotheque with U2” (algo como “deixem-nos dançar Discotheque com o U2”). Deu supercerto e eles foram convidados para fazer a festa no palco durante Desire! Parabéns, pessoal!
Na sequência veio a surpresinha: Party Girl, com direito a champanhe, aberta por Bono e servida para Edge e Larry (Adam não bebe).
Nova Iorque já havia trazido para o palco do U2 Jimmy Fallon e sua banda The Roots, Lady Gaga e Paul Simon. A dica do próximo convidado foi dada no finalzinho de Beautiful Day – um snippet de Hungry Heart. Sim, fechando com chave de ouro, a presença de The Boss: Bruce Springsteen. Ele já havia tocado com o “U2 -1” (Edge, Larry e Adam) numa apresentação especial em Nova Iorque. Desta vez a banda estava completa, e ele dividiu os vocais com Bono e tocou violão em I Still Haven’t Found. Aproveitando o clima, a “palhinha” se estendeu e acabou rendendo mais uma música inteira: Stand By Me (assista aqui). Sensacional!
O grand finale ficou por conta de 40, com o público do Madison Square Garden cantando em uníssono o inesquecível “how long… to sing this song”.
Fim do primeiro tempo da Innocence + Experience Tour.

Setlist:

The Miracle (Of Joey Ramone)
Out Of Control
Vertigo
I Will Follow
Iris (Hold Me Close)
Cedarwood Road
Song For Someone
Sunday Bloody Sunday
Raised By Wolves
Until The End Of The World / Love And Peace Or Else (snippet)
Invisible
Even Better Than The Real Thing
Mysterious Ways
Desire
Party Girl
Every Breaking Wave
Bullet The Blue Sky
The Hands That Built America (snippet) / Pride (In The Name Of Love)
Beautiful Day
With Or Without You
City Of Blinding Lights
Where The Streets Have No Name / California (There Is No End To Love) (snippet)
I Still Haven’t Found What I’m Looking For
Stand By Me
40

 

O final da primeira parte da turnê rendeu um post bem legal nas redes sociais do U2: um vídeo com a banda deixando o palco após o final do show, junto a um agradecimento aos fãs dos EUA e Canadá – veja.

A i+e Tour terá um recesso de 33 dias, retornando no dia 4 de setembro em Turim, na Itália. Tempo suficiente para especular se haverá mudanças no palco, nos telões, no setlist, na interação com os fãs… se será um período de descanso ou de ensaio de novas músicas…

Continue ligado, pois aqui na UltraViolet a gente está de olho em cada movimento do U2. Na nossa fan page você pode conferir as novidades em tempo real, não deixe de curtir!

Comentários

Como sempre impecável teu resumo Priscila, parabéns! A curiosidade é grande pra ver o que muda no setlist pra Europa. Eu aposto minhas fichas na estréia de This Is Where You Can Reach Me Now 🙂

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet