Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

11 setembro 2014 18:57

por: Holy Joe

big_thumb_de968be084e33f512ea05129f4ecad97

“A maioria das coisas na vida vem de surpresa”, diz Lykke Li em entrevista à Rolling Stone, um dia depois do U2 surpreender o mundo com seu novo álbum, ‘Songs of Innocence’.

U2_Songs_Of_Innocence_LP_release_2014_September_9th_music_scene_irelandA cantora nascida na Suécia é a voz melodiosa cantando sublime “little by little …” em meio à um turbilhão de cordas orquestradas e um sussurro apaixonado de Bono no número de fechamento do álbum, a faixa “The Troubles”.

Quando a banda anunciou que meio bilhão de pessoas seriam capazes de baixarem imediatamente e gratuitamente o disco, no evento da Apple esta semana, Li estava “deitada de cabeça para baixo” em seu quiroprático. Como todo mundo, ela ficou surpresa. “Este foi uma coisa repentina, inesperada”, diz ela. “Eu não tenho nenhuma idéia sobre qualquer coisa.”

A vocalista foi convidada para cantar na música por volta de um ano e meio atrás por um dos produtores do álbum, Brian “Danger Mouse” Burton. “Ele me mandou uma mensagem: ‘Ei, você quer cantar em uma faixa do U2?'”, diz ela. “E eu disse ‘Sim, eu não sei. Certeza?’ Era uma pergunta aleatória.”

Então ela foi para um estúdio de Los Angeles onde ela realizou o corte de seus vocais em um tempo que a banda não estava por perto.
O U2 então mudou as notas da canção no verão passado e ela tinha que refazer o vocal da faixa, e uma vez que ela já estava na Europa, ela encontrou com a banda em Londres para refazer o corte de seus vocais, desta vez na presença de Bono.

“Bono foi muito gentil”, ela diz. “Ele era como o líder tranquilo, instruindo-me a cantar em sintonia – o que normalmente eu não faço.” Ela ri. “Principalmente, deixaram-me fazer do meu próprio jeito, nós tentamos coisas diferentes como sussurrando para alguém ou gritando com alguém, mas era tudo sobre como criar intimidade. Nós tiramos todos os instrumentos e música, e cantamos somente com o som da bateria, por isso foi realmente chegando ao cerne do que a música significava. Eu tive um momento maravilhoso.” (A propósito, Li disse que ela não tem ideia o que é a “versão alternativa” da música que estará disponível na edição deluxe do disco do U2, e como irá soar e se ela será dos mesmos cortes que a versão do álbum, quando acontecer o lançamento físico em outubro.)

Eles não discutiram o significado por trás da letra de “The Troubles”, que é uma canção de sobrevivência, mas Li diz que isso não importava. “A música já tem tanta profundidade, não precisa entender completamente do que as letras são para compreendê-la em sua alma e coração,” ela diz. “É uma coisa realmente maravilhosa que sou capaz de alinhar-me também, naquela emoção.”
Li estima que ela teve que fazer apenas um par de takes, entre os quais Bono a fascinou com “contos de sua estrada no rock and roll”.
Ela diz que essas histórias são “confidenciais”, mas disse que tinha algo a ver com Jack Nicholson e Nina Simone. “Super interessante”, ela diz timidamente. “Foi muito divertido. Ele contou um monte de piadas e se referiu a mim como uma ‘pequena criança vodu’. Eu realmente explodi de felicidade”.
Bono disse que sua canção favorita de Lykke Li é “Never Gonna Love Again.”

Li disse que manter sob sigilo sua contribuição em ‘Songs Of Innocence’ não foi difícil, porque, mesmo que ela não seja um tipo de fofoqueira, ela não tinha certeza se sua canção iria fazer parte do corte final do disco. Ela disse que contou apenas para alguns amigos íntimos desta possibilidade. Ela ouviu a música pela primeira vez, juntamente com todos os outros. “Eu achei que ficou ótimo”, diz ela. “Eu toquei no carro e provavelmente ela soa até mais psicodélica do que fizemos na gravação.”
Agora que foi lançada, ela está mais animada para compartilhar com o pai dela a canção “The Troubles”. “Ele não vai acreditar”, ela diz. “É uma coisa louca sua filha cantar com o U2”. A cantora diz que, embora ela tenha enviado a canção para ele, ela não sabe o que ele pensou sobre ainda porque, como ela diz com uma risada, “ele estava no topo de um montanha em algum lugar.”
Em última análise, Li está feliz de que a música esteja disponível. “Eu sou apenas o backing vocal”, diz ela. “É uma grande coisa. Acho que eles são mais ou menos como uma das maiores bandas do mundo, e eu acho que se Mary J. Blige pode cantar em “One” com eles, eu também posso”.

Ultraviolet-U2 no Twitter: https://twitter.com//ultravioletu2

Ultraviolet-U2 no Facebook: https://www.facebook.com/UltravioletU2Brasil

Holy Joe – Blog U2 Sombras e Árvores Altas – https://www.facebook.com/blogsombrasearvores

Comentários

Adorei a participação dela no CD. Baixei os discos dela e achei interessantes. Nada de outro mundo, mas legais. gosto deste tipo de voz.
Ótimo texto, André.

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet