Willie Williams relembra trabalhos com Mark Fisher

Willie Williams relembra trabalhos com Mark Fisher

markfisher-williewilliams

O cenógrafo de palcos do U2, Willie Williams, expressou sua tristeza pela morte de Mark Fisher.

“É certamente o fim de uma era,” disse Williams, “e de certa maneira, nós ainda nem tínhamos começado a apreciá-la. Serei sincero – eu estava pensando nos últimos dias sobre isso, ‘O que vai acontecer agora?’”

“Eu me lembro de uma apresentação com ele uma vez que foi totalmente rejeitada,” falou Williams. “Tudo o que propúnhamos era somente não, nem mesmo um não restaurável, era só não. Depois que saímos, alguém disse para gente: ‘Vocês devem estar tão desapontados depois de todo esse trabalho’. E Mark disse: ‘Não, você não entende – eu gosto de projetar coisas.’ Mark simplesmente amava o processo.”

“Na escala de engenharia, a U2360 é o coroamento da glória. Nós a chamamos de Olímpiadas de Pequim do rock. Mas mesmo assim, é o auge de algo e é também o fim de uma jornada porque ninguém em perfeito juízo vai tentar algo nessa escala novamente. Mas a PopMart foi o momento crucial. Nós estamos interessados na tecnologia LED e Mark tinha vindo do Japão, tendo visto LED azul em produção num preço razoável, e com o vermelho e verde já existentes, ele percebeu que nós podíamos agora produzir um vídeo. Ele rascunhou a ideia de uma tela de vídeo de baixa resolução, que poderia preencher todo o estádio. Na época era ficção científica.”

O iluminador dos Rolling Stones, Patrick Woodroffe, também deu um depoimento nesta reportagem.

Fonte: Mojo

Por Fernanda Bottini

UltraViolet-U2 no Twitter: https://twitter.com//ultravioletu2

UltraViolet-U2 no Facebook: https://www.facebook.com/UltravioletU2Brasil

 

Os comentários estão encerrados.