Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

4 novembro 2012 14:09

por: febottini

O ano 2000 marcou o recomeço para muitas bandas que vinham de alguns insucessos. Entre essas bandas estava o intocável U2. No início da década de 90 eles precisaram se reencontrar enquanto uma banda para dar sequência à carreira. Essa auto-análise gerou um dos álbuns mais espetaculares da década, “Achtung Baby” (1991). Porém, o que veio depois disso não foi nada animador. Em 1993, como um aprofundamento das ideias do álbum anterior, a banda lançou o incompreendido “Zooropa”, modernoso demais para a sua época. Mas em 1997 o caldo entornou de vez quando lançaram o eletrônico e dançante “Pop”. Foram tempos difíceis para a banda.

Uma coletânea lançada em 1998 e uma música inédita lançada em 1999 para a trilha de um filme foi tudo que os irlandeses produziram num hiato de três anos. Foi preciso juntar os cacos e recomeçar. Antes de mais nada, “All That You Can’t Leave Behind” representa isso. E foi na fonte do passado que o U2 buscou forças para compor novas canções e voltar ao estilo básico, triunfal e definitivo para a banda em seus anos iniciais.

Trabalhando novamente com os produtores Brian Eno e Daniel Lanois (que produziram as obras primas “The Joshua Tree” (1987) e “Achtung Baby”), o U2 abandonou a maioria dos elementos eletrônicos que vinham usando na última década e construiu um punhado de canções robustas, baseadas em baixo, guitarra e bateria. O resultado fez de “ATYCLB” um dos melhores discos da banda.

O álbum serviu para reestabelecer o U2 como um dos maiores grupos da história. O primeiro single, “Beautiful Day”, é certamente uma das cinco músicas mais conhecidas da banda em 35 anos de carreira. Por sinal, todos os singles deste álbum viraram hit e são queridíssimas dos fãs: “Stuck In A Moment You Can’t Get Out Of” (dedicada a Michael Hutchence, vocalista do INXS morto em 1997 e amigo pessoal de Bono), “Elevation” (que foi parar na trilha de “Tomb Raider”) e “Walk On” (que teve clipe gravado no Rio de Janeiro).

Embora o álbum tenha estreado na 3ª posição nos Estados Unidos, quebrando uma sequência de cinco álbuns consecutivos no topo da parada, acabou por ganhar 7 Grammys e se tornou um dos discos mais vendidos da banda. Foi o álbum que reconectou Bono, The Edge, Adam e Larry a seus fãs antigos e os perpetuou para os anos seguintes, quando uma nova geração de admiradores descobriu a grandiosidade do U2.

Fonte: MTV – PortalROCKline

UltraViolet-U2 no Twitter: https://twitter.com//ultravioletu2
UltraViolet-U2 no Facebook: https://www.facebook.com/UltravioletU2Brasil

Comentários

Como o tempo voa! Adoro esse álbum! Chorei de emoção na U2360 quando finalmente ouvi Walk On ao vivo!

“Beautiful Day” ainda hoje é muito executada nas rádios. Cronologicamente falando, o maior hino da banda depois de “One”. Teríamos ainda “Kite”, “In A Little While” e “New York”, que cresceram muito nas performances da tour Elevation.

Amo esse álbum. Sou louca pela voz rouca do Bono em In a Little While. Ficou emocioannte.

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet