Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

2 outubro 2012 15:57

por: febottini

Nossa amiga e colaboradora Leah Siqueira me indicou um artigo bem interessante. Ele é do início do ano, mas não lembro dele ser divulgado. Achei bem bacana porque o autor foi atrás, pesquisou bastante e achou coisas raras, para a grande maioria.

Na primeira metade dos anos 80, o U2 fez quatro paradas em D.C.(Washington, Distrito de Colúmbia). Pesquisando em jornais da época, descobriu-se que o primeiro show ocorreu em Washington no dia 07 de dezembro de 1980, no The Bayou. Este foi apenas o segundo show do U2 nos Estados Unidos, depois de tocar na noite anterior no Ritz, em Nova York.

Eles viajaram para Buffalo para o próximo show, em 08 de dezembro de 1980. Em Nova York, enquanto o U2 estava no palco, Mark David Chapman atirou e matou John Lennon. O próximo show da banda seria no Canadá. O show em Toronto foi bem emocionante e recebeu boas críticas da impressa.

A banda voltou na próxima primavera e tocou de novo no The Bayou. Eles fizeram dois shows em 03 de março de 1981, de novo com a abertura de Slickee Boys. Os ingressos custavam apenas $ 3 dólares!
No dia seguinte, saiu uma bela crítica no Washington Post:

“O grupo de Dublin apareceu na noite passada no The Bayou e a percepção da cidade de new wave nunca foi a mesma. Rasgando a multidão com solos de guitarra marcantes e nervosos, vocais eletronicamente ecoavam, U2 também trouxe para a sua performance um senso de refinamento que tem faltado ao rock há algum tempo. (…) Harmonias legais, toques sutis dinâmicos e complexos, melodias quase dissonantes combinadas para produzir um som que era ao mesmo tempo esclarecedor e emocionante. (…) U2 como Police e The Clash estão levando o new wave para um nível mais alto. Sua música é simples, mas nunca simplista e simplesmente maravilhosa.”

O próximo show foi no Ontario Theatre, em 11 de dezembro de 1981. Os ingressos desse show eram um pouco mais caros, $ 9,50 dólares. Os britânicos do Bow Wow Wow abriram a noite para eles.

A banda só voltou a D.C. para um show em 05 de dezembro de 1984. O show se esgotou tão rápido que o U2 colocou um aviso de desculpas no Washington Post, garantindo para aqueles que não conseguiram ingressos, que eles voltariam para lá na próxima primavera – eles voltaram, no Capital Centre em Maryland.

Segue a análise no dia seguinte do show:

“Você não poderia ter pedido melhor pela mágica do U2 na noite passada no Constitution Hall. No meio de uma interpretação empolgante de ‘Sunday Bloody Sunday’, um choro pela paz inspirado nos conflitos na Irlanda do Norte, o cantor Bono Vox [sim, o texto original tem ‘Vox’] liderou a multidão falando ‘No more, no war’. Uma menina conseguiu dar um pequeno buquê ao cantor, Bono aceitou as flores e em seguida ergueu a menina para o palco, abraçando-a como uma demonstração da fraternidade que a música estava defendendo. Os fãs aprovaram. Momentos como esse são como o rock and roll é, e eles acontecem poucas vezes hoje.(…) Houve momentos em que os aplausos em resposta a guitarra do Edge se tornavam impossíveis de ouvir o que ele estava tocando e Bono até ganhou muitos aplausos simplesmente por abrir a camisa.”

A próxima vez que a banda veio foi em 1987, e eles tocaram no estádio RFK. Joshua Tree tinha sido lançado e o super grupo chegou. O U2 fez bem o seu caminho para se tornar a maior banda do planeta e a banda mais influente desta geração.

Fonte: Ghosts of D.C.

UltraViolet-U2 no Twitter: https://twitter.com//ultravioletu2
UltraViolet-U2 no Facebook: https://www.facebook.com/UltravioletU2Brasil

Comentários

Mais uma grande matéria!!!aprovadosorriso

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet