Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

12 setembro 2012 16:30

por: febottini

Rumores desde a semana passada rondavam por toda parte. A notícia era de que o Adam Clayton estava mais uma vez em terras brasileiras. Ele já esteve aqui no Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro, em abril deste ano.

Mas nada era muito confirmado. Chegamos a receber a informação que ele teria sido visto em uma livraria nos Jardins, na semana passada, mas sem fotos.

Ontem, tivemos a certeza! Algumas fãs sortudas conseguiram encontrar com o baixista do U2 no Aeroporto Internacional de Guarulhos, antes que ele embarcasse rumo à Londres. Muito simpático, Adam tirou fotos, deu autógrafos e bateu papo.

Vejam o depoimento da Regiane Batista:

“Ele é mesmo um Lord, educado, calmo, muito simpático, abordei ele pedindo desculpas por incomodá-lo e ele disse ok, autografou dois CDs meus. Ia dar só um CD meu pra ele assinar, não queria ser indelicada, mas como foi muito atencioso dei meu Achtung Baby também, mostrei pra ele assinar em cima da foto dele e ele sorriu… Sobre a nova turnê disse que ainda não sabe nada, estava perdido, perguntou onde ele tinha que fazer o check-in. Disse pra ele voltar mais vezes pro Brasil e ele disse que sim! Ele reconheceu a Gleise das outras vezes, perguntou da amiga del,a que é a Danielle Zampiere, ela o presenteou com um livro e ele se mostrou muito contente com o mimo. Enquanto tomava um café antes do embarque, Adam sugeriu alguns lugares pra serem visitados na Irlanda como St Endas’s Park e Pearse Museum, Pq em Rathfarmham’s. Depois entrou na sala de embarque parou só para fazer tchau… Disse que gosta muito do Brasil e que pretende voltar mais vezes, abordamos ele com muita educação e descrição, acredito que esse tenha sido o motivo por ter ficado conversando conosco.”

Adriana Pravato:

“Encontrar o Adam foi uma emoção sem igual. Ele caminhava tranquilo e anônimo pelo aeroporto e abordamos ele com calma e educação. Eu pedi a foto e para autografar meus CDs. Ele nos atendeu com calma, educação e paciência . Ele tem a voz suave, bonita , estava bronzeado , de roupa casual e chinelos. Perguntamos sobre a turnê e o novo disco, ele não soube nos responder, disse que não sabia de nada . Depois nos perguntou onde era o check in, estava um pouco perdido. Sempre sorrindo, sempre simples e educado. Fiquei muito emocionada, tremi muito , mas consegui falar com ele… foi perfeito !”

Gleise Kelly:

“Essa é a terceira vez que encontro com o Adam. Em todas as ocasiões ele agiu da mesma forma sendo atencioso, simpático e educado. Ele transmite uma paz que não tem como descrever, (apesar de eu estar evoluindo com o passar do tempo), porque por mais que você tente ficar calma, é seu ídolo de décadas que está na sua frente e a primeira reação é ficar embasbacada com a sua presença. Na primeira vez havia pensado em todas as coisas que eu gostaria de falar com qualquer um deles, minha admiração, meus anos ouvindo sua música e o que eu sinto com elas, mas simplesmente não saia nada, nem meu nome conseguia soletrar para o autógrafo depois de olhar aqueles olhos azuis e aquele sorriso. Estávamos eu a minha amiga Danielle, nas duas primeiras oportunidades. A primeira foi na frente do hotel, pós show, em que todos já tinham ido embora. Adam saia e voltava do hotel, tranquilo, com seu chinelinho, as vezes acompanhado com o Jerry, outras não.Todas essas vezes tentamos o abordar e Jerry pedia para que voltássemos outra hora, ele vai almoçar, ele volta, enfim pacientemente esperamos. Ficamos batendo papo com uns funcionários, rindo mesmo, falando besteira com o motorista que estava a disposição do Bono, no qual ele deu o par de chinelos para ele, as fotos e todos foram unânimes em dizer da simplicidade de todos eles. Nisso,  Adam voltou,  ficou atrás da gente, olhando umas vitrines e como somos espertas, nem reparamos… ele atravessou a rua, entrou no hotel e deu uma risada tão gostosa, que nunca, nunca vou esquecer. Ao anoitecer ele desceu, carregando a mala, pedimos se ele podia tirar uma fotografia com a gente e respondeu, clarooo, vcs são s garotas que estavam do outro lado da rua o dia inteiro não? Não me viram? Não Adam, não o vimos e ninguém sabia quem era você. Risos. Trocamos meia dúzia de palavras, autógrafos ele pediu desculpas porque estava atrasado para o voo e foi embora. Disse que voltaria ao Brasil daqui um ano(!!!). Um ano depois, volta o Mr Clayton, o encontramos no aeroporto, o abordamos, ele estava muiiiiito atrasado para o check in que já iria fechar e mesmo assim parou, tirou novamente fotos, mais autógrafos, demos nossa foto da primeira vez para ele assinar, sorriu e foi para o check in. Fomos para o embarque, ele veio conversar conosco, nos despedimos novamente e disse que voltaria. A última já não estava com a minha amiga. Encontramos novamente no aeroporto, ele perdido como sempre, olhou para a minha cara e riu. Você de novo? Vim trazer um presente, Adam…dei um livro com um cartão, ele agradeceu, tirou fotos com as minhas amigas, autógrafos e foi para o check in. Fiquei boba de ver que meu ídolo havia me reconhecido. Voltou, veio conversar conosco, sentamos e tomamos um café, comentei que pretendemos ir para Dublin em janeiro, ele deu algumas dicas de lugares, falou de como gosta do país, nada sobre o CD ou nova turnê, quando perguntado sobre isso ele só abre o sorriso doce.
Adam é o que estamos acostumados a ver sobre o palco, uma simpatia, sorri o tempo inteiro, calmo, um homem simples que nem de longe parece um rock star, vide que ninguém o reconhecia. Sabe apreciar o que a vida pode lhe proporcionar a essa altura do campeonato, uma vida normal, sem grandes tumultos.”

Demais, não é galera? Bom saber que com nossos ídolos são atenciosos e que adoram o nosso país.

UltraViolet-U2 no Twitter: https://twitter.com//ultravioletu2
UltraViolet-U2 no Facebook: https://www.facebook.com/UltravioletU2Brasil

Comentários

Ai, gente, que máximo! Adorei saber que ele realmente é assim… Tudo bem que quando chegar minha vez vou ficar tão nervosa que vou entrar muda e sair calada e o olho brilhando com cara de babaca… Mas pelo menos quero conhecer o lord, vê-lo ao menos uma vez… Parabéns, meninas…
PS: Todas são unânimes, ele estava perdido! sorriso

Inveja (saudável) de vcs meninas. Fico pensando se eu conseguiria agir naturalmente se visse um deles assim tão de pertinho. Especialmente o Bono.sorriso Adorei a matéria. Grande Adam!aprovado

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet