Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

25 julho 2011 10:28

por: followerU2

Especial U2 Books

1 comentário
2191 visitas
Matérias

O U2 parece ser uma eterna fonte de inspiração para jornalistas e escritores. Há uma enorme quantidade de livros publicados sobre eles nesses já mais de 30 anos de carreira, e a cada dia surgem novas publicações. A qualidade desses livros varia muito. Alguns são ótimos, outros totalmente dispensáveis.

Ler sobre o U2, pra mim, representa o melhor de todos os mundos, especialmente no original em inglês: porque adoro ler, adoro o U2, e adoro o inglês. Talvez por isso nesses últimos 10 anos já adquiri mais de 30 livros sobre o U2 e/ou sobre o Bono. Muitos deles estão com edições esgotadas, e isso inclui infelizmente alguns dos melhores.

Me interesso por livros sobre a história do U2, ou sobre sua arte, ou ainda registros fotográficos. Há muitos livros publicados versando sobre religião e fé, explorando a espiritualidade deles e do Bono. Usei o verbo “explorar” propositalmente, porque alguns desses livros são óbvios caça-níqueis. Eu não compro. A única exceção nesse tema é o livro de Steve Stockman, que considero bom.

Dito isso, aí vai uma pequena resenha sobre os livros que tenho e já li. A idéia é publicar uma espécie de guia pra ajudar a decidir na hora de comprar. A relação está em ordem cronológica de publicação.

Segue a primeira parte, com os 3 primeiros livros:

The U2 File, A Hot Press U2 History, edited by Niall Stokes
Omnibus Press, 1985

Ótima compilação de artigos e entrevistas da revista irlandesa Hot Press, que acompanhou o U2 desde os primeiros passos na cena local de Dublin nos anos 70. Essa primeira compilação abrange o período de 1978 a 1985. Contém o primeiro artigo da revista sobre eles, “Yep! It´s U-2“, escrito por Bill Graham, publicado em 28.04.78, para o qual fiz uma versão em português divulgada antes na UV. As notas explicativas entre parênteses não fazem parte do texto original. Mantive a grafia do nome da banda no artigo, isso mesmo, com hífen. Confiram:

Sim, é o U-2

Outro concorrente para o título vago deixado pelos Rats (nota: Boomtown Rats, a banda do Bob Geldof) e The Radiators (nota: Radiators from Space, banda do Steve Averill, que assumiu logo em seguida o design gráfico da banda, além de sugerir o nome U2), o U-2 aparece na cena musical com alguns apoiadores altamente influentes. Com Steve Rapid agindo como mentor (embora não seja o empresário) e o interesse da CBS, a banda da zona norte (nota: zona norte de Dublin) tem feito progresso desde cedo, antes mesmo de se aventurar no já conhecido circuito de shows do centro. Seu crescimento recente em importância deve-se à vitória em um concurso de talentos da Evening Press/Harp Lager.

Normalmente, tais concursos são assunto sem importância mas Jackie Hayden da CBS foi um dos juizes e ficou suficientemente impressionado para pagar por uma curta sessão demo em Keystone, e foi onde eu os encontrei. Eu tenho que admitir que não foi uma das sessões mais felizes, a inexperiência da banda aparecendo naquilo que se poderia chamar de um trabalho apressado. Seus primeiros números foram as últimas canções, que sofreram enquanto eles ainda estavam aprendendo a medir a eles mesmos e o estúdio. Só bem mais tarde é que o verdadeiro potencial deles veio à tona.

O U-2 descreve a si mesmo como provedores do pop New Wave, embora eles
sejam espertos o bastante para evitar o agora falecido rótulo power-pop. Contudo, eles também tiveram inclinações para o hard-rock, não surpreendentemente já que eles costumavam se concentrar nessa música, quando eles ainda tinham o nome antigo de The Hype. A seu favor vemos que eles não disfarçam esse contexto.

A seu favor, novamente, o fato de que o U-2 é uma banda ainda jovem, eles estão no último ano da escola. Eles impressionam como indivíduos articulados, conscientes e dedicados ao trabalho, que estão preparados para ponderar os conselhos de outras pessoas, enquanto embarcam nessa vocação. Eles falam como quem pretende ser profissional, a qualidade primária na batalha pelo reconhecimento. Todas essas qualidades e a juventude deles fazem do U-2 uma banda para o futuro, com atitude para crescer e se desenvolver rapidamente.

Já que eles ainda estão estudando para o Exame de Conclusão (nota: da escola secundária), eles não estarão imediatamente disponíveis para maiores informações por mais um mês ou dois. Mas mesmo assim, eles são uma evidência animadora de que o fluxo de bandas jovens ainda não secou. Quem são os próximos? Vocês, três. (nota: vai aí obviamente um trocadilho com o nome da banda, que também pode ser entendido como Vocês, dois)”

Há ainda a primeira matéria de capa da Hot Press, edição de 26.10.79, com o títulos “Boys In Control“, assinada pelo Niall Stokes, além de diversas entrevistas, e de reviews de Boy, October, War e The Unforgettable Fire. Uma entrevista com o Bono, feita por Liam Mackey, publicada originalmente na edição de 05.08.83 da revista, é uma das minhas preferidas nesse livro. O artigo tem o título Articulate Speech Of The Heart, e é resultado de uma conversa entre Bono e o jornalista que durou da meia noite até amanhecer. Simplesmente emocionante constatar a eloqüência, substância, maturidade, e clareza de propósitos dele, na época com 23 anos apenas.

O livro está com edição esgotada há décadas, mas eu recomendo pra quem se interessa pelo assunto, caso encontre algum exemplar usado à venda.

Unforgettable Fire, Past, Present, and Future – The Definitive Biography Of U2, by Eamon Dunphy
Warner Books, 1987

A “infamous” biografia autorizada pelo U2, que mais tarde foi bastante criticada por eles e pelo Paul McGuinness. A grande bronca é que Eamon Dunphy era um jornalista irlandês conhecido e respeitado, porém no mundo dos esportes, não na música. Segundo Neil McCormick em seu artigo “The Unbelievable Book”, publicado na Hot Press em dezembro de 1987, o livro contem diversos erros, desinformação e comentários equivocados. O principal problema parece ser mesmo a falta de background do autor sobre a cena musical da época, em especial sobre a era punk e pós-punk. Mesmo assim, considero um livro interessante de ler. Ainda é o único livro que conta a história familiar de cada um deles. Mesmo no U2 By U2, esse tema não chega a ser tratado com muitos detalhes. A biografia vai até o lançamento de The Joshua Tree.

Também está com edição esgotada há décadas. É interessante, mas enfim, em razão dos erros não considero “a must have”.

U2 Three Chords And The Truth, edited by Niall Stokes
Omnibus Press, 1989

Essa é a segunda compilação de artigos da Hot Press, dessa vez compreendendo o período 1985 – 1990. Da mesma forma que The U2 File, há entrevistas e reviews de álbuns e singles. O livro começa com um apanhado geral da carreira do U2 até 1990, com o ótimo artigo “The Making Of a Legend”, e na sequência traz matérias, publicadas antes na Hot Press, sobre a participação deles no Live Aid, sobre a parceria do Bono com o Clannad, sobre a Conspirary of Hope tour, Self Aid, Sun City, Rattle and Hum filme e álbum, e por aí vai. Dois artigos são os meus preferidos: “The World About Us” traz uma entrevista com Bono, Edge, Adam e Larry logo após o lançamento de The Joshua Tree, onde eles falam sobre o álbum e o que viveram até ali, e “I Still Haven´t Found What I´m Looking For”, sensacional entrevista com o Bono no Natal de 1988, onde ele reflete sobre sua vida, sobre a Irlanda, sobre sua fé, e sobre o U2, entre outros temas.

Da mesma forma que The U2 File, está com edição esgotada, mas vale à pena comprar mesmo usado, na minha opinião. Os dois livros trazem muitas fotos lindas, que são uma viagem no tempo.

No próximo capítulo falaremos sobre os livros U2 Burning Desire, U2 Faraway So Close, e Race Of Angels The Genesis Of U2, e talvez mais alguns.

MT

Comentários

Juliana Guimarães

Simplesmente inacreditável! Obrigada por compartilhar esse material conosco. O que imagino que mais deve emocionar é saber que jovenzinho de tudo Bono já tinha dentro dele essa consciência do mundo e do próximo. Devem ser leituras deliciosas. Abraço MT!

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet