Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

22 junho 2011 09:15

por: Márcio Guariba

Especial U2 Show – Parte 7

0 comentários
856 visitas
Matérias

JOHN LOBEL

Bom, vou continuar então com mais alguns trechos do livro, lembrando sempre que são traduções parciais, apenas alguns parágrafos que achei mais interessantes. Achei legal esse trecho sobre a ZOO TV do artigo de John Lobel, da LSD, Light & Sound Design, empresa responsável pelas luzes e equipamentos de iluminação dos shows desde a Joshua Tree tour. Vejam só o que ele descreve:

A ZOO TV era sobrecarga sensorial o tempo todo. Era um show que ficava melhor quanto mais vezes você assistisse, porque havia tanto conteúdo nele que você possivelmente não conseguiria apreciar e captar todas as sutilezas mesmo vendo uma dúzia de vezes. Era tão grande, tão amplo, tão disperso, e havia tantas coisas acontecendo em todas as direções. E continuou assim, e foi se modificando enquanto rodava o mundo. Mesmo que eles pudessem fazer exatamente o mesmo show todas as noites, seria impossível assisti-lo do mesmo modo duas vezes.

Me lembro de um momento durante o terceiro ou quarto show da turnê americana em estádios (Outside Broadcast) quando eu estava vagando no meio do publico observando a multidão assistindo ao show e a certa altura havia uma dúzia de pessoas em linha, cada uma delas olhando numa direção diferente, e totalmente hipnotizadas. Uma mulher encarava o Bono, um cara olhava pro Edge, outro cara olhava fixamente para um dos telões, outro lia as palavras que apareciam nos monitores de video do palco, uma mulher parecia encantada pelo Adam, outro cara observava as cotações da bolsa que apareciam nos painéis de mensagens de video…e um cara no fim da fila era o único a olhar pra cima, pro carro cor de laranja coberto por luzes piscantes pendurado por um guindaste a 30 m de altura sobre sua cabeça. Os outros todos nem mesmo notaram a droga do carro pendurado!”

BRUCE RAMUS

Na sequência, um comentário que achei muito legal do Bruce Ramus, diretor de iluminação desde a época da ZOO TV. Ele coordena os efeitos de luz e a iluminação durante os shows, e é ele que o Bono chama e pede para apagar as luzes, por exemplo, no DVD Vertigo Chicago, na hora dos celulares em One, e também durante New Year´s Day e With Or Without You no DVD da PopMart Mexico.

Todos os que participam de uma turnê do U2, desde a equipe até o público, sabem que estão compartilhando uma incrível energia criativa. Ela é liderada pela banda, mas é conduzida por pessoas, Willie, Fintan, Pete the Greek, Firmin, Bits, Dallas, Joe O´…ótimas pessoas, grandes festas, ótimo futebol, grande vibração. Os shows do U2 sempre fazem com que haja uma significativa troca espiritual entre eles e o público, e na minha opinião, isso explica em parte o porquê dessa longevidade e apelo que eles têm. Eles não temem correr riscos.”

Comentários

Não há comentários.

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet