Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

13 maio 2011 16:54

por: Márcio Guariba

Resumo de notícias…

4 comentários
1926 visitas
Geral

Buenas!

Vamos a mais resumão de notícias!

Primeiro, pra variar, Bono se encontrou com o presidente mexicano, Felipe Calderón na manhã do dia 12. Entre os assuntos, segurança do país, reunião do G20 e dicas sobre a culinária local. Essa última é brincadeira. 😉

Fico me perguntando se estas reuniões realmente interferem em alguma coisa, seja em qualquer assunto. Ainda acho que político é parte do sistema (momento Capitão Nascimento on) e tudo o que fazem é para o bem próprio. Posar ao lado de Bono passa a imagem de estadista moderno, que ouve o que outras alas da sociedade tem a dizer.

Não penso que Bono se importe com isso; A idéia dele é fortalecer a sua imagem na política para ter mais moral para poder conseguir o que quer para as suas causas. Aparecer ao lado de presidentes reforça seu apelo quando ele chega em um Bill Gates da vida e pede investimento, não é?

E pela enésima vez, o musical do Homem-Aranha foi reinventado. Ontem, aconteceu uma ‘preview-session’ desta nova versão do espetáculo, que durante mais de 3 anos vem deixando um rastro de atores machucados, diretores demitidos e mudanças em sua estrutura.

O Wall Street Journal comentou em sua mais recente edição a respeito desta sessão. Segundo a reportagem, a apresentação agora tem trechos de “Where The Streets Have No Name” e “Beautiful Day” em algumas das cenas; Antes, somente “Vertigo” estava sendo usada do catalogo regular da banda.

E ainda há uma nova canção de Edge e Bono; “A Freak Like Me”, que abre o segundo ato. O artigo também menciona que foram adicionada mais três musicas novas e que algumas outras tiveram leves alterações.

Ao final, o texto deixou uma impressão positiva de tudo. A (milésima) previsão de estréia é para 14 de junho.

O texto original (em inglês), está aqui.

O que vocês acharam da nova versão de “Magnificent”, executada no primeiro show no Estádio Azteca, na Cidade do México?

Quem não viu ainda, veja;

A versão está um pouco mais acelerada, tentando dar um ar de ‘remix’ para ela, mas sem usar batidas eletrônicas pré-gravadas. Foram ainda usados samples de um dos remixes usados como b-side do single da canção e do discurso de Desmond Tutu, sempre usado para introduzir “One” nos shows da ‘360’.

No site oficial U2.Com, foi publicado um vídeo com o ensaio da versão. Veja;

Eu particularmente gosto quando o U2 reconstroi suas canções. Muitos acham que é uma coisa nova na carreira da banda, mas isso sempre aconteceu; Por exemplo? Quem não se lembra da versão de “Sunday Bloody Sunday” tocada na “The Joshua Tree Tour” imortalizada no documentário “Rattle And Hum”?

Ou ainda “Mysterious Ways”, durante a “Zoo TV”, que ganhou teclados, um solo mais longo e citações de “Love To Love You Baby” de Donna Summer?

Durante a “PopMart”, várias canções foram reconstruídas; “Mofo” ficou pesadíssima, “I Will Follow” ganhou efeitos espaciais de guitarra e bateria marcial, “Discothéque” e “If You Wear That Velvet Dress” ficaram mais simples e roqueiras, “Please” ganhou a bateria de “Sunday Bloody Sunday” ao final. Mas a que mais mudou e ficou marcada foi “Staring At The Sun”, acústica, com Bono e Edge;

Na atual turnê, o caso mais marcante foi “I’ll Go Crazy If I Don’t Go Crazy Tonight”, que para desgosto de muitos, virou um batidão eletrônico. “Even Better Than The Real Thing”, mais recentemente, também foi bastante alterada. Além de pequenas mudanças na letra de “Get On Your Boots” e “Moment Of Surrender.

E pra fechar, no show comentado de hoje, há exatamente 10 anos, a “Elevation Tour” passava no United Center, em Chicago. Foi o segundo de quatro shows na arena, que tem capacidade para um pouco mais de 20,000 pessoas. Lembrando que naquela turnê, a banda havia decidido por ir em um caminho totalmente oposto ao anterior, na megalomaníaca “Popmart”, que varreu o planeta em 97 e 98. Desta vez, palco simples (que começou com a idéia de ‘Hot Area’, no formato de um coração), arenas menores e muita variação de repertório, que rebuscou material de várias fases da banda.

Vamos ao set list?

  1. Elevation”
  2. Beautiful Day”
  3. Pride (In The Name Of Love)”
  4. Stuck In A Moment You Can’t Get Out Of It”
  5. Kite”
  6. Gone”
  7. Discothéque” / “Love To Love You Baby” (Citação) / “Devil Inside” (Citação) / “Staring At The Sun” (Citação)
  8. New York” / “Transmission” (Citação)
  9. I Will Follow”
  10. Sunday Bloody Sunday”
  11. Sweetest Thing”
  12. In A Little While”
  13. The Ground Beneath Her Feet”
  14. All I Want Is You”
  15. Salmo 116” / “Where The Streets Have No Name”
  16. Mysterious Ways” / “Sexual Healing” (Citação)
  17. The Fly”
  18. Interlúdio / “Bullet The Blue Sky”
  19. With Or Without You”
  20. One”
  21. Walk On”

Sentiram falta de alguma canção? Claro que várias favoritas ficaram de fora, mas uma em especial chamou atenção; “Until The End Of The World” ficou de fora de um set list pela primeira vez desde o primeiro show da “Zoo TV”, que divulgava o álbum que ela fazia parte, em 29 de fevereiro de 1992.

Com relação aos outros três shows, várias outras músicas foram tocadas; “Stay”, “Desire”, “Bad”, “Wake Up Dead Man”, “New Year’s Day”, “11 O’Clock Tick Tock”, “Out Of Control” (tocada pela primeira vez em onze anos!), “Even Better Than The Real Thing”, “I Still Haven’t Found What I’m Looking For” (que foi pouquísismo executada na turnê), “Angel Of Harlem” e a cover de “I Remember You”, dos Ramones. 

Que maravilha hein! Imaginem, quatro shows, num local relativamente pequeno e com esse tanto de repertório!

É isso por enquanto!

Não se esqueçam de mandar o seu texto para a nossa próxima série sobre os fãs da banda; “U2 & Você!”. Nos conte  como começou a gostar da banda, ou a respeito de uma loucura que fez… Ou ainda, da sua coleção! Não se esqueçam de mandar fotos para podermos ilustrar as matérias… Os textos começam a ir ao ar em junho.
Pra fechar, vamos assistir uma raridade?

11 O’Clock Tick Tock” e “The Ocean” ao vivo na Alemanha, em 81.

Comentários

Adoro ‘Magnificent’, mas o remix não me agradou tanto.Não sei se foi porque em São Paulo estava perfeita e foi um dos momentos mais emocionantes do show para mim.  Bem essa é a minha opinião como fã!
Flávia BH

Eu concordo 🙂

EU gostei muito de magnificent, adoro remixes (inclusive o famigerado Crazy Tonight…MELHOR MÚSICA do show!), mas achei que LArry podia ter dado uma bateria mais apurada, uma condução melhor…mas a idéia da reinvenção é muito boa, só precisa ser aprimorada.

Vou esperar pela próxima vez que eles tocarem, hoje à noite, pra decidir se gostei mais dessa versão de Magnificent do que da original. Sempre achei que faltava alguma coisa ao arranjo de Magnificent ao vivo, não parece tão, well, magnífica quanto no álbum, mas também não imaginava um versão remixada. Vamos ver como as coisas vão ficar.
MT

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet