Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

11 abril 2011 08:19

por: Márcio Guariba

Ontem tivemos o segundo (e na minha humilde opinião, o melhor até agora) show do U2 em São Paulo. E depois de muitas apresentações onde o set list se mantinha praticamente intacto, inclusive nas variações, a banda surpreendeu… Vamos ao set;

  1. Space Oddity” (Intro) / “Even Better Than The Real Thing”
  2. Out Of Control”
  3. Get On Your Boots”
  4. Magnificent”
  5. Mysterious Ways”
  6. Elevation”
  7. Until The End Of The World”
  8. I Still Haven’t Found What I’m Looking For”
  9. Pride (In The Name Of Love)”
  10. North Star”
  11. Beautiful Day” / “Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band” (Citação) / “Black Bird” (Citação)
  12. Miss Saravejo”
  13. Interlúdio / “Zooropa”
  14. City Of Blinding Lights” / “Singin’ In The Rain” (Citação)
  15. Vertigo” / “Helter Skelter” (Citação)
  16. I’ll Go Crazy If I Don’t Go Crazy Tonight” (Remix) / “Relax” (Citação) / “Two Tribes” (Citação)
  17. Sunday Bloody Sunday”
  18. Scarlet”
  19. Walk On”
  20. Discurso de Desmong Tutu / “One”
  21. Amazing Grace” (Citação) / “Where The Streets Have No Name”
  22. Interlúdio / “Ultra Violet (Light My Way)”
  23. With Or Without You”
  24. Moment Of Surrender”

Agora vamos á algumas observações;

Depois da sensacional abertura com “Even Better Than The Real Thing”, que estreou aqui na América do Sul, tivemos a primeira apresentação de “Out Of Control” em toda a turnê. A canção, que é a primeira lançada pela banda, lá no longínquo “U2-3”, de 1979, não era tocada desde 4 de dezembro de 2006, nos shows finais da “Vertigo”, na Oceania. Nem preciso dizer o quão incrível foi…

Dai, tivemos a sequência idêntica ao show anterior, mas com dois detalhes a serem notados; Primeiro, a introdução de “Get On Your Boots”, ao contrário de ontem, foi tocada, o que deixou a música com muito mais energia. E falando nela, a banda me pareceu mais coesa e com mais pique do que no primeiro show.

Bono estava até mais simpático do que de costume (se é que isso é possível…). Brincou, antes de “I Still Haven’t Found What I’m Looking For”, que muitas bandas vêm para o Brasil e dizem que nos amam. Mas ninguém nos entende como o U2. Disse que já somos quase casados, depois desses anos. Ao final, pediu para a platéia dizer para Edge, que segundo ele é um ‘cara desconfiado’, para demonstrar esse amor, já que tantas outras bandas, como o Radiohead, Killers, Coldplay e Muse, estão por aí ‘querendo o nosso amor’, numa clara brincadeira com o fato de que ninguém consegue tirar deles o título de maior banda do mundo. Nem preciso dizer a reação de todos nós que estávamos lá…

Daí, duas mudanças; “Pride”, que vem sendo utilizada como ‘curinga’ nas apresentações, levantou o estádio e o preparou para “North Star”, quem nem oficialmente lançada foi, e já tem coro…

Antes de “Beautiful Day”, Bono novamente chamou uma fã da platéia e pediu que ela lesse algo anotado em um pedaço de papel. Quase ninguém reconheceu as palavras, que nada mais eram que a própria letra de “Beautiful Day” em português. Ao final, duas citações beatlemaníacas; “Sgt. Peppers” e “Black Bird”.

E depois de, mais uma, linda interpretação de “Miss Saravejo”, veio a maior surpresa de toda a turnê; “Zooropa”, faixa-título do mais experimental álbum da banda, que só havia sido tocada três vezes durante a perna européia da “Zoo TV”, em 93, e de forma editada (diretamente da segunda parte da canção),  praticamente inteira, só com algumas alterações na letra e sem a segunda estrofe. E detalhe; De dentro do telão, que estava totalmente aberto, e que foi um espetáculo á parte. Um momento de coragem e de arte que não víamos desde que “Your Blue Room” foi tocada durante a parte americana da ‘360’. Nem preciso dizer que pra mim, que sou um “Zooropa Fanatic”, foi o melhor momento do show. Até porque, como estava na arquibancada laranja, tive o privilégio de assitir aquilo na sua totalidade. Um espetáculo visual inigualável e que só reforçou a minha tese de que a apresentação é até melhor se vista de longe, porque temos a sensação completa, com a música funcionando como trilha sonora de um filme, ao vivo. Quase que um show em 3D. Claro que quem quer ficar perto da banda prefere a Hot Area, e posso comprovar isso, mas pra mim, que sou um admirador da arte dentro da banda, ver tudo de trás, com um som PERFEITO, foi surreal.

Voltando para a sequência tradicional, de “City Of Blinding Lights”, “Vertigo” (com citação quase imperceptível de “Helter Skelter”, também dos Beatles), até “Where The Streets Have No Name”, que novamente teve a compania de “Amazing Grace” como introdução. Um dos momentos mais lindos do show.

Na volta para o segundo bis, “Ultra Violet” substituiu “Hold Me, Thrill Me, Kiss Me, Kill Me”. Não preciso dizer da emoção de vê-la finalmente ao vivo.

Depois de transformar o estádio num coral em “With Or Without You”, mais uma vez Bono mencionou a luta contra a pobreza e as vítimas da escola Tasso da Silveira antes de uma SENSACIONAL “Moment Of Surrender”.

Num comentário mais pessoal, posso dizer que foi o melhor show da banda dentre os seis (até agora) que tive a oportunidade de ver. Tudo estava muito coeso, o som perfeito e nenhum erro perceptível. A banda parecia mais á vontade e o repertório não deixou a bola cair em nenhum momento. O espetáculo visual só pode ser acompanhado por quem está nas arquibancadas ou cadeiras do estádio. E é nisso que a turnê acerta; Consegue agradar todos os tipos de platéia; Desde o fã hardcore que quer chegar o mais perto possível, até o fã que prefere um espetáculo visual inesquecível.

E ainda teremos o terceiro show, quarta-feira.

Preciso dizer que estou feliz?

Comentários

Guaribaaaaaaa:

Só uma palavra sobre o show de ontem: “Auááááá”

Abraçossss

PQP! Sério, o que foi aquilo? Nós ouvimos mesmo ZOOROPA ao vivo?! AHHHHHHHHHHHH!

O show foi quase perfeito. Isso porque eu sou chato pacas e gostaria muito que eles tivessem tocado Bad ou UF. Mas ouvir Zooropa valeu metade do ingresso. O que mais eles podem aprontar para quarta-feira?

Ahhhh… The Unforgettable Fire… Eu também queria muito ouvi-la ao vivo, mas já perdi as esperanças…rss

Meu….quando começou Zooropa, todos nós pensamos muito em você!!! Todos!!!! Achávamos que você ia se jogar la de cima…hahahahaha!

Meu….quando começou Zooropa, todos nós pensamos muito em você!!! Todos!!!! Achávamos que você ia se jogar la de cima…hahahahaha!

Rss… A Sol me segurou…rss

Estive no show do dia 10 tbem e indescritivel a sensação, dormir na fila, cansaço tudo valido, quando U2 entrou naquele palco maravilhoso. Realmente quando começou zooropa, fiquei louca. BONO,EDGE,LARRY,ADAM  amo muito vcs

Bem legal o review do show. Ouvir Out of Control, Zooropa e North Star foi uma verdadeira festa pros meus ouvidos. Agora é ficar na torcida por mais surpresas amanhã. Vou ouvir pelo U2.com, não estarei lá no Morumbi, mas estou tri feliz de poder ouvir ao vivo mesmo assim. Abs

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet