Music can change the world because it can change people.

Bono

ULTRAVIOLET-U2 Brasil

você está em
Notícias

Voltar
lista de notícias

10 junho 2005 21:23

por: followerU2

Fonte: Folha Online

O U2, um dos grupos de rock mais populares do mundo, estréia na noite desta sexta-feira, no estádio Rei Balduíno de Bruxelas, a parte européia de sua turnê mundial “Vertigo”, lançada no final de março passado nos Estados Unidos. Depois de quase 30 shows na América do Norte e antes de voltar a essa região na segunda metade do ano, o grupo irlandês fará 32 apresentações nos maiores estádios do Velho Continente, entre eles o Stade de France de Paris (9 e 10 de julho) e o Camp Nou de Barcelona (7 de agosto). Idealizada para promover o CD “How To Dismantle An Atomic Bomb”, o 11º álbum do grupo, lançado em novembro, a parte européia da “Vertigo Tour” promete ser espetacular, em especial graças à utilização de um novo telão concebido na Bélgica. Nos estádios europeus, o cenário será constituído por dois corredores na forma de parênteses, cada um terminando num pequeno palco, para dar ares de um aspecto “íntimo” ao evento, apesar da grandiosidade do espetáculo. Entre esses dois “braços”, 1.500 privilegiados poderão ficar mais perto de Bono (voz), The Edge (guitarra), Adam (baixo) e Larry (bateria). Segundo os ensaios de quarta-feira no estádio, o grupo, que vendeu mais de 120 milhões de discos em 25 anos de carreira, deve alternar canções novas (“Vertigo”, “Elevation”), grandes clássicos dos anos 80 (“New Year’s Day”) e algumas de suas primeiras composições (“Stories For Boys”, “Out Of Control”). Em Bruxelas, os 57.000 lugares colocados à venda apenas na internet ou por telefone foram vendidos em apenas três horas, a preços de 45 a 85 euros. Milhares de fãs do grupo, frustrados, tiveram de recorrer aos cambistas, em que os preços dos ingressos se multiplicaram por dez. O ministro da Economia belga, Marc Verwilghen, prometeu enviar inspetores ao estádio para tentar limitar a revenda a preços astronômicos. Bono aproveitou a estada em Bruxelas para incentivar os europeus a reforçar sua ajuda ao desenvolvimento de países pobres, especialmente em favor da África. O astro do U2 pediu nesta quinta-feira aos líderes da UE que digam “não” à morte e à pobreza na África e mostrem seu compromisso para ajudar esse continente com ações concretas durante a próxima reunião de cúpula européia, na semana que vem. “A mensagem aos líderes é não desperdicem a oportunidade. Um impulso desse tipo não se apresenta todos os anos. Esta é uma geração que quer fazer algo para ser lembrada. Dizer não à pobreza estúpida”, afirmou o cantor da banda em entrevista coletiva à imprensa com o presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso.

Comentários

Não há comentários.

Busca

Assine

Lista de Discussão

Converse com os fãs do U2 por .

Redes Sociais

Facebook Twitter Google Plus RSS

Anúncios

Coloque seu anúncio aqui.

Contribua

Se você tem alguma dica de notícia sobre o U2 que ainda não publicamos, por favor envie-nos um email. O nosso endereço é dicas@ultraviolet-u2.com.

Por favor indique a fonte da notícia e, se houver uma foto que ilustre a notícia, anexe a foto ao seu email.

Nós Apoiamos

GRAAC Conheça mais sobre o GRAAC. Assista o vídeo. Você também pode ajudar. Faça uma doação ao GRAAC.
Ultraviolet