Bono, do U2, pede dinheiro a Chirac para África

Bono, do U2, pede dinheiro a Chirac para África

da France Presse, em Paris

O cantor de rock irlandês Bono, do U2, pediu nesta quinta-feira ao presidente francês Jacques Chirac que ele transforme sua paixão pela África em dinheiro.

Entrevistado pela imprensa, Bono afirmou que Chirac “viajou mais que nenhum outro político à África”. “Estou aqui porque ele tem uma paixão pela África e eu quero transformar essa paixão em dinheiro”, disse.

O cantor, que foi recebido no palácio presidencial, estava sentado em uma poltrona ao lado de Chirac e usava seus habituais óculos azuis, mas não colocou uma gravata para a ocasião.

O artista acaba de voltar de uma viagem pela África, junto com o secretário norte-americano do Tesouro, Paul O’Neill, durante a qual defendeu a redução da dívida externa e o aumento da ajuda ao países africanos.

Por outro lado, o chefe de Estado francês declarou que a nova relação entre a África e os países industrializados (Nepad) será um dos temas que o G-8 (grupo dos oito países mais industrializados) discutirá na reunião de cúpula de Kananaskis, Canadá, nos dias 26 e 27 de junho.

Ele disse ainda que espera que nessa reunião se possa aumentar a ajuda à África.

Os comentários estão encerrados.